Arandu

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Arandu
  Município do Brasil  
Arandu 290706 REFON 9.JPG
Símbolos
Bandeira de Arandu
Bandeira
Brasão de armas de Arandu
Brasão de armas
Hino
Gentílico aranduense
Localização
Localização de Arandu em São Paulo
Localização de Arandu em São Paulo
Arandu está localizado em: Brasil
Arandu
Localização de Arandu no Brasil
Mapa de Arandu
Coordenadas 23° 08' 02" S 49° 03' 14" O
País Brasil
Unidade federativa São Paulo
Região intermediária[1] Sorocaba
Região imediata[1] Avaré
Municípios limítrofes Cerqueira César, Avaré e Itaí
Distância até a capital 274 km
História
Fundação 19 de março de 1964 (55 anos)
Administração
Prefeito(a) Luiz Carlos da Costa (Castelo) (PR, 2017 – 2020)
Características geográficas
Área total [2] 286,328 km²
População total (Censo IBGE/2010[3]) 7 123 hab.
Densidade 24,88 hab./km²
Clima Subtropical (Cfa)
Altitude 640 m
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
Indicadores
IDH (PNUD/2000 [4]) 0,685 médio
PIB (IBGE/2008[5]) R$ 52 048,171 mil
PIB per capita (IBGE/2008[5]) R$ 8 389,45
www.arandu.sp.gov.br (Prefeitura)

Arandu é um município brasileiro do estado de São Paulo. Sua população estimada em 2014 era de 7.293 habitantes.

História[editar | editar código-fonte]

Arandu significa "barulho de papagaios", ave muito comum na região. A constituição de Arandu partiu de um antigo povoado situado no bairro do Barreiro (por causa da terra vermelha), no município de Avaré. Consistia, inicialmente, em um pequeno núcleo urbano rodeado de propriedades rurais, formado em torno de uma capela construída em terreno da fazenda Letreiro, doado, por sua vez, em 1898, para o patrimônio de Nossa Senhora da Boa Morte. Quando foi elevado a distrito do município de Avaré, em 30 de novembro de 1944, recebeu sua denominação atual, mas só em 28 de fevereiro de 1964 conquistou sua emancipação política. A economia do município, predominantemente rural, começou a se desenvolver com o cultivo do café, passando depois à produção de arroz, batatas, bananas. Hoje desenvolvem também as culturas de cana-de-açúcar e laranja.

Fundação/aniversário: 19 de março de 1964

Santo Padroeiro: Nossa Senhora da Boa Morte

Geografia[editar | editar código-fonte]

  • Área: 286,3 km²
  • Altitude: 640 m
  • População: 6.344 (2005)
  • Lat.: -23°08'05" (S)
  • Lon.: -49°03'15" (W)

Municípios limítrofes[editar | editar código-fonte]

Distância rodoviárias[editar | editar código-fonte]

  • Avaré: 14Km
  • Cerqueira César: 22Km
  • São Paulo: 281 km

Demografia[editar | editar código-fonte]

Dados do Censo - 2014

População total: 7.065

(Fonte: IPEADATA)

Hidrografia[editar | editar código-fonte]

Transporte[editar | editar código-fonte]

Rodovias[editar | editar código-fonte]

Administração[editar | editar código-fonte]

Comunicações[editar | editar código-fonte]

A cidade foi atendida pela Companhia Telefônica Brasileira (CTB) até 1973[6], quando passou a ser atendida pela Telecomunicações de São Paulo (TELESP), que construiu a central telefônica utilizada até os dias atuais. Em 1998 esta empresa foi privatizada e vendida para a Telefônica[7], sendo que em 2012 a empresa adotou a marca Vivo[8] para suas operações de telefonia fixa.

Galeria de fotos[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (2017). «Base de dados por municípios das Regiões Geográficas Imediatas e Intermediárias do Brasil». Consultado em 10 de fevereiro de 2018 
  2. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  3. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  6. «Relação do patrimônio da CTB incorporado pela Telesp» (PDF). Diário Oficial do Estado de São Paulo 
  7. «Nossa História». Telefônica / VIVO 
  8. GASPARIN, Gabriela (12 de abril de 2012). «Telefônica conclui troca da marca por Vivo». G1 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]