Australopitecíneo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Como ler uma caixa taxonómicaAustralopitecíneos
Ocorrência: Plioceno - Pleistoceno 3.9–1.2 Ma
Australopithecus sediba

Australopithecus sediba
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Mammalia
Ordem: Primates
Família: Hominidae
Subfamília: Homininae
Tribo: Hominini
Subtribo: Australopithecina
Gregory & Hellman, 1939
Espécie-tipo
Australopithecus africanus
Dart, 1925
Gêneros

O termo australopitecíneo refere-se geralmente a qualquer espécie relacionada aos gênero Australopithecus e Paranthropus. Pode também incluir Kenyanthropus,[1] Ardipithecus,[2] e Praeanthropus.[3] O termo deriva de uma classificação antiga que considerava esses gêneros em uma subfamília separada, Australopithecinae.[4] Agora, o termo se refere a uma subtribo, Australopithecina, incluída na tribo Hominini.[5][6] Membros do gênero Australopithecus são às vezes referidos como "australopitecíneos gráceis", enquanto que do gênero Paranthropus são chamados de "australopitecíneos robustos".[7][8]

Os australopitecíneos ocorreram entre o Plioceno e Pleistoceno, e eram bípedes e a dentição similar ao dos humanos, mas não possuím o cérebro muito maior que dos modernos chimpanzés, com encefalização menor do que observado no gênero Homo.[9] Humanos provavelmente descendeem de australopitecíneos, enquanto que o gênero Ardipithecus é provável ancestral dos australopitecíneos.[8]

Filogenia[editar | editar código-fonte]

Filogenia de acordo com [10].

Notas[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  • Briggs, D.; Crowther, P. R., : (2008). Palaeobiology II John Wiley & Sons [S.l.] p. 600. ISBN 9780470999288. 
  • Cela-Conde, C. J.; Ayala, F. J. (2003). Genera of the human lineage. Proceedings of the National Academy of Sciences 100 (13): 7684–7689. doi:10.1073/pnas.0832372100. PMID 12794185. 
  • Kottak, C. P. (2004). «Glossary». Cultural Anthropology: The Exploration of Human Diversity 10th ed. McGraw-Hill [S.l.] ISBN 978-0072832259. 
  • Mai, L. L.; Owl, M. Y.; Kersting, M. P. (2005). The Cambridge Dictionary of Human Biology and Evolution (Cambridge & New York: Cambridge University Press). p. 45. ISBN 978-0-521-66486-8. 
  • Stanford, C. B. (2012). Chimpanzees and the behavior of Ardipithecus ramidus. Annual Review of Anthropology 41: 139–149. doi:10.1146/annurev-anthro-092611-145724. 
  • Wood, B.; Richmond, B. G. (2000). «Human evolution: Taxonomy and paleobiology». Journal of Anatomy 197 (Pt 1): 19–60. [S.l.: s.n.] doi:10.1073/pnas.1001649107. 
  • Wood, B.; Richmond, B. G. (2000). «Human evolution: Taxonomy and paleobiology». Journal of Anatomy 197 (Pt 1): 19–60 [S.l.: s.n.] doi:10.1046/j.1469-7580.2000.19710019.x.