Paranthropus

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Como ler uma infocaixa de taxonomiaParanthropus
Ocorrência: 2.7–1.2 Ma
Paranthropus boisei.JPG
Estado de conservação
Pré-histórica
Classificação científica
Domínio: Eukariota
Reino: Animalia
Sub-reino: Metazoa
Filo: Chordata
Subfilo: Vertebrata
Infrafilo: Gnathostomata
Superclasse: Tetrapoda
Classe: Mammalia
Subclasse: Theria
Infraclasse: Placentalia
Superordem: Euarchontoglires
Ordem: Primates
Subordem: Haplorrhini
Infraordem: Simiiformes
Parvordem: Catarrhini
Superfamília: Hominoidea
Família: Hominidae
Subfamília: Homininae
Género: Paranthropus
Espécies
Paranthropus aethiopicus
Paranthropus boisei
Paranthropus robustus
Wikispecies
O Wikispecies tem informações sobre: Paranthropus

O Paranthropus ("Paralelo ao Homem") é um gênero extinto de hominídeos. O gênero Paranthropus existia em três espécies: Paranthropus aethiopicus, Paranthropus boisei e Paranthropus robustus.

Essas espécies são muito antigas, o Paranthropus aethiopicus é um dos Hominídeos mais velhos já encontrados, o Paranthropus boisei foi o primeiro a chegar na costa leste da África e o primeiro hominídeo a viver dentre as pastagens secas da África, que se a semelhava a o que é hoje uma savana africana.[1]

E o Paranthropus boisei que é mais um primitivo do Homo sapiens (homem moderno). Ele tinha uma qualidade e defeito, sua mandíbula era muito forte e seus dentes eram mais fortes ainda, para mastigar as folhas secas da savana, mas como o seu cérebro não era igual a sua mandíbula, forte,então era uma presa fácil para outros animais.

Os machos adultos eram maiores em média do que as fêmeas (dimorfismo sexual), como era o caso em praticamente todas as espécies de seus antepassados Australopithecus. Em uma espécie do gênero, Paranthopus boisei, o machos pesavam cerca de 49 kg e atingiam cerca de 1,37 m e altura, enquanto as fêmeas pesavam cerca de 34 kg e tinham 1,24 m de altura.[2] Isso pode refletir poligamia - construção de harém, como se vê nos gorilas de hoje.

Não são considerados antepassados da espécie humana mas sim uma espécie de hominídeo bípede com um ancestral em comum com o Homo habilis (ancestral da espécie humana).

O comportamento do Paranthropus era bem diferente da do gênero Homo, na medida em que não era tão adaptável ao seu meio ambiente ou tão engenhoso. A evidência disso existe sob a forma de sua fisiologia que foi especificamente adaptada a uma dieta de larvas e plantas. Isso teria tornado mais dependente de condições ambientais favoráveis ​​do que os membros do gênero Homo, como o Homo habilis, que comeria uma variedade muito maior de alimentos. Portanto, porque era uma espécie especializada, tinha mais dificuldade em se adaptar a um clima em mudança, levando à sua extinção.

Referências

  1. Dawkins, Richard (2004). The Ancestor's Tale: A Pilgrimage To the Dawn of Life. Londres: Weidenfeld & Nicolson. p. 77. ISBN 0-297-82503-8 
  2. «Paranthropus boisei Topics». Smithsonian National Museum of Natural History. Consultado em 11 de julho de 2012. 

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Martin, Fernando Diéz, Breve Historia del Homo Sapiens (título original), nowtilus saber (editora original), 2008, ISBN 978-84-9763-774-9

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Paranthropus
Ícone de esboço Este artigo sobre Primatas pré-históricos, integrado ao WikiProjeto Primatas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.