Biologia química

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

A biologia química é uma disciplina científica abrangendo os campos da química, biologia e física. Envolve a aplicação de técnicas químicas, ferramentas e análises, e muitas vezes compostos produzidos por meio de química sintética, ao estudo e manipulação de sistemas biológicos. Os biólogos químicos tentam usar princípios químicos para modular sistemas para investigar a biologia subjacente ou criar uma nova função. A pesquisa feita por biólogos químicos é muitas vezes mais próxima da biologia celular do que a bioquímica.[1] Os bioquímicos estudam a química das biomoléculas e a regulação das vias bioquímicas dentro das células e tecidos, por exemplo cAMP ou cGMP, enquanto os biólogos químicos lidam com novos compostos químicos aplicados à biologia.

Aplicações na drogadição[editar | editar código-fonte]

As abordagens de biologia química podem ajudar a responder questões importantes de relevância para projetos de descoberta de drogas de pequenas moléculas. Isso inclui questões relacionadas à caracterização de alvos protéicos e à farmacologia molecular de medicamentos de moléculas pequenas que modulam a função alvo.[2]

Referências

  1. Chemical Biology is..... por Elizabeth L Ostler Publicado on-line em "Chem Cent J." 2007 Fev. 19. doi: 10.1186 / 1752-153X-1-5
  2. Bunnage ME, et al. (2015). «Know your target, know your molecule.». Nat. Chem. Biol. 1: 368–372. doi:10.1038/nchembio.1813 
Ícone de esboço Este artigo sobre Biologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Ícone de esboço Este artigo sobre Química é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.