Bonde do Forró

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Ambox important.svg
Este artigo ou seção parece estar escrito em formato publicitário ou apologético. (desde março de 2018)
Por favor ajude a reescrever este artigo para que possa atingir um ponto de vista neutro, evitando assim conflitos de interesse.
Para casos explícitos de propaganda, em que o título ou todo o conteúdo do artigo seja considerado como um anúncio, considere usar {{ER|6|2=~~~~}}, regra n° 6 da eliminação rápida.
Bonde do Forró
Informação geral
Origem São Paulo, SP
País  Brasil
Gênero(s)
Período em atividade 2003—presente
Gravadora(s)
Integrantes Lauro
Juliana
Miguelzinho
Ex-integrantes Anne Liss
Dj Rogério
Evandro
Naldo
Rodrigo Alves
Rose Soares
Taty Dantas
Tiago
Zezé Júnior
Wellington Lima
Página oficial bondedoforro.net

Bonde do Forró[1] é uma banda de forró do estado de São Paulo, surgiu em 2003[2] e tinha como vocalista o ex-cantor da era dance music, DJ Rogério, que gravou o primeiro CD da banda intitulado "Bonde do Forró, a locomotiva quente do sucesso" com regravações de músicas da era dance e novos hits como "Aeromoça" que ficou muito popular na época.

O primeiro CD não teve uma boa quantidade de vendas e com isso o empresário da banda, DJ Maluco, pensou em inovar e procurou vocalistas que tivessem um timbre de voz parecidos com as das vozes sertanejas, aliás, vocalistas que foram sendo substituídos até chegar a formação atual. O Bonde do Forró é muito conhecido por tocar músicas de Bruno e Marrone, Zezé Di Camargo e Luciano entre outros. Hoje atualmente, o Bonde do Forró é formado pelo cantor Lauro (voz de Bruno e Marrone), Miguelzinho(voz do Zezé di Camargo) e Juliana.

História[editar | editar código-fonte]

Sua primeira formação foi no ano de 2003, quando gravou seu primeiro CD pela gravadora Gal, porém, não obteve a vendagem e nem a repercussão esperada. O produtor musical e empresário da Banda, Dj Maluco, ainda não satisfeito e sempre buscando inovação no meio musical, assistia ao Domingão do Faustão em que se apresentava o humorista Shaolin, o qual fazia uma imitação do cantor Leonardo, teve uma ideia: Procurar pelo Brasil vozes semelhantes com as dos cantores das duplas sertanejas consagradas cantando forró, encontrando assim o primeiro, Rodrigo Alves, Lauro timbre de voz de Bruno da dupla Bruno & Marrone, Miguelzinho timbre de voz do Zezé Di Camargo da dupla Zezé Di Camargo e Luciano e uma moça que lembrava o timbre das cantoras do ritmo calypso (que na época dominava em todo o Brasil) Anne Liss. Foi então que surgiu o álbum Vol. II, lançado pela gravadora MD Music e confirmando a ideia considerada “brilhante” no meio artístico, vendeu mais de 200 mil cópias.

Em poucos meses a Banda já se tornara um fenômeno de vendas de CD e bilheteria de norte a sul do país. A Banda Bonde do Forró, ao contrário de outras bandas de forró, não se estagnou no Nordeste, ela conquista outras regiões do país como Sul e Sudeste, quebrando barreiras culturais e proporcionando interação de ritmos entre os estados. Com a ideologia de expor seu trabalho por todo país associada à inovação da mistura de forró com vozes de sucesso no mundo sertanejo, a Banda produziu seu primeiro DVD no Estado de São Paulo.

Com o tempo, o sucesso e o número de fãs só foram aumentando, com média 20 shows por mês, a banda já se apresentou nas maiores festas do Brasil, como a Festa de Peão de Barretos em três oportunidades, Nas maiores festas Juninas como a de Caruaru/PE e Campina Grande/PB, já realizou cinco turnês para os Estados Unidos, CD e DVD lançado pela maiores gravadoras e distribuidoras do Brasil, no caso a SOM LIVRE e a RADAR RECORD, já estiveram nos mais conhecidos programas da TV Brasileira, como Faustão, Gugu, Didi, Eliana e outros a nível nacional.

Nesses onze anos alcançando números impressionantes, mais de um milhão de cópias vendidas de CD e DVD, mais de doze milhões de pessoas que já assistiram ao seus show, mais de um milhão de km rodado em ônibus e avião.

Este é o Bonde do Forró, conhecido nacionalmente pelo sucesso de shows e público, mas principalmente por seus carismáticos cantores que integram a banda atualmente Lauro (o Bruno do Forró), Tiago e Juliana, juntos falam constantemente em suas entrevistas e shows que não têm Fãs, mas milhares de amigos espalhados no Brasil e no mundo e que fazem com que nossas músicas a cada ano que passe continuem sendo umas das mais executadas nas rádios, por isso em nossos shows temos sempre a preocupação de estarmos melhorando, levando sempre novidades musicais, novidades em nosso cenário com  uma mega estrutura de luz, telões de LED de alta resolução, som e imagem.

Discografia[3][editar | editar código-fonte]

  • A Locomotiva Quente do Sucesso! (2003)
  • Arrebenta Coração! - Volume 2 (2005)
  • É Amor Demais! - Volume 3 (2006)
  • Agarra Agarra! - Volume 4 (2007)
  • Ao Vivo em Barretos! (2008)
  • Canta Bruno e Marrone (2008)
  • Canta Zezé di Camargo e Luciano (2008)
  • Bar do Bonde (2016)
  • De Volta as Origens (2017)

Referências

  1. http://www.dicionariompb.com.br/bonde-do-forro Dicionário Cravo Albin da Música Brasileira. Bonde do Forró. Acesso em 06/12/2013.
  2. http://www.lastfm.com.br/music/Bonde+do+Forr%C3%B3/+wiki lastfm.com.br. Biografia. Acesso em 06/12/2013.
  3. http://www.musicapopular.org/bonde-do-forro/ musicapopular.org. Discografia. Acesso em 06/12/2013.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre música é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.