Boquim

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Boquim
  Município do Brasil  
Símbolos
Bandeira de Boquim
Bandeira
Brasão de armas de Boquim
Brasão de armas
Hino
Apelido(s) "Terra da Laranja"
Gentílico boquinense[1]
Localização
Localização de Boquim em Sergipe
Localização de Boquim em Sergipe
Boquim está localizado em: Brasil
Boquim
Localização de Boquim no Brasil
Mapa de Boquim
Coordenadas 11° 09' 02" S 37° 37' 15" O
País Brasil
Unidade federativa Sergipe
Municípios limítrofes Lagarto, Estância, Pedrinhas, Arauá, Riachão do Dantas, Salgado e Itabaianinha.
Distância até a capital 84 6 km
História
Fundação 20 de fevereiro de 1857 (163 anos)
Aniversário 21 de março de 1870
Administração
Prefeito(a) Eraldo Andrade [2] (SD, 2017 – 2020)
Características geográficas
Área total [4] 214,566 km²
População total (IBGE/2013[5]) 26 750 hab.
Densidade 124,7 hab./km²
Clima Tropical úmido a sub-úmido úmido, semi-árido[3] (As´, BSh)
Altitude 164 [3] m
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
Indicadores
IDH (PNUD/2010[6]) 0,604 médio
PIB (IBGE/2008[7]) R$ 135 432,452 mil
PIB per capita (IBGE/2008[7]) R$ 5 376,44

Boquim é um município do estado brasileiro de Sergipe; localizado na região do litoral sul do Estado é conhecido por ser a "Terra da Laranja".

História[editar | editar código-fonte]

Segundo histórias populares, cerca de 10 km da atual cidade de Boquim, o coronel José Batista fundou o povoado de Lagoa Vermelha na primeira metade do século XIX; e em 1857 o mesmo foi elevado a vila de Lagoa Vermelha por meio de lei provincial, com sede no antigo povoado.

No entanto a localidade passou por várias intercorrências que prejudicavam seus habitantes; como surtos de doenças que afetavam o local no inverno e as frequentes enchentes do rio Piauí.

Em 1869 a localidade chegou a ficar ilhada por vários dias.

Frente a isso o Padre Manoel Nogueira Cravo, vigário de Lagoa Vermelha, bem como Antônio Manoel da Fraga e o maior Venancio Fernandes lutavam para a transferência da sede para uma localidade próxima, chamada "Boquinha da Mata" (apelidada "Boquim"), cujas terras foram doadas por Antônio Araújo.

Em 21 de março de 1870, por meio da Lei provincial nº 836, transfere-se a sede vila de Lagoa Vermelha para a povoação de Boquim.

Em 16 de outubro de 1926 é elevado a categoria de município de Boquim, pela lei estadual nº 959. Buquim teve sua grafia alterada para Boquim pelo decreto estadual nº 3334, de 27 de janeiro de 1976.[1]

A Fonte da Mata[editar | editar código-fonte]

A Fonte da Mata marca um importante capítulo na hitória de Boquim, pois vem dela a origem do nome do Município. Conhecida no período colonial como "Boquinha da Mata" teve o nome deturpado pelo caboclo para "Boquim", originando daí o nome popular da freguesia. Fotos e Histórico da Fonte da Mata

Povoados de Boquim[editar | editar código-fonte]

  1. Pastor
  2. Pimenteira
  3. Varjão
  4. Olhos D'Água
  5. Cabeça Dantas
  6. Muriçoca
  7. Punga
  8. Boa Vista da Raposa
  9. Floresta
  10. Meia Légua
  11. Calitende
  12. Mangue Grande
  13. Galo Assanhado
  14. Garangau
  15. Taboca
  16. Três Irmãos
  17. Alfavaca
  18. Romão
  19. Boa Vista do Fundunga
  20. Jaboticaba
  21. Jaboticabinha
  22. Céu
  23. Colônia Boquim
  24. Carro Quebrado
  25. Nova Descoberta
  26. Pistas (01-07)
  27. Caboge


Geografia[editar | editar código-fonte]

Apresenta temperatura média anual de 24,2 °C e precipitação média de chuvas de 1.360 mm/ano, com período mais chuvoso no outono-inverno (março a agosto), sendo uma das cidades sergipanas com maior índice de chuvas.

O relevo é plano, interrompido por raras zonas residuais mais elevadas, com vales dos cursos de água da região.

Os solos da região podem ser rasos, susceptíveis ao encharcamento ou de textura argilosa profundos bem drenados. Vegetação de capoeira, caatinga, campos limpos e campos sujos. O município encontra-se na bacia hidrográfica do rio Piauí, incluindo ainda os riachos Grilo, das Domingas e do Giranga.

Possui uma área maior que a própria capital do estado.[3]

Economia[editar | editar código-fonte]

Boquim destaca-se pela citricultura, produzindo laranja, tangerina, limão, além de maracujá; atividade iniciada a partir da década de 20, quando chegaram as primeiras mudas de laranjeiras “baía”, e incrementada na década de 60 por melhor assistência técnica e subsídios financeiros. Pecuária de bovinos, eqüinos, ovinos e suínos, e a avicultura de galináceos são outras produções importantes na região.[3]

Centros comerciais[editar | editar código-fonte]

Boquim possui uma grande variedade de estabelecimentos comercias, sendo os mais conhecidos Supermercado JG, Móveis Estofados JG, Lojas Guanabara, AMS Material de Construção, Madereira Teixeira, Armazém São João, Gugu Baby, Todo Dia, Gentil, Betel, Churrascaria Bom Paladar, Farmácias JB, Escola Técnica em Saúde- SERAPH, GP Magazine, Dist. De gás chapéu de couro.

Saúde[editar | editar código-fonte]

A saúde em Boquim é administrada pela Secretaria Municipal de Saúde, com recursos oriundos do Fundo Municipal de Saúde e transferências de recursos do Ministério da Saúde, os serviços de saúde são prestados a população através da Clínica de Saúde da Família e Unidades Básicas de Saúde localizadas nos povoados para atendimento da população rural. O município participa do Programa de Saúde da Família ( PSF ) obtendo bons resultados segundo indicadores do Ministério da Saúde. Recentemente foi implantada a 10ª equipe de saúde da família no Povoado Cipó e houve a implantação do Núcleo de Apoio a Saúde da Família ( NASF ) Na Clínica de Saúde da Família. Boquim também oferece a população assistência em saúde mental através do Centro de Atenção Psicossocial Braz Fernandez Fontes (CAPS I).

Atrações[editar | editar código-fonte]

Boquim tem como principais atrações a Micareta, realizada no início de maio, e a Festa da Laranja, que é realizada em novembro, com palestras sobre os citros e shows artísticos.


Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia de Sergipe é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  1. a b «Acervo Biblioteca IBGE» (PDF)  Acervo documentação territorial: Boquim.
  2. «Prefeito eleitos no Sergipe»  Página visitada em 27/02/2017.
  3. a b c d Projeto Cadastro da Infra-Estrutura Hídrica do Nordeste, Diagnóstico do Município de Boquim, 2002.
  4. IBGE (10 de outubro de 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  5. «Estimativa Populacional 2013» (PDF). Estimativa Populacional 2013. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 4 de outubro de 2013. Consultado em 4 de outubro de 2013 
  6. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 26 de agosto de 2013 
  7. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010