Canal de Göta

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Canal de Göta
Göta kanal
Gota-channel de.svg
O Canal de Göta.
Comprimento 190 km
Inauguração 1832
Origem Lago Vänern
Foz Mar Báltico
Províncias que atravessa Gotlândia Ocidental e Gotlândia Oriental
País  Suécia
O barco Juno nas comportas do canal de Göta

O canal de Göta (Göta kanal em sueco) atravessa o Sul da Suécia, permitindo viajar de barco entre Gotemburgo e Estocolmo.[1]

O canal vai de Sjötorp, junto ao lago Vänern, até Mem, nas margens do mar Báltico. Tem uma extensão de 190 km, e uma diferença de nível de 91 m. No seu percurso existem 58 comportas e 2 aquedutos.[2] [3]

Projetado pelo arquiteto Baltzar von Platen, o canal foi aberto ao público em 1832. Na sua construção participaram 58 000 soldados[4] .

Pouco tempo mais tarde, surgiu a via férrea, e o canal perdeu importância. Mas continuou todavia a dar lucro até 1910, altura em que automobilismo moderno fez sentir o seu peso[4] .

Hoje em dia, o canal de Göta é uma atração de renome, sendo traficado por barcos de recreio e navios turísticos.[5]

Referências

  1. Göta kanal (em sueco) Enciclopédia Nacional Sueca. Visitado em 20 de dezembro de 2014.
  2. HARRISON, Dick; Mikael Gustafsson. Upplev Sveriges historia: en guide till historiska upplevelser i hela landet (em sueco). Estocolmo: Bonnier fakta, 2015. Capítulo: Östergötland. , 318 p. p. 147-149. ISBN 9789174244915 Página visitada em 17 de outubro de 2015.
  3. Ernby, Birgitta; Martin Gellerstam, Sven-Göran Malmgren, Per Axelsson, Thomas Fehrm. Norstedts första svenska ordbok (em sueco). Estocolmo: Norstedts ordbok, 2001. Capítulo: Göta kanal. , 793 p. p. 230. ISBN 91-7227-186-8
  4. a b G1. "Kanalen slår bron – än så länge" [S.l.: s.n.] Consult. 18/06/2010. 
  5. Thomas Magnusson e Peter A. Sjögren. Vad varje svensk bör veta (em sueco). Estocolmo: Albert Bonniers Förlag e Publisher Produktion AB, 2004. Capítulo: Västergötland. , 654 p. p. 227. ISBN 91-0-010680-1

Ligações externas[editar | editar código-fonte]