Cloverfield

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Cloverfield
Nome de Código: Cloverfield (PT)
Cloverfield - Monstro (BR)
 Estados Unidos
2008 •  cor •  85 min 
Direção Matt Reeves
Produção J.J. Abrams
Bryan Burk
Roteiro Drew Goddard
Elenco Michael Stahl-David
T. J. Miller
Jessica Lucas
Odette Yustman
Lizzy Caplan
Mike Vogel
Género Terror
Ficção Cientifica
Found footage
Música Michael Giacchino
Cinematografia Michael Bonvillain
Edição Kevin Stitt
Companhia(s) produtora(s) Bad Robot Productions
Distribuição Paramount Pictures
Idioma inglês
Orçamento US$ 25.000.000
Receita US$ 170.764.026 [1]
Página no IMDb (em inglês)

Cloverfield (no Brasil: Cloverfield - Monstro; Portugal: Nome de Código: Cloverfield) é um filme-catástrofe de horror americano de 2008, produzido por J.J. Abrams, dirigido por Matt Reeves e escrito por Drew Goddard. Antes do lançamento, a empresa Paramount Pictures realizou uma longa campanha de marketing viral para promover o filme. O filme acompanha cinco jovens de Nova Iorque que frequentavam um festa de despedida para um amigo na mesma noite que a cidade é misteriosamente afetada por grandes explosões. Com os primeiros trailers sendo exibidos no lançamento do filme Transformers, o projeto foi lançado no dia 17 de janeiro na Nova Zelândia e Austrália, em 18 de janeiro nos Estados Unidos. Em Portugal a estreia foi em 25 de janeiro e 8 de fevereiro no Brasil

Enredo[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

O filme é apresentado como uma série de cenas de um cartão de memória SD de uma câmera digital, obtida pelo Departamento de Defesa dos Estados Unidos, envolvendo o caso designado “Cloverfield”, encontrada na área U.S 447, “antigamente conhecida como Central Park”. A gravação segue o vídeo amador gravado por diversas pessoas durante os eventos do filme. Esta versão não é muito conhecida.

Em 26 de abril, às 06h41min AM, Rob Hawkins (Michael Stahl-David) acorda após passar a noite em companhia da amiga de longa data, Beth (Odette Yustman), no apartamento do pai dela. Logo eles planejam passar o dia em Coney Island.

Em 22 de maio, o irmão de Rob, Jason (Mike Vogel), e sua namorada Lily (Jessica Lucas) preparam o apartamento de Rob em Manhattan para sua festa de despedida; ele aceitou um emprego no escritório de sua companhia no Japão. Jason dá para seu melhor amigo, “Hud” (T. J. Miller), a câmera para gravar as despedidas de família e amigos. Hud, porém, gasta muito do seu tempo tentando chamar a atenção de Marlena, uma visitante que mostra grande indiferença e irritação com seus avanços.

Estátua da liberdade, um dos monumentos destruídos durante a história.

Beth chega à festa acompanhada, o que desanima Rob. Após notar que Hud está gravando por cima do vídeo da visita dele e de Beth a Coney Island, fica muito chateado. Como resultado, esta gravação aparece ocasionalmente durante o filme. Lily revela que Rob e Beth dormiram juntos e Beth não fala mais com ele deste então. Rob provoca Beth e seu namorado, quando estes deixam a festa abruptamente. Rob é interrogado por Hud e Jason sobre suas ações e estes o encorajam a procurar Beth em vez de ir para o Japão.

Enquanto discutem este curso de ação, a construção começa a balançar, como se atingida por um terremoto. Enquanto a construção balança, rugidos animalescos podem ser ouvidos do lado de fora. Um grande número de convidados da festa sobe para o terraço do edifício, onde podem ver um grande incêndio próximo ao porto. Logo são forçados a correr para dentro, com detritos de uma grande explosão caindo sobre eles, causando danos a várias construções e forçando os ocupantes a correrem para as ruas. Uma multidão começa a debater as causas do evento quando, subitamente, a cabeça da estátua da liberdade, arranhada e danificada, colide próximo a eles. Abaixo, na rua, um prédio começa a desabar, criando uma grande coluna de fumaça e fuligem que invade a rua. Entre as nuvens de poeira, Hud (que manteve a câmera gravando o tempo todo) percebe o que parece ser uma criatura gigante. Marlena, obviamente chocada com os eventos, comenta que acredita ter visto a criatura devorando quem estava em seu caminho.

Ponte do Brooklyn, é uma das rotas de fuga dos habitantes de Manhattan.

Rob, Jason, Hud, Marlena, e Lily, juntamente com centenas de outras pessoas, começam a caminhar em direção à ponte do Brooklyn, onde a maioria da população tenta fugir da cidade a pé. Os serviços de emergência chegam à cena e a maioria do êxodo desorganizado da cidade é calmo; as primeiras unidades dos militares de Nova Iorque começam a se mobilizar e chegam à cena.

Enquanto cruzam a ponte, Rob recebe uma ligação de Beth, que está ferida e presa no apartamento de seu pai, incapaz de se mover. Neste momento, uma enorme cauda ou membro do monstro acerta a ponte, matando Jason e dezenas de outras pessoas instantaneamente. A ponte começa a desabar parcialmente e os quatro rapidamente retornam a Manhattan. Televisores em uma loja de eletrônicos próxima mostram soldados sendo atacados por parasitas aracnídeos do tamanho de cachorros, que caem do corpo do monstro. Após algum protesto, o grupo resolve tentar salvar Beth, embora os militares estejam evacuando a cidade.

Após serem pegos entre o monstro e um inefetivo ataque militar, os amigos são forçados a buscar abrigo em uma estação de metrô. Eles caminham para norte pelos túneis, em direção ao apartamento de Beth, longe da batalha acima, apenas para encontrar um grupo de parasitas, sendo que um deles acaba mordendo Marlena. Enquanto se recuperam do ataque em um quarto de serviço, Marlena e Hud (que foi salvo por ela no encontro anterior) melhoram sua relação. Após o que parece ser um grande intervalo de tempo, o grupo escapa do metrô cruzando uma loja de departamentos abandonada. Enquanto cruzam os corredores escuros, o grupo é surpreendido por um grupo de soldados que os leva para um centro de triagem militar lotado de soldados feridos. Rob tenta convencer os militares a deixá-lo ir buscar sua amiga Beth no apartamento dela. Neste ponto, Marlena (cuja situação piorou desde que chegaram à loja) chama Hud e diz que está passando mal, começando a sangrar profundamente pelos olhos e nariz. Após uma discussão entre o grupo e os militares (que tentavam isolá-la graças a situação), pessoas em roupas especiais a levam à força para detrás de uma tela, onde aparentemente seu peito explode. Claramente abalado, Rob e os outros tentam argumentar com os soldados para permitir que continuem sua tentativa de resgate a Beth. Eventualmente um soldado mais amigável os leva para as ruas, porém avisa que estão evacuando a cidade antes da hora 06:00, quando os militares planejam acionar o protocolo "Martelo", ou seja, a destruição total da cidade de Nova Iorque.

Ponte no Central Park usada como esconderijo pelos protagonistas.

O grupo continua para o apartamento de Beth, descobrindo que o prédio parcialmente desabou em cima de uma estrutura similar. Eles sobem na torre supostamente inteira, tentando chegar ao apartamento de Beth no outro lado. Eles conseguem e encontram Beth com o ombro perfurado por uma barra de aço. Após um resgate obviamente doloroso, eles combatem mais parasitas e observam um ataque inútil de caças de combate da marinha contra a criatura. Após chegarem ao ponto de evacuação, Lily é forçada a subir em um helicóptero sem seus amigos. Rob, Hud e Beth embarcam em outro helicóptero, onde observam um avião bombardeiro começar um devastador ataque contra a criatura. O monstro parece ter caído com o ataque, para a alegria dos amigos, porém subitamente ele emerge da fumaça e acerta o helicóptero. A aeronave gravemente danificada e fora de controle pousa violentamente no meio do Central Park. A tripulação do helicóptero morre, mas os três amigos permanecem vivos com ferimentos leves. O rádio do piloto, que continua intacto, avisa que o protocolo “Martelo” começará em quinze minutos. Eles escapam dos destroços, apenas para encontrar o monstro cara a cara. Hud levanta a câmera e captura uma imagem nítida do torso e cabeça da criatura, antes que esta tente devorá-lo: Hud é morto de maneira similar a um ataque de tubarão e a câmera e metade do seu corpo caem da boca do monstro. O monstro vai embora, permitindo a Rob pegar a câmera e fugir da cena com Beth.

O casal imediatamente se abriga sob uma ponte do Central Park, quando as sirenes do ataque aéreo tocam a distância. O solo treme enquanto a força aérea tenta eliminar a criatura com uma quantidade massiva de explosivos. Na confusão e clarão das explosões, Rob abraça Beth e confessa seu amor a ela que retorna o sentimento. Então ocorre uma explosão termonuclear que acaba por destruir a superfície de Manhattan completamente, o que, supõe-se, mata a todos que se encontram ali.

A fita começa a mostrar o resto da gravação da visita de Rob e Beth a Coney Island, semanas antes do incidente. Enquanto eles conversam em uma roda-gigante, um distante objeto é visto caindo do céu até atingir o mar, a gravação acaba e, em um fundo cinza com letras garrafais, mostra que ela está em poder do governo dos EUA. Os créditos são mostrados e uma curta transmissão de rádio é ouvida, quando é dito: "Nos ajude! Ele está vivo!".

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Elenco[editar | editar código-fonte]

  • T. J. Miller como Hudson "Hud" Platt, Melhor amigo de Rob.
  • Odette Yustman como Elisabeth "Beth" Mcintyre, interesse romântico de Rob.
  • Mike Vogel como Jason Hawkins, irmão de Rob e namorado de Lily.[2]

Crítica[editar | editar código-fonte]

Cloverfield tem recepção favorável por parte da crítica profissional. Com o Tomatometer de 77% em base de 196 críticas, o Rotten Tomatoes chegou ao consenso: "Uma espécie de Bruxa de Blair que cruzou com Godzilla, Cloverfield é economicamente ritmado, estilisticamente inteligente e cheio de sustos".[3]

Design da criatura[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Clover (criatura)

Os Estúdios Tippet foram os responsáveis pela criação dos efeitos especiais da criatura. Os efeitos visuais foram incorporados após as filmagens; assim, o elenco do filme teve que interagir com uma criatura não existente, apenas foram familiarizados à arte conceitual da besta. A criatura foi desenvolvida pelo desenhista Neville Page. Ele procurou uma biologia racional para a criatura, porém muitas de suas ideias não foram para a tela. Page desenvolveu a criatura como imatura e sofrendo de grande ansiedade. Ele comparou a criatura a um elefante enfurecido, dizendo “Nada é mais assustador do que algo enorme e nervoso”.

Sequência/Spin-Off[editar | editar código-fonte]

No dia 15 de Janeiro de 2016, a Paramount Pictures liberou o trailer de 10 Cloverfield Lane, spin-off oficial de Cloverfield que havia sido filmado em segredo. No Brasil, o filme foi lançado no dia 7 de abril sob o título Rua Cloverfield, 10. O terceiro filme do universo Cloverfield, ‘’The Cloverfield Paradox’’, foi lançado na plataforma de streaming ‘’Netflix’’ no dia 04 de fevereiro de 2018, após a produtora Bad Robot de J. J. Abrams anunciar a estréia da sequência, em um intervalo do Super Bowl que ocorreu neste mesmo dia.

Referências

  1. «Cloverfield (2008) - Box Office Mojo» (em inglês). Consultado em 1 de setembro de 2013. 
  2. «Filme / DVD - Cloverfield - Monstro (Cloverfield) - InterFilmes.com». Consultado em 1 de setembro de 2013. 
  3. «Cloverfield - Rotten Tomatoes» (em inglês). Consultado em 1 de janeiro de 2014. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]