Come on Over (álbum de Shania Twain)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Come on Over
Álbum de estúdio de Shania Twain
Lançamento 4 de novembro de 1997 (1997-11-04)
Gravação 1996—97
Estúdio(s)
Gênero(s)
Duração 60:26
Idioma(s) Inglês
Gravadora(s) Mercury
Produção Robert John "Mutt" Lange
Cronologia de Shania Twain
The Woman in Me
(1995)
The Complete Limelight Sessions
(2001)
Singles de Come on Over
  1. "Love Gets Me Every Time"
    Lançamento: 23 de setembro de 1997 (1997-09-23)
  2. "Don't Be Stupid (You Know I Love You)"
    Lançamento: 11 de novembro de 1997 (1997-11-11)
  3. "You're Still the One"
    Lançamento: 27 de janeiro de 1998 (1998-01-27)
  4. "From This Moment On"
    Lançamento: 14 de março de 1998 (1998-03-14)
  5. "When"
    Lançamento: 1 de junho de 1998 (1998-06-01)
  6. "Honey, I'm Home"
    Lançamento: 19 de agosto de 1998 (1998-08-19)
  7. "That Don't Impress Me Much"
    Lançamento: 15 de dezembro de 1998 (1998-12-15)
  8. "Man! I Feel Like a Woman!"
    Lançamento: Março de 1999
  9. "You've Got a Way"
    Lançamento: Maio de 1999
  10. "Come On Over"
    Lançamento: 6 de setembro de 1999 (1999-09-06)
  11. "Rock This Country!"
    Lançamento: 10 de janeiro de 2000 (2000-01-10)
  12. "I'm Holdin' On to Love (To Save My Life)"
    Lançamento: 3 de julho de 2000 (2000-07-03)

Come on Over é o terceiro álbum de estúdio da cantora canadense Shania Twain. Foi lançado pela Mercury Records em 4 de novembro de 1997. Tornou-se o álbum de música country mais vendido história da musica, o álbum de estúdio mais vendido por uma artista feminina em todos os tempos, e o álbum mais vendido por um canadense. É o oitavo álbum mais vendido nos Estados Unidos,[1] e décimo sexto álbum mais vendido no Reino Unido.[2]

Até à data, o álbum já vendeu mais de 40 milhões de cópias em todo o mundo,[3] vendeu mais de 20 milhões de cópias nos Estados Unidos,[4] com mais de 15,7 milhões de cópias vendidas de acordo com a Nielsen SoundScan,[5] e outro 1,99 milhões através da BMG Music Clubs. O álbum estreou em primeiro lugar na parada de álbuns da Billboard Top Country Albums e ficou lá por 50 semanas não consecutivas. Ficou no Top 10 por 151 semanas. 11 das 16 músicas chegaram ao top 30 da parada Hot Country Songs, 8 das quais chegaram ao top 10, incluindo três No. 1s.[6] Twain promoveu o álbum com performances de televisão e entrevistas. Foi promovido ainda mais com o sucesso Come On Over Tour, que visitou a América do Norte, Oceania e Europa. Das 16 faixas do álbum, 12 foram lançadas como singles e a maioria se tornou um "grande sucesso" na carreira de Shania Twain. Este álbum está na lista dos 200 álbuns definitivos no Rock and Roll Hall of Fame.[7]

História[editar | editar código-fonte]

Depois de lançar e promover seu álbum The Woman in Me (1995), Em Come On Over, Twain colaborou inteiramente com o produtor e seu então futuro marido, Robert John "Mutt" Lange em uma variedade de números country pop, principalmente uptempo. Com uma liberdade muito mais criativa do que a do seu antecessor, Twain e Lange tentaram quebrar a fórmula convencional de música country do álbum e explorar o gênero country pop em toda sua extensão.

Twain decidiu não fazer uma turnê do The Woman in Me, em parte porque ela sentiu que precisava de uma música mais conhecida para fazer um show poderoso.[6] Twain e seu marido começaram a compor material para o álbum já em 1994, e muitas vezes escreviam para depois entrelaçar suas idéias. O processo de gravação foi intensivo, com Lange dedicando tempo e paciência a cada faixa individual. Embora a cantora tenha indicado suas preferências sonoras, ela finalmente cedeu toda a produção para Lange. Na versão internacional, Twain e Lange revisitaram faixas para retirá-las das influências do country e aumentar a comercialização do álbum além dos EUA e Canadá.

O álbum foi um estrondoso sucesso comercial, tornando-se o álbum de estúdio mais vendido de todos os tempos por uma artista feminina, o álbum de música country mais vendido de todos os tempos, o álbum mais vendido por um artista canadense e um dos álbuns mais vendidos da história da música. Três versões diferentes do álbum foram lançadas, a versão country original, lançada em 1997, e as versões pop e internacional revisadas lançadas em 1998 e 1999, respectivamente. O álbum também foi apoiado por uma extensa turnê mundial, Come On Over Tour.

Recepção da crítica[editar | editar código-fonte]

Críticas profissionais
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
About.com 4 de 5 estrelas.[8]
AllMusic 5 de 5 estrelas.[9]
Chicago Tribune 1.5 de 4 estrelas.[10]
Entertainment Weekly B+[11]
Robert Christgau A-[12]
Rolling Stone 3 de 5 estrelas.[13]
The Rolling Stone Album Guide 4.5 de 5 estrelas.[14]
Sputnikmusic 4 de 5 estrelas.[15]

O álbum recebeu críticas positivas de críticos de música contemporânea. AllMusic elogiou o álbum por ter se libertado com sucesso dos estereótipos tradicionais do country (brevidade musical, uma imagem flagrante de música, etc.), enquanto também elogiava Twain por criar um álbum com tanto apelo pop/rock quanto o country tradicional. Enquanto isso, a Entertainment Weekly elogiou o álbum por incorporar com sucesso uma influência substancial do rock sem perder a sensibilidade do country.

Este álbum está na lista dos 200 álbuns definitivos no Rock and Roll Hall of Fame.[16]

Desempenho comercial[editar | editar código-fonte]

Twain superou seu próprio recorde com o lançamento de Come On Over, batendo seu álbum anterior de venda de diamante, The Woman in Me, como o álbum de música country mais vendido de todos os tempos. É, de fato, o álbum mais vendido já lançado por uma artista feminina em qualquer gênero. Estreando em segundo lugar no Billboard 200 com uma moderada venda de 172.000 cópias (3.000 unidades atrás do Harlem World do Mase), o álbum mostrou sua consistência quando comercializou outras 170.000 cópias em sua segunda semana (uma queda de 1.2%) para ficar em No. 2 novamente atrás de Higher Ground de Barbra Streisand. A RIAA certificou Come on Over com Ouro, Platina e 2× platina em 23 de dezembro de 1997. Ela vendeu mais de 100.000 unidades em cada uma das 62 semanas. Durante a semana de Ação de Graças de 1999, a versão internacional do Come On Over: foi lançado em conjunto com Shania graças CBS especial, Come On Over nessa semana ganhou o título da Billboard de "Maior Ganhador", saltando de 24-11 na Billboard 200, um aumento de 246% nas vendas, de 57.000 na semana anterior para 197.000 na semana seguinte. A melhor semana de vendas do álbum foi a 110ª semana, durante a qual vendeu 355.000 unidades até chegar ao número dez (Natal de 1999). O álbum ficou no top 10 por 54 semanas, estabelecendo um recorde de maior permanência no Top 20 da Billboard 200 de 112 semanas, e no top 40 por 127 semanas consecutivas. Come On Over esteve no topo da parada de álbuns da Billboard Country album em um recorde de 50 semanas, terminando em segundo atrás de Sevens de Garth Brooks em 1998, terminando em 1999, e em terceiro em 2000, atrás de 'Fly do Dixie Chicks e Breathe do Faith Hill. Foi certificado como diamante pela RIAA em 7 de abril de 1999.[6] Apesar de suas altas vendas, o álbum nunca chegou ao topo da Billboard 200.

Come On Over foi o primeiro álbum a alcançar 14 milhões (em setembro de 2001) e 15 milhões (em agosto de 2004) em vendas nos EUA desde 1991, quando a Nielsen SoundScan começou a monitorar as vendas de música.[17] Ele é o segundo álbum mais vendido da era Nielsen SoundScan nos EUA, com mais de 15,7 milhões de cópias vendidas até outubro de 2017,[5][6] atrás de seu concorrente mais próximo, o álbum autointitulado de 1991 do Metallica (16,1 milhões até 2015).[18] No entanto, esses números não incluem vendas através de entidades como o BMG Music Club, onde o Come on Over vendeu 1,99 milhão de cópias enquanto o Metallica vendeu menos de 298.000 cópias.[19]

O álbum liderou as paradas por 11 semanas no Reino Unido. O álbum é um dos álbuns mais vendidos de todos os tempos na Austrália, alcançando 15 vezes a platina e passando 19 semanas em primeiro lugar e 165 semanas no top 100 (ou mais de três anos). Ainda é o álbum mais vendido dos anos 90 na Austrália. O álbum ficou no topo da parada de álbuns do país canadense por mais de 110 semanas (mais de dois anos). Em todo o mundo o álbum vendeu 3,4 milhões de cópias em 1997, 8,9 milhões em 1998 e mais de 15,2 milhões em 1999, permanecendo forte em 2000 vendendo outros 6,4 milhões de cópias em todo o mundo. Mais de 40 milhões de cópias foram vendidas em todo o mundo.

Faixas[editar | editar código-fonte]

Todas as canções escritas e compostas por Shania Twain e Robert John "Mutt" Lange. Destas dezesseis faixas, doze foram lançadas como singles.

N.º Título Duração
1. "Man! I Feel Like a Woman!"   3:53
2. "I'm Holding on to Love (to Save My Life)"   3:30
3. "Love Gets Me Every Time"   3:33
4. "Don't Be Stupid (You Know I Love You)"   3:35
5. "From This Moment On"   4:43
6. "Come on Over"   2:55
7. "When"   3:39
8. "Whatever You Do! Don't!"   3:47
9. "If You Wanna Touch Her, Ask!"   4:04
10. "You're Still the One"   3:34
11. "Honey, I'm Home"   3:39
12. "That Don't Impress Me Much"   3:38
13. "Black Eyes, Blue Tears"   3:39
14. "I Won't Leave You Lonely"   4:13
15. "Rock This Country"   4:23
16. "You've Got a Way"   3:24
Versão Internacional (1997)
N.º Título Duração
1. "You're Still the One"   3:32
2. "When"   3:37
3. "From This Moment On"   4:51
4. "Black Eyes, Blue Tears"   3:36
5. "I Won't Leave You Lonely"   4:06
6. "I'm Holding on to Love (to Save My Life)"   3:26
7. "Come on Over"   2:53
8. "You've Got a Way"   3:19
9. "Whatever You Do! Don't!"   3:48
10. "Man! I Feel Like a Woman!"   3:53
11. "Love Gets Me Every Time"   3:32
12. "Don't Be Stupid (You Know I Love You)"   3:33
13. "That Don't Impress Me Much"   3:58
14. "Honey, I'm Home"   3:33
15. "If You Wanna Touch Her, Ask!"   4:13
16. "Rock This Country"   4:26

Equipe e produção[editar | editar código-fonte]

Músicos[20]

  • Bruce Bouton - guitarra de aço, guitarra de aço colo
  • Larry Byrom - guitarra de slide
  • Joe Chemay - baixo, baixo fretless
  • Stuart Duncan - violino
  • Larry Franklin - violino
  • Paul Franklin - guitarra de aço, "aço cósmico"
  • Rob Hajacos - violino
  • John Hobbs - piano , Wurlitzer
  • Dann Huff - riffs de guitarra , guitarra rítmica, guitarra de caixa de conversa, guitarra de 12 cordas, guitarra de wah-wah, guitarra de seis cordas, guitara elétrica, órgão de Hammond, todas as texturas de guitarra
  • John Hughey - guitarra de aço
  • John Barlow Jarvis - piano, Wurlitzer
  • Robert John "Mutt" Lange - vocais de fundo
  • Paul Leim - bateria
  • Brent Mason - guitarra elétrica e solos
  • Joey Miskulin - acordeão
  • Michael Omartian - piano
  • Eric Silver - bandolim
  • Arthur Stead - piano, órgão , sintetizador
  • Shania Twain - vocal principal, vocais de fundo
  • Biff Watson - violão, riffs de guitarra, guitarra rítmica, guitarra de corda de nylon
  • Bryan White - vocais em "From This Moment On"

Desemepenho nas tabelas musicais[editar | editar código-fonte]

Vendas e certificações[editar | editar código-fonte]

Região Certificação Vendas
Alemanha (BVMI)[102] 3× Ouro 750,000^
Argentina (CAPIF)[103] Platina 60,000^
Austrália (ARIA)[104] 18× Platina 1,260,000^
Áustria (IFPI Áustria)[105] Ouro 25,000*
Bélgica (BEA)[106] 2× Platina 100,000*
Brasil (Pro-Música Brasil)[107] Ouro 100,000*
Canadá (Music Canada)[108] Diamante 1,948,000[109]
Dinamarca (IFPI Dinamarca)[110] 7× Platina 140,000^
Espanha (PROMUSICAE)[111] Platina 100,000^
Estados Unidos (RIAA)[112] 2× Diamante 15,671,500[113]
Finlândia (IFPI Finlândia)[114] Ouro 38,958[114]
França (SNEP)[115] Platina 300,000*
Itália (FIMI)[116] Ouro 50,000*
Japão (RIAJ)[117] Ouro 100,000^
México (AMPROFON)[118] Ouro 75,000^
Noruega (IFPI Noruega)[119] 6× Platina 300,000*
Nova Zelândia (RMNZ)[120] 21× Platina 315,000^
Países Baixos (NVPI)[121] 5× Platina 500,000^
Reino Unido (BPI)[122] 11× Platina 3,430,000[123]
Suécia (GLF)[124] 3× Platina 240,000^
Suíça (IFPI Suíça)[125] 3× Platina 150,000^
Resumo
Europa (IFPI)[126] 7× Platina 7,000,000*

*números de vendas baseados somente em certificação
^números de distribuições baseados somente em certificação

Histórico de lançamento[editar | editar código-fonte]

Região Data Formato Gravadora
Canadá[127] 4 de novembro de 1997 (1997-11-04) Edição Padrão Universal Music Group
Estados Unidos[128] Mercury Records
Austrália 10 de novembro de 1998 (1998-11-10) Universal Music Group
Alemanha[129] 5 de julho de 1998 (1998-07-05) Edição Internacional Universal Music Group

Ver também[editar | editar código-fonte]

Notas e referências

  1. «Top 100 Albums». RIAA. Consultado em 24 de Janeiro de 2013 
  2. «The UK's 60 official biggest selling albums of all time revealed». Official Charts Company. Consultado em 24 de Janeiro de 2013 
  3. Blakeley, Kiri. «Why Shania Twain Can't Sing». Forbes 
  4. «Twain's RIAA certifications». RIAA. Consultado em 24 de Janeiro de 2013 
  5. a b «Top Country Catalog Album Sales Chart: April 18, 2017». Roughstock. Consultado em 24 de Janeiro de 2013 
  6. a b c d Taylor Weatherby. «Shania Twain's 'Come On Over' Turns 20: The Singer Reflects on Going From Country Sweetheart to Best-Selling Pop Superstar». Billboard. Consultado em 24 de Janeiro de 2013 
  7. «2007 National Association of Recording Merchandisers». timepieces (em inglês). 2007. Consultado em 24 de Janeiro de 2013 
  8. Bjorke, Matt. «Come On Over - Shania Twain». About.com 
  9. Erlewine, Stephen Thomas. Come on Over (álbum de Shania Twain) (em inglês) no Allmusic
  10. Dretzka, Gary. «Shania Twain Come on Over (Mercury); Mindy McCready If I Don't Stay the Night (BNA)». Chicago Tribune. Consultado em 24 de Janeiro de 2013 
  11. J.D. Considine. «Honky-Tonk Women: Shania Twain and Wynonna Judd». Entertainment Weekly. Consultado em 24 de Janeiro de 2013 
  12. Christgau, Robert. «CG: Shania Twain». RobertChristgau.com. Consultado em 24 de Janeiro de 2013 
  13. «Shania Twain: Come On Over : Music Reviews». Rolling Stone. Consultado em 24 de Janeiro de 2013 
  14. Cross, Charles R. (2004). «Shania Twain». The New Rolling Stone Album Guide 4th ed. [S.l.]: Simon & Schuster. pp. 828–29. ISBN 0-7432-0169-8 
  15. Sputnikmusic review
  16. «The Definitive 200». Consultado em 24 de Janeiro de 2013 
  17. Paul Grein. «Chart Watch: Coldplay Sets 2014 Sales Record». Yahoo Chart Watch. Consultado em 24 de Janeiro de 2013 
  18. Caulfield, Keith. «Billboard 200 Chart Moves: Alanis Morissette's 'Jagged Little Pill' Hits 15 Million in U.S. Sales». Billboard. Prometheus Global Media. Consultado em 24 de Janeiro de 2013 
  19. David, Barry. «SHANIA, BACKSTREET, BRITNEY, EMIMEN AND JANET TOP ALL TIME SELLERS». Bertelsmann Music Group. New York: Music Industry News Network. Consultado em 24 de Janeiro de 2013 
  20. Come on Over (Notas de mídia). Mercury Records. 1997. 314-536 003-2 
  21. Offiziellecharts.de – Shania Twain – Come On Over (em alemão). GfK Entertainment. Consultado em May 10, 2017.
  22. Shania Twain – Come On Over (em inglês). Australiancharts.com. Hung Medien. Consultado em May 10, 2017.
  23. Shania Twain - Come On Over (em alemão). Austriancharts.at. Hung Medien. Consultado em May 10, 2017.
  24. Shania Twain – Come On Over (em holandês). Ultratop.be. Hung Medien. Consultado em May 10, 2017.
  25. Shania Twain – Come On Over (em francês). Ultratop.be. Hung Medien. Consultado em May 10, 2017.
  26. Shania Twain Album & Song Chart History (em inglês). Billboard Canadian Albums Chart para Shania Twain. Prometheus Global Media. Consultado em May 10, 2017.
  27. «RPM Country Albums for November 17, 1997». RPM. Consultado em 24 de Janeiro de 2013 
  28. 19990912 Top 40 Scottish Albums Archive | Official Charts (em inglês). UK Albums Chart. The Official Charts Company. Consultado em May 10, 2017.
  29. Fernando Salaverri. Sólo éxitos: año a año, 1959–2002 1st ed. Spain: Fundación Autor-SGAE. ISBN 84-8048-639-2 
  30. Shania Twain Album & Song Chart History (em inglês). Billboard 200 para Shania Twain. Prometheus Global Media. Consultado em May 10, 2017.
  31. Shania Twain Album & Song Chart History (em inglês). Billboard Top Country Albums para Shania Twain. Prometheus Global Media. Consultado em May 10, 2017.
  32. Shania Twain Album & Song Chart History (em inglês). Billboard Top Catalog Albums para Shania Twain. Prometheus Global Media. Consultado em May 10, 2017.
  33. «Hits of the World» (PDF). Billboard. Consultado em 24 de Janeiro de 2013 
  34. «Hits of the World» (PDF). Billboard. Consultado em 24 de Janeiro de 2013 
  35. Shania Twain – Come On Over (em inglês). Finnishcharts.com. Hung Medien. Consultado em May 10, 2017.
  36. Shania Twain – Come On Over (em francês). Lescharts.com. Hung Medien. Consultado em May 10, 2017.
  37. Archívum – Slágerlisták – MAHASZ – Magyar Hangfelvétel-kiadók Szövetsége (em húngaro). Mahasz.hu. LightMedia. Consultado em May 10, 2017.
  38. «Hits of the World» (PDF). Billboard. Consultado em 24 de Janeiro de 2013 
  39. Shania Twain – Come On Over (em inglês). Italiancharts.com. Hung Medien. Consultado em May 10, 2017.
  40. シャナイア・トゥエインのランキング (em Japanese). Oricon. Consultado em 24 de Janeiro de 2013 
  41. Shania Twain – Come On Over (em norueguês) Norwegiancharts.com. Hung Medien. Consultado em May 10, 2017.
  42. Shania Twain – Come On Over (em inglês). Charts.org.nz. Hung Medien. Consultado em May 10, 2017.
  43. Shania Twain – Come On Over (em holandês). Dutchcharts.nl. Hung Medien. Consultado em May 10, 2017.
  44. «Hits of the World» (PDF). Billboard. Consultado em 24 de Janeiro de 2013 
  45. 19990905 Top 40 Official UK Albums Archive | Official Charts (em inglês). UK Albums Chart. The Official Charts Company. Consultado em October 22, 2017.
  46. 19990912 Top 40 Country Albums Archive | Official Charts (em inglês). UK Albums Chart. The Official Charts Company. Consultado em May 10, 2017.
  47. Shania Twain – Come On Over (em inglês). Swedishcharts.com. Hung Medien. Consultado em May 10, 2017.
  48. Shania Twain – Come On Over (em inglês). Swisscharts.com. Hung Medien. Consultado em May 10, 2017.
  49. «Top Pop Albums of the '90s» (PDF). Billboard. Consultado em 24 de Janeiro de 2013 
  50. «Greatest of All Time Billboard 200 Albums». Billboard. Consultado em 24 de Janeiro de 2013 
  51. «Greatest of All Time Top Country Albums». Billboard. Consultado em 24 de Janeiro de 2013 
  52. «Top allertijden albums». Dutchcharts. Consultado em 24 de Janeiro de 2013 
  53. «The UK's 60 official biggest selling albums of all time revealed». OCC. Consultado em 24 de Janeiro de 2013 
  54. «Top 100 Albums of 1997». RPM. Consultado em 24 de Janeiro de 2013 
  55. «Top 50 Country Albums». RPM. Consultado em 24 de Janeiro de 2013 
  56. «1997: Billboard 200 Albums». Billboard. Consultado em 24 de Janeiro de 2013 
  57. «ARIA Charts - End Of Year Charts - Top 100 Albums 1998». ARIA. Consultado em 24 de Janeiro de 2013 
  58. «Top Albums/CDs - Volume 68, No. 12, December 14, 1998». RPM. Consultado em 24 de Janeiro de 2013 
  59. «Top 50 Country Albums». RPM. Consultado em 24 de Janeiro de 2013 
  60. «1998: Billboard 200 Albums». Billboard. Consultado em 24 de Janeiro de 2013 
  61. «Topp 40 Album Russetid 1998». VG-lista. Consultado em 24 de Janeiro de 2013 
  62. «Top Selling Albums of 1998». RIANZ. Consultado em 24 de Janeiro de 2013 
  63. «Jaaroverzichten - Album 1998» (em Dutch). Hung Medien. Consultado em 24 de Janeiro de 2013 
  64. «End of Year Album Chart Top 100 - 1998». Official Charts Company. Consultado em 24 de Janeiro de 2013 
  65. «Top 100 Album-Jahrescharts» (em German). GfK Entertainment. Consultado em 24 de Janeiro de 2013 
  66. «ARIA Charts - End Of Year Charts - Top 100 Albums 1999». ARIA. Consultado em 24 de Janeiro de 2013 
  67. «Jahreshitparade Alben 1999» (em German). Hung Medien. Consultado em 24 de Janeiro de 2013 
  68. «Jaaroverzichten 1999» (em Dutch). Ultratop. Consultado em 24 de Janeiro de 2013 
  69. «Rapports annueles 1999» (em French). Ultratop. Consultado em 24 de Janeiro de 2013 
  70. «Top Albums/CDs - Volume 70, No. 8, December 13, 1999». RPM. Consultado em 24 de Janeiro de 2013 
  71. «Top 50 Country Albums». RPM. 13 de dezembro de 1999. Consultado em 24 de Janeiro de 2013 
  72. «Chart of the Year 1999». Mogens Nielsen. Consultado em 24 de Janeiro de 2013 
  73. «1999: Billboard 200 Albums». Billboard. Consultado em 24 de Janeiro de 2013 
  74. «The Year in Music: 1999» (PDF). Billboard. Consultado em 24 de Janeiro de 2013 
  75. «Topp 40 Album Sommer 1999». VG-lista. Consultado em 24 de Janeiro de 2013 [ligação inativa] 
  76. «Top Selling Albums of 1999». RIANZ. Consultado em 24 de Janeiro de 2013 
  77. «Jaaroverzichten - Album 1999» (em Dutch). Hung Medien. Consultado em 24 de Janeiro de 2013 
  78. «Swiss Year-end Charts 1999». Hung Medien. Consultado em 24 de Janeiro de 2013 
  79. «End of Year Album Chart Top 100 - 1999». Official Charts Company. Consultado em 24 de Janeiro de 2013 
  80. «Top 100 Album-Jahrescharts» (em German). GfK Entertainment. Consultado em 24 de Janeiro de 2013 
  81. «ARIA Charts - End Of Year Charts - Top 100 Albums 2000». ARIA. Consultado em 24 de Janeiro de 2013 
  82. «Jaaroverzichten 2000» (em Dutch). Ultratop. Consultado em 24 de Janeiro de 2013 
  83. «Rapports annueles 2000» (em French). Ultratop. Consultado em 24 de Janeiro de 2013 
  84. «Chart of the Year 2000». Mogens Nielsen. Consultado em 24 de Janeiro de 2013 
  85. «2000: Billboard 200 Albums». Billboard. Consultado em 24 de Janeiro de 2013 
  86. «The Year in Music: 2000» (PDF). Billboard. Consultado em 24 de Janeiro de 2013 
  87. «Myydyimmät ulkomaiset albumit vuonna 2000» (em Finnish). Musiikkituottajat – IFPI Finland. Consultado em 24 de Janeiro de 2013 
  88. «Classement Albums - année 2000». SNEP. Consultado em 24 de Janeiro de 2013 
  89. «Hit Parade Italia» (em Italian). GfK Entertainment. Consultado em 24 de Janeiro de 2013 
  90. «Top Selling Albums of 2000». RIANZ. Consultado em 24 de Janeiro de 2013 
  91. «Topp 40 Album Vinter 2000» (em Norwegian). VG-lista. Consultado em 24 de Janeiro de 2013 
  92. «Jaaroverzichten - Album 2000» (em Dutch). Hung Medien. Consultado em 24 de Janeiro de 2013 
  93. «End of Year Album Chart Top 100 - 2000». Official Charts Company. Consultado em 24 de Janeiro de 2013 
  94. «Swiss Year-end Charts 2000». Hung Medien. Consultado em 24 de Janeiro de 2013 
  95. «The Year in Music 2001: Top Pop Catalog Albums» (PDF). Billboard. Consultado em 24 de Janeiro de 2013 
  96. «Classement Albums - année 2001». SNEP. Consultado em 24 de Janeiro de 2013 
  97. «The Official UK Singles Chart 2001» (PDF). OCC. Consultado em 24 de Janeiro de 2013 
  98. «The Year in Music 2002: Top Pop Catalog Albums» (PDF). Billboard. Consultado em 24 de Janeiro de 2013 
  99. «The Official UK Singles Chart 2002» (PDF). OCC. Consultado em 24 de Janeiro de 2013 
  100. «The Year in Music 2003: Top Pop Catalog Albums» (PDF). Billboard. Consultado em 24 de Janeiro de 2013 
  101. «The Year in Music 2004: Top Pop Catalog Albums» (PDF). Billboard. Consultado em 24 de Janeiro de 2013 
  102. «Gold-/Platin-Datenbank (Shania Twain; 'Come On Over')» (em alemão). Bundesverband Musikindustrie. Consultado em 8 de junho de 2017 
  103. «Discos de Oro y Platino» (em Spanish). CAPIF. Consultado em 8 de junho de 2017 
  104. «ARIA Charts – Accreditations – 2016 Albums». Australian Recording Industry Association. Consultado em 8 de junho de 2017 
  105. «Certificações (Áustria) (álbum) – Shania Twain – Come On Over» (em alemão). Federação Internacional da Indústria Fonográfica (Áustria). Consultado em 8 de junho de 2017  Introduza Shania Twain no campo Interpret. Introduza Come On Over no campo Titel. Seleccione álbum no campo Format. Clique Suchen.
  106. «Ultratop − Goud en Platina - 2000» (em inglês). Ultratop & Hung Medien / hitparade.ch. Consultado em 8 de junho de 2017 
  107. «Certificações (Brasil) (álbum) – Shania Twain – Come On Over». Associação Brasileira dos Produtores de Discos. Consultado em 8 de junho de 2017 
  108. «Certificações (Canadá) (álbum) – Shania Twain – Come On Over» (em inglês). Music Canada. Consultado em 8 de junho de 2017 
  109. «2014 Nielsen Music Canada Report» (PDF). Nielsen SoundScan. Consultado em 8 de junho de 2017 
  110. «Certificações (Dinamarca) (álbum) – Shania Twain – Come On Over» (em dinamarquês). Federação Internacional da Indústria Fonográfica (Dinamarca). Consultado em 8 de junho de 2017 
  111. Fernando Salaverri. Sólo éxitos: año a año, 1959–2002 1st ed. Spain: Fundación Autor-SGAE. ISBN 84-8048-639-2 
  112. «Certificações (Estados Unidos) (álbum) – Shania Twain – Come On Over» (em inglês). Recording Industry Association of America. Consultado em 8 de junho de 2017  Se necessário, clique em Advanced, depois clique em Format, e seleccione Album, e clique em SEARCH.
  113. «Top Country Catalog Album Sales Chart: April 18, 2017». RoughStock. Consultado em 8 de junho de 2017 
  114. a b «Certificações (Finlândia) (álbum) – Shania Twain – Come On Over» (em finlandês). Federação Internacional da Indústria Fonográfica (Finlândia). Consultado em 8 de junho de 2017 
  115. «Certificações (França) (álbum) – Shania Twain – Come On Over» (em francês). Syndicat National de l'Édition Phonographique. Consultado em 8 de junho de 2017 
  116. «Certificações (Itália) (álbum) – Shania Twain» (em italiano). Federazione Industria Musicale Italiana. Consultado em 8 de junho de 2017 
  117. «Certificações (Japão) (álbum) – Shania Twain – Come On Over» (em japonês). Recording Industry Association of Japan. Consultado em 8 de junho de 2017 
  118. «Certificações (México) (álbum) – Shania Twain – Come On Over» (em espanhol). Asociación Mexicana de Productores de Fonogramas y Videogramas. Consultado em 8 de junho de 2017 
  119. «IFPI Norsk platebransje» (em Norwegian). IFPI Norway. Consultado em 8 de junho de 2017 
  120. «Certificações (Nova Zelândia) (álbum) – Shania Twain – Come On Over» (em inglês). Recorded Music NZ. Consultado em 8 de junho de 2017 
  121. «Certificações (Países Baixos) (álbum) – Shania Twain – Come On Over» (em neerlandês). Nederlandse Vereniging van Producenten en Importeurs van beeld- en geluidsdragers. Consultado em 8 de junho de 2017 
  122. «Certificações (Reino Unido) (álbum) – Shania Twain – Come On Over» (em inglês). British Phonographic Industry. Consultado em 8 de junho de 2017 
  123. Garner, George. «The UK's biggest selling studio albums of all time». official charts company. Consultado em 8 de junho de 2017 
  124. «Guld- och Platinacertifikat − År 2000» (PDF) (em sueco). Federação Internacional da Indústria Fonográfica (Suécia). Consultado em 8 de junho de 2017 
  125. «The Official Swiss Charts and Music Community: Awards (Shania Twain; 'Come On Over')» (em inglês). Hung Medien. Consultado em 8 de junho de 2017 
  126. «IFPI Platinum Europe Awards – 2001» (em inglês). Federação Internacional da Indústria Fonográfica. Consultado em 8 de junho de 2017 
  127. «Come On Over». amazon.ca 
  128. «Amazon.com: SHANIA TWAIN: Come On Over: Music». amazon.com 
  129. «Come on Over». amazon.de 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um álbum de Shania Twain é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.