Cristina dos Países Baixos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Cristina
Princesa dos Países Baixos, Princesa de Orange-Nassau, Princesa de Lippe-Biesterfeld
Nascimento 18 de fevereiro de 1947
  Palácio Soestdijk, Baarn, Países Baixos
Morte 16 de agosto de 2019 (72 anos)
  Palácio Noordeinde, Haia, Países Baixos
Nome completo Maria Cristina
Marido Jorge Pérez y Guillermo
Descendência Bernardo Guillermo
Nicolás Guillermo
Juliana Guillermo
Casa Orange-Nassau (oficial)
Lipa (agnática)
Pai Bernardo de Lipa-Biesterfeld
Mãe Juliana dos Países Baixos
Religião Catolicismo
(anteriormente calvinismo)
Família principesca de Lippe
Casa de Lippe
Wappen Deutsches Reich - Fürstentum Lippe.png
  • SAS o Príncipe *
    SAS a Princesa *
    • SAS o Príncipe Herdeiro *
    • SAS o príncipe Henrique *
    • SAS o príncipe Benjamim *
    • SAS a princesa Luísa *
    • SAS a princesa Matilde *

SAS a Princesa viúva *


  • SAS o príncipe Winfried-Chlodwig *

Maria Cristina (Palácio Soestdijk, 18 de fevereiro de 1947 - 16 de agosto de 2019), foi a filha mais nova da rainha Juliana e de seu príncipe consorte Bernardo de Lipa-Biesterfeld.[1][2]

Cristina, então conhecida como "Princesa Marijke" nasceu em 18 de fevereiro de 1947, no Palácio Soestdijk, Baarn, Países Baixos. Sua mãe era a princesa Juliana, princesa de Orange, filha única e herdeira da rainha Guilhermina dos Países Baixos e seu falecido marido o duque Henrique de Mecklemburgo-Schwerin. Na época de seu nascimento, ela foi a quinta na linha de sucessão à sua avó, a rainha Guilhermina.[1][2] Seu pai era o príncipe Bernardo de Lipa-Biesterfeld, filho do príncipe Bernardo de Lipa e de sua esposa, a baronesa Armgard von Cramm.[1][2]

Christina foi o caçula de quatro irmãs, as princesas Beatriz, Irene e Margarida.[1][2]

Seus padrinhos foram: rainha Guilhermina (avó materna), a princesa Beatriz (irmã mais velha), Winston Churchill, princesa Armgard (sua avó paterna), príncipe Félix do Luxemburgo e sua sobrinha princesa Ana de Bourbon-Parma.[carece de fontes?]

Foi tia do atual rei dos Países Baixos, Guilherme Alexandre (filho de sua irmã Beatriz), e do atual Duque de Parma, o príncipe Carlos Xavier (filho de sua irmã Irene).[1][2]

Em 28 de junho de 1975, Cristina casou com o plebeu Jorge Pérez y Guillermo. Após a cerimônia na igreja teve lugar no Catedral Utrecht.[1][2] Com este casamento sem a aprovação da rainha Juliana, a princesa Cristina perdeu seu direito ao trono.[1][2] De sua união nasceram três filhos:[1][2]

  • Bernardo Federico Guillermo Tomá (21 de junho 1977, Utrecht)
    • Isabel Christina (13 de abril de 2009)
    • Julián Guillermo Jorge (21 de setembro de 2011)
  • Nicolás Daniel Mauricio Guillermo (6 de julho de 1979, Utrecht)
  • Juliana Antonia Edenia Guillermo (8 de outubro de 1981, Utrecht).

Títulos e estilos[editar | editar código-fonte]

  • 18 de fevereiro de 1947 - 16 de agosto de 2019: "Sua Alteza Real Princesa Cristina dos Países Baixos, Princesa de Orange-Nassau, Princesa de Lipa-Biesterfeld"

Ancestrais[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c d e f g h «Princesa Cristina da Holanda morre aos 72 anos». UOL. 16 de agosto de 2019. Consultado em 27 de fevereiro de 2022 
  2. a b c d e f g h «Princesa Christina, da Holanda, morre». G1. 16 de agosto de 2019. Consultado em 27 de fevereiro de 2022 
Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.