Daniel Taradash

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Daniel Taradash
Nascimento 29 de janeiro de 1913
Louisville
Morte 22 de fevereiro de 2003 (90 anos)
Los Angeles
Cidadania Estados Unidos
Alma mater Harvard Law School
Ocupação diretor de cinema, roteirista
Prêmios Oscar de melhor roteiro adaptado
Causa da morte câncer pancreático

Daniel Taradash (Louisville, 29 de janeiro de 1913 - Los Angeles, 22 de fevereiro de 2003) foi um roteirista estadunidense. Ele ganhou o Oscar de melhor roteiro adaptado pelo filme A Um Passo da Eternidade (1953).[1]

Entre os outros créditos no cinema estão Désirée, o Amor de Napoleão (1954), Férias de Amor (1955), Sortilégio de Amor (1958), Morituri (1965), A Defesa do Castelo (1969), Mulheres de Médicos (1971) e O Outro Lado da Meia-Noite (1977).

Taradash atuou como presidente da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de 1970 a 1973. Ele foi o 20º presidente da AMPAS. Em 1972, ele presenteou com um prêmio honorário Charlie Chaplin no Oscar 1972.

Taradash morreu de câncer no pâncreas em Los Angeles

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. DAVID BLOOM (25 de fevereiro de 2003). «Screenwriter Taradash dies» (em inglês). Variety. Consultado em 21 de janeiro de 2019 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]