Der Himmel über Berlin

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Der Himmel über Berlin
Cartaz para divulgação em Portugal
No Brasil Asas do Desejo
Em Portugal As Asas do Desejo
1987 •  p&b/cor •  127 min 
Direção Wim Wenders
Produção Wim Wenders
Anatole Dauman
Roteiro Wim Wenders
Peter Handke
Elenco Bruno Ganz
Solveig Dommartin
Otto Sander
Peter Falk
Género drama romântico-fantástico
Música Jürgen Knieper
Direção de fotografia Henri Alekan
Direção de arte Heidi Lüdi
Figurino Monika Jacobs
Edição Peter Przygodda
Companhia(s) produtora(s) Road Movies
Argos Films
Lançamento 17 de maio de 1987
Idioma
Cronologia
In weiter Ferne, so nah! (1993)

Der Himmel über Berlin (bra: Asas do Desejo[1][2]; prt: As Asas do Desejo[3][4]) é um filme franco-alemão ocidental de 1987, do gênero drama romântico-fantástico, dirigido por Wim Wenders, com roteiro de Peter Handke, Richard Reitinger e do próprio diretor.[2]

Sua poética é inspirada em Rainer Maria Rilke[5].

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Na gélida e devastada Berlim ainda separada pelo Muro de Berlim, um batalhão de anjos, entre eles os anjos Damiel e Cassiel, vela pelas almas perdidas que sofrem e se desesperam em silêncio.

Eles assistem às desventuras terrenas, mas não podem sentir as dores e alegrias humanas. Damiel não escapa incólume de sua condição divina, ao se apaixonar pela trapezista Marion e não poder consumar seu desejo. Para poder tocá-la, ele deve deixar de ser anjo e tornar-se humano, perdendo sua condição imortal. Para guiá-lo em sua escolha, surge um anjo caído que soube fazer a transição entre os dois mundos.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Anjo, edifício em Praga (Chéquia) homenagem ao filme em que Damiel observa os cidadãos da província de Smíchov. Obra de Jean Nouvel
  • Bruno Ganz — Damiel
  • Solveig Dommartin — Marion
  • Otto Sander — Cassiel
  • Peter Falk — ele mesmo
  • Curt Bois — Homer
  • Hans Martin Stier — o moribundo
  • Elmar Wilms — o triste
  • Sigurd Rachman — o suicida
  • Beatrice Manowski — a prostituta

Produção[editar | editar código-fonte]

Coprodução franco-alemã da Road Movies de Berlim e Argos Films, de Paris, o título em alemão significa "O Céu Sobre Berlim".[carece de fontes?]

Em 1993 seria lançada a continuação, In weiter Ferne, so nah!.[carece de fontes?]

Este filme teria um remake estadunidense em 1988: City of Angels de 1998, com Nicolas Cage e Meg Ryan.[carece de fontes?]

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Prêmio/evento Categoria Recipiente Resultado
Festival de Cannes 1987 Palma de Ouro (melhor filme) Indicado
Prêmio de direção Wim Wenders Venceu
Independent Spirit Awards 1989 Melhor filme estrangeiro Venceu
Mostra Internacional de Cinema de São Paulo 1988 Prêmio da Audiência de melhor filme Venceu
BAFTA 1989 Melhor filme em língua não inglesa Indicado
Prêmio César 1988 Melhor filme não francês Indicado

Referências

  1. «Asas do Desejo». Brasil: AdoroCinema. Consultado em 14 de fevereiro de 2020 
  2. a b «Asas do Desejo». Brasil: CinePlayers. Consultado em 14 de fevereiro de 2020 
  3. «As Asas do Desejo». Portugal: SapoMag. Consultado em 14 de fevereiro de 2020 
  4. «As Asas do Desejo». Portugal: CineCartaz. Consultado em 14 de fevereiro de 2020 
  5. Atílio Avancini (21 de outubro de 2012). «Asas da história, anjos do desejo». Revistas USP. Consultado em 30 de março de 2016 
Ícone de esboço Este artigo sobre um filme alemão é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.