Diário da Manhã (TVI)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde julho de 2011). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Diário Da Manhã
Informação geral
Formato Telejornal
Duração 3h30
Criador(es) TVI
País de origem Portugal Portugal
Idioma original Português
Produção
Diretor(es) Sérgio Figueiredo
Produtor(es) TVI
Apresentador(es) Patrícia Matos
Exibição
Formato de exibição 576i (SDTV)
16:9
Transmissão original 15 de Setembro de 2003 - atualmente
Cronologia
Programas relacionados Jornal da Uma
Jornal das 8

O Diário da Manhã é um programa informativo da manhã com transmissão em simultâneo na TVI e TVI24 e que é apresentado por Patrícia Matos, de segunda a sexta-feira entre 6h30m e 10h.

Durante o programa, para além de toda a informação nacional, internacional, política, cultural, mundial, social e desportiva, é frequente a atualização do estado do trânsito nas cidades de Lisboa e Porto, e da meteorologia para todos os distritos do país. É frequente também a presença de convidados em estúdio para debater alguns assuntos específicos, além das ligações à Agência Financeira, para a atualização do estado das bolsas na sua abertura e debater alguns assuntos económicos relevantes no país e no mundo.

Fernando Correia é o comentador desportivo no Diário da Manhã e todas as segundas e sextas-feiras analisa os resultados e antevê os jogos dos três grandes.

Nas audiências, o Diário da Manhã vence a Edição da Manhã da SIC o e o Notícias CM da CMTV e perde para o Bom Dia Portugal da RTP1,

História[editar | editar código-fonte]

2003: No dia 15 de Setembro arranca o Diário da Manhã, com apresentação de Henrique Garcia e Júlia Pinheiro.

2004: Neste ano a TVI troca de apresentadores, saem Henrique Garcia e Júlia Pinheiro e entram o Rui Pedro Batista e Leonor Poeiras.

2005: A TVI volta a mudar de apresentadores, entram José Carlos Araújo, Susana Bento Ramos e Susana Bacelar para conduzir o programa em que as duas jornalistas rodavam semanalmente na condução do Diário da Manhã.

2006: Neste ano entrava Rute Cruz e saía Susana Bacelar mas o resto do painel mantinha-se no programa.

2009: Após a saída de José Carlos Araújo para a TVI24, de Susana Bento Ramos e de Rute Cruz (falecida em 2008), em 2007, devido a doença, a TVI aposta em Ana Guedes Rodrigues que foi contratada ao Porto Canal e apostou-se na apresentação singular ao invés do que era habitual.

2009: Ana Guedes Rodrigues saí do programa para a abraçar um novo projecto na TVI e é substituída por Rita Rodrigues.

2010: Rita Rodrigues abandona a condução do programa devido a gravidez e a TVI apostou no regresso à antena de José Manuel Santos e na jovem jornalista Patrícia Matos, em rotatividade semanal.

2011: Neste ano a TVI reformulou o espaço informativo da manhã e voltou apostar nas duplas de apresentadores para conduzir o programa simultaneamente Patrícia Matos e Frederico Mendes Oliveira vindo da TVI24 para substituir José Manuel Santos que passou a desempenhar o lugar de editor do Diário da Manhã.

2012: No dia 9 de janeiro Ana Sofia Cardoso ocupa o lugar de Patrícia Matos que deixou o programa para abraçar um novo projecto na TVI e faz dupla com Frederico Mendes Oliveira.

2015: O informativo passa a ser transmitido dos estúdios da TVI24 e encerra-se mais cedo na TVI para a transmissão das Cartas da Alma. Em meados de julho, retomou a ser exibido no centro de notícias da TVI e voltou a ter sua íntegra exibida no canal generalista. A apresentação é de Patrícia Matos.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre televisão é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.