Didi Quer Ser Criança

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Didi Quer Ser Criança
Didi Quer Ser Criança.jpg
 Brasil
2004 •  cor •  84 min 
Direção Alexandre Boury
Fernando Boury
Elenco Renato Aragão
Pedro Malta
Cláudio Heinrich
Werner Schünemann
Elias Gleizer
Didi Wagner
Malu Rodrigues
Género Comédia
Música Mú Carvalho
Companhia(s) produtora(s) Renato Aragão Produções Artísticas
Diler e Associados
Distribuição Columbia TriStar
Lançamento 9 de julho de 2004[1]
Idioma Português
Cronologia
Último
Didi, o Cupido Trapalhão (2003)
Didi, o Caçador de Tesouros (2006)
Próximo
Página no IMDb (em inglês)

Didi Quer Ser Criança é um filme brasileiro de 2004 dirigido por Alexandre Boury e Fernando Boury. [2] Estrelado pelo comediante Renato Aragão, interpretando seu clássico personagem Didi. No elenco também está Werner Schunemann, Cláudio Heinrich, Didi Wagner, Daniela Cicarelli, Elias Gleizer, Charles Paraventi, Pedro Malta e Malu Rodrigues. O filme também contou com a participação musical da cantora Luka.

Didi Quer Ser Criança conta a história de Didi e seu amigo Felipinho (Pedro Malta) que descobrem balas mágicas, capazes de transformar em criança ou adulto, quem come-las. O filme foi indicado ao Grande Prêmio Brasileiro de Cinema na categoria Melhor Maquiagem. [3]

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Didi (Renato Aragão) é funcionário de uma pequena fábrica de doces, a Cosme e Damião, de propriedade de Seu Tião (Elias Gleizer). De repente, o dono descobre que as vendas dos doces caíram vertiginosamente, devido principalmente à concorrência de uma poderosa empresa, a Pirulito Dourado, cujo dono é o inescrupuloso empresário Armando (Werner Schünemann), e que faz sucesso devido a seus doces extremamente artificiais e suas agressivas campanhas de marketing. O trapalhão Didi pensa em como poderia voltar a ser criança, para poder ajudar o patrão.

Didi tem como melhor amigo o jovem Felipe (Pedro Malta), que tem como sonho tornar-se adulto para poder se aproximar das mulheres. De repente, algumas balas mágicas aparecem, fazendo com que Didi e Felipe troquem de personalidade: Didi vira criança (sendo vivido por Bruno Cariati e dublado por Renato Aragão) e Felipe vira adulto (e passa a ser interpretado por Cláudio Heinrich).

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]