Divino de São Lourenço

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Divino de São Lourenço
"Cidade Natureza"
Cachoeira Alta, no entorno do Parque Nacional do Caparaó

Cachoeira Alta, no entorno do Parque Nacional do Caparaó
Bandeira desconhecida
Brasão desconhecido
Bandeira desconhecida Brasão desconhecido
Hino
Aniversário 5 de junho de 1964
Fundação 30 de Dezembro de 1963
Gentílico divinense
Prefeito(a) Miguel Lourenço da Costa (PMDB)
(2013–2016)
Localização
Localização de Divino de São Lourenço
Localização de Divino de São Lourenço no Espírito Santo
Divino de São Lourenço está localizado em: Brasil
Divino de São Lourenço
Localização de Divino de São Lourenço no Brasil
20° 37' 12" S 41° 41' 09" O20° 37' 12" S 41° 41' 09" O
Unidade federativa  Espírito Santo
Mesorregião Sul Espírito-santense IBGE/2008 [1]
Microrregião Alegre IBGE/2008 [1]
Municípios limítrofes Ibitirama ao Norte e Leste, Guaçuí ao Sul e Dores do Rio Preto ao Oeste
Distância até a capital 222 km
Características geográficas
Área 175,792 km² [2]
População 4 669 hab. IBGE/2014[3]
Densidade 26,56 hab./km²
Altitude 680 m
Clima Tropical de Altitude Cwa
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,632 médio PNUD/2010 [4]
PIB R$ 34 608,955 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 6 925,95 IBGE/2008[5]
Página oficial

Divino de São Lourenço é um município do estado do Espírito Santo, no Brasil.

História[editar | editar código-fonte]

Habitada inicialmente por índios puris, a região foi ocupada no século XIX por desbravadores vindos da Província de Minas Gerais, que implantaram a cultura do café na região. Inicialmente, a mão de obra utilizada foi a escrava. Com a abolição da escravatura em 1888, a mão de obra passou a ser constituída por trabalhadores europeus e asiáticos, principalmente italianos.[6]

O nome inicial da vila, formada por doação de terras de João Vicente Soares para a Igreja Católica, era Imbuí, termo de origem tupi antiga que significa "rio das cobras" ou "rio dos imbus".[7] A vila, junto com Ibitirama, Ibatiba, Iúna e Irupi, formava as cinco localidades começando com "i" da região. Em 5 de junho de 1964, foi criado o município de Divino de São Lourenço. O nome é uma junção de "Divino Espírito Santo" (expressão que constava na escritura das terras que formaram a cidade) e "São Lourenço", o padroeiro da cidade.[8]

Geografia[editar | editar código-fonte]

Está situado a 690 metros de altitude, e tem a maior reserva de mata atlântica dentre os municípios que formam a região do Caparaó. É cercado por inúmeras cachoeiras de águas límpidas e cristalinas.

Economia[editar | editar código-fonte]

Tem, como atividade econômica principal, a agropecuária, baseada na exploração de leite e café. E está se iniciando a fruticultura no município.

Turismo[editar | editar código-fonte]

É conhecida na região como Cidade Natureza. No município, se localizam as maiores reservas de Mata Atlântica primária de toda a Serra do Caparaó, e várias cachoeiras de águas cristalinas, dentre elas a do Granito, a Cachoeira Alta e a das Andorinhas, localizadas a 11 km da sede, no distrito de Patrimônio da Penha. Localiza-se a 23 km do acesso ao Pico da Bandeira, situado em Pedra Menina, distrito de Dores do Rio Preto, uma cidade vizinha, que, como Divino de São Lourenço, é hospitaleira, com a simplicidade da população conquistando os visitantes. Divino de São Lourenço é pouco conhecida dos capixabas. É um lugar calmo, com muita natureza e ar puro.

Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008. 
  2. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010. 
  3. «Estimativa populacional 2014 IBGE». Estimativa populacional 2014. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2014. Consultado em 29 de agosto de 2014. 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 31 de agosto de 2013. 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010. 
  6. Pérola do Caparaó. Disponível em http://guacui.peroladocaparao.com.br/sobre-a-cidade/. Acesso em 2 de junho de 2016.
  7. NAVARRO, E. A. Dicionário de Tupi Antigoː a Língua Indígena Clássica do Brasil. São Paulo. Global. 2013. p. 568.
  8. Prefeitura Municipal de Divino de São Lourenço. Disponível em http://www.dslourenco.com.br/historia.html. Acesso em 2 de junho de 2016.
Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Divino de São Lourenço

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado do Espírito Santo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.