Ecologia urbana

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ocupação urbana na Reserva Florestal do Grajaú, na zona norte do Rio de Janeiro.

Ecologia urbana é uma nova área de estudos ambientais que procura entender os sistemas naturais dentro das áreas urbanas, ou seja, é um conceito ecológico que tem por base a análise e observação das relações urbanas com a fauna e flora, as quais podem estar dentro ou nos arredores dos centros das cidades.[1]

É uma área que trabalha com as interações entre plantas, animais e seres humanos. Ecologistas urbanos estudam árvores, rios, vida selvagem e áreas livres que podem ser encontrados nas cidades para entender até que ponto esses recursos são afetados pela poluição, urbanização e outras formas de pressão causadas pelos seres humanos .[1]

Importância[editar | editar código-fonte]

Estudos em ecologia urbana servem de parâmetros para um conceito de cidades como parte de um ecossistema vivo, o qual o homem deve se preocupar.[1]

Ao longo da história, pode-se ver claramente que o meio ambiente foi alterado de forma radical[2]. Por esse motivo, a ecologia urbana adquiriu grande importância, tornando-se essencial para o estudo das relações entre os seres vivos e o meio ambiente em que vivem .[3]

Como exemplo, temos as nascentes de água e reservas subterrâneas que são infectadas ou extintas através da ocupação e utilização descontrolada das mesmas. Essa dura realidade faz-se evidente nas grandes cidades com altos índices de poluição ambiental, gerada após anos de descaso com os recursos naturais presentes restantes no meio urbano.[3]

Aplicar políticas que visem a conscientização acerca de problemas ambientais urbanos e a introdução à cultura de sustentabilidade na população é fundamental para garantir uma condição de vida melhor para todos e potencializar a utilização ecologicamente correta dos meios sustentáveis.[3]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c SANTOS, A. R Dos. «CONCEITO DE ECOLOGIA URBANA» (PDF). SEAERJ. Consultado em 17 de janeiro de 2018 
  2. Neto R.J, MARIA (2011). «A AÇÃO HUMANA SOBRE O MEIO AMBIENTE E O DESMATAMENTO NA AMAZÔNIA» (PDF). UNIPAC. Consultado em 18 de janeiro de 2018 
  3. a b c BERDOULAY, V. (1999). «A ECOLOGIA URBANA, O LUGAR E A CIDADANIA» (PDF). Revista Território, Rio de Janeiro. Consultado em 17 de janeiro de 2018 
Ícone de esboço Este artigo sobre ambiente é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Ícone de esboço Este artigo sobre Ecologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.