Elemento químico representativo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
A tabela periódica dos elementos químicos. As colunas representam os grupos. Os grupos 1, 2 e 13 a 18 constituem o grupo dos elementos representativos.

Elementos químicos representativos são, na química e física atômica, o grupo de elementos cujos membros mais leves são representados pelo hélio, lítio, berílio, boro, carbono, nitrogênio, oxigênio e flúor, como disposto na tabela periódica dos elementos. Os elementos representativos incluem os elementos (exceto o hidrogênio) dos grupos 1 e 2 (bloco s), e os grupos de 13 a 18 (bloco p). Os elementos do grupo 12 são considerados metais de transição; no entanto, zinco, cádmio, e mercúrio compartilham algumas propriedades com ambos os grupos (representativos e de transição), portanto alguns cientistas acreditam que eles devem ser incluídos no grupo dos elementos representativos.[1][2]

Na Terra, os elementos representativos são os mais abundantes, bem como no Sistema Solar e no universo.

Configuração eletrônica[editar | editar código-fonte]

A configuração eletrônica dos elementos representativos apresenta o último nível com a seguinte distribuição:

ns¹;
ns², ou em
nnp1 a 5, onde n é o número quântico principal do último nível de energia.

Desta forma, temos:

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Nomenclature of Inorganic Chemistry». International Union of Pure and Applied Chemistry. Consultado em 27 September 2011  Verifique data em: |access-date= (ajuda)
  2. Jensen, William B. (2003). «The Place of Zinc, Cadmium, and Mercury in the Periodic Table» (PDF). Journal of Chemical Education. 80 (8): 952–561. Bibcode:2003JChEd..80..952J. doi:10.1021/ed080p952 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]