Saltar para o conteúdo

Enlightenment

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
 Nota: Se procura o conceito do século XVIII, veja Iluminismo.


Enlightenment
An Enlightenment DR 17 desktop

Enlightenment DR17
Desenvolvedor Carsten Haitzler e sua equipe [1][2][3]
Versão estável E16 1.0.4 (8 de agosto de 2010; há 13 anos)
Versão em teste E17 0.16.999.49898 (27 de junho de 2010; há 14 anos)
Sistema operacional GNU/Linux
FreeBSD
UNIX
Gênero(s) Gerenciador de janelas
Licença Licença BSD
Página oficial enlightenment.org

O enlightenment é um ambiente de trabalho (desktop environment) completamente open-source e independente que tem sido desenvolvido desde 1997.

Embora seja à primeira vista só um "gestor de janelas", por ter um vasto leque de aplicações, bibliotecas e serviços, pode ser considerado de fato um DE independente.

A última versão "estável" do enlightenment (também às vezes chamado só de E) é a 0.16 (E16).

Depois de finalizado o desenvolvimento dessa versão, os autores do enlightenment começaram a trabalhar no atual E17. Este é atualizado todos os dias.

Por ser totalmente independente de distribuição e por não usar nem bibliotecas do QT (KDE) ou GTK (Gnome, Xfce) tem utilizadores em qualquer distro.

Estas comunidades geralmente mantêm um repositório de binários para este desktop mas é preferível, devido ao grau de periodicidade de atualização deste, instalar e atualizar sempre a partir da source no CVS oficial.

Voltando ao E propriamente dito, este desktop tem uma estrutura de composição do ambiente de trabalho feita por modules (módulos) e shelves (barras). Depois de ser instalado, ele corre uma série de módulos e de serviços considerados básicos como o módulo pager (desktops virtuais), o ibar (uma espécie de quick launch bar) ou a ibox (aplicações minimizadas). Todos estes módulos são inseridos como gadgets nas shelves.

Como há um desenvolvimento constante do código-fonte, existem muitas aplicações/módulos/bibliotecas que deixam de ser desenvolvidas e algumas que são adicionadas.

Para manter a sua independência de qualquer outro sistema de desktop à partida o E17 faz virtualmente tudo, entre as suas próprias aplicações e as do X11 (xterm, xmms, etc); no entanto, a experiência prova que as eapps (aplicações do sistema E) ainda têm muitos erros e são extremamente difíceis de domesticar, de modo que muitas coisas são substituídas, na maior parte dos casos, por aplicações de sistemas GTK.

O E além de ter o seu completo sistema de bibliotecas gráficas (EFL) tem o chamado entrance, que é uma alternativa ao GDM (Gnome, Xfce) ou KDM (KDE).

Enlightenment DR17

A primeira versão do Enlightenment foi desenvolvida por Rasterman (Carsten Haitzler) em 1997.

Enlightenment está em desenvolvido por uma década; sua última versão é a E16 1.0.1.

Depois de mais de 10 anos em desenvolvimento, no dia 21 de Dezembro de 2012 foi lançada oficialmente a versão 0.17, mais conhecida com E17.

Desenvolvedores

[editar | editar código-fonte]
  • Carsten "Rasterman" Haitzler – Desenvolvedor inicial
  • Kim "kwo" Woelders – Mantenedor do E16
  • Hisham "CodeWarrior" Mardam Bey[1]
  • Christopher "devilhorns" Michael
  • Geoff "Mandrake" Harrison[2]
  • Elivecd - Uma distribuição Linux baseada no Debian que usa o gerenciador de janelas Enlightenment.
  1. Hisham Mardam Bey. «About Me». CodeWarrior's Cruft. Consultado em 22 de outubro de 2009. Arquivado do original em 31 de maio de 2012 
  2. «About Mandrake». mandrake.net 

Ligações externas

[editar | editar código-fonte]
Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.