Diferenças entre edições de "Metropolitan Opera"

Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
3 bytes removidos ,  11h53min de 1 de dezembro de 2012
m
Typo fixing, typos fixed: incluíndo → incluindo (2), idéias → ideias utilizando AWB (8686)
m
m (Typo fixing, typos fixed: incluíndo → incluindo (2), idéias → ideias utilizando AWB (8686))
{{geocoordenadas|40_46_22_N_73_59_03_W_type:landmark_region:US-NY|40° 46' 22" N, 73° 59' 3" W}}
[[Ficheiro:Metropolitan Opera House At Lincoln Center.jpg|thumb||300px|Metropolitan Opera no Lincoln Center para Artes, visto do Lincoln Center Plaza.]]
O '''Metropolitan Opera Association''' (''Associação do Metropolitan Opera'') de [[Nova Iorque]], foi fundada em [[28 de abril]] de [[1880]]<ref>T [http://query.nytimes.com/gst/abstract.html?res=9500E7D81F31EE3ABC4151DFB266838B699FDE HE NEW OPERA-HOUSE.; FORMAL ORGANIZATION OF THE COMAPANY-- THE OFFICERS ELECTED], ''[[The New York Times]]'', April 29, 1880</ref>, é o maior palco de apresentações de todos os tipos de [[ópera]], incluíndoincluindo a [[grande ópera]]. Peter Gelb é o diretor geral da companhia. O diretor musical, desde 1976, é o maestro americano [[James Levine]].
 
O Metropolitan Opera é a maior organização clássica dos Estados Unidos e apresenta anualmente 220 performances de ópera. A cada da companhia é o [[Metropolitan Opera House]], que é considero o melhor palco de óperas em todo o mundo e sendo quase o maior do mundo. O Met, como é normalmente chamado, é uma das doze organizações residentes do [[Lincoln Center|Centro de Performances Artísticas Lincoln Center]].
===Primeiros Anos===
[[Ficheiro:Metropolitan Opera auditorium.jpg|thumb||300px|Auditório da Metropolintan Opera.]]
O Metropolitan Opera Association foi fundado em 1880 como uma alternativa para a Academia de Música. A Academia representava o mais alto círculo social na sociedade de Nova Iorque e os seus diretores não admitiam membros de novas famílias opulentas dentro do seu círculo. O grupo inicial de assinantes incluiu as famílias Morgan, Roosevelt, Astor e Vanderbilt. A criação destes, o Metropolitan Opera, em muito superou a Academia. Henry Abbey foi o administrador da temporada inicial, de 1883 até 1884, abrindo com uma performance de [[Faust (ópera)|Faust]] de [[Charles Gounod]], dia 22 de outubro de 1883, com a brilhante [[soprano]] sueca [[Christina Nilsson]] no papel principal. Faust foi apresentado em italiano, como todas as óperas na primeira temporada, incluíndoincluindo as óperas escritas em francês e alemão.
 
Seguindo a temporada inicial de Abbey, a qual resultara em grandes déficits, as óperas eram feitas com elencos regimentados de cantores alemães que não cobravam um alto salário (os quais, mesmo assim, incluíam alguns dos mais célebres cantores da Europa) que executavam um repertório internacional, embora sendo em alemão.
Joseph Volpe foi o segundo administrador do Met a permanecer por mais tempo no cargo, 16 anos ao total, de 1990 a 2006. Ele foi o chefe do Met, após crescer na companhia, tendo começado sua carreira lá como carpinteiro, em 1964. Volpe expandiu as atividades internacionais do Met e inaugurou as séries da orquestra no [[Carnegie Hall]]. Durante sua gerstão, o Met expandiu-se consideravelmente seu repertório, oferecendo quatro premières mundiais e 22 premières no Met, tendo apresentado mais trabalhos novos do que na gestão de Gatti-Casazza. Volpe nomeou [[Valery Gergiev]] como Maestro Convidado Principal em 1997 e maestro chefe do repertório russo. [[Marcelo Álvarez]], [[Cecilia Bartoli]], [[José Cura]], [[Diana Damrau]], [[Natalie Dessay]], [[Renée Fleming]], [[Juan Diego Flórez]], [[Marcello Giordani]], [[Angela Gheorghiu]], [[Susan Graham]], [[Ben Heppner]], [[Dmitri Hvorostovsky]], [[Salvatore Licitra]], [[Anna Netrebko]], [[René Pape]], [[Bryn Terfel]] e [[Deborah Voigt]], foram alguns dos cantores que apareceram no Met durante sua gestão.
[[Ficheiro:Metropolitan Opera House, a concert by pianist Josef Hofmann - NARA 541890 - Edit.jpg|thumb|left|300px|Em 28 de novembro de 1937]]
O atual gerente geral é Peter Gelb. Gelb começou a fazer seus planos para o futuro em abril de 2006. Estes planos incluiam mais produções novas a cada ano, idéiasideias para cortar custos de montagem e para atrair novo público sem afastar os já existentes amantes de ópera, cuja faixa etária no Met é acima de 60. Gelb vê tais assuntos como cruciais para uma organização que, muito mais do que qualquer outra grande casa de ópera do mundo, é dependente de financiamentos particulares.
 
Até o fim da década de 1990, o Metropolitan Opera manteve-se tradicional em suas novas produções. Recentemente, seguindo a influência original de Patrice Chéreau e as tendências já estabelecidas em muitas outras casas de óperas ao redor do mundo (particularmente na Europa), desde então, as produções tradicionais tem se tornando raras no Met<ref>[http://www.nytimes.com/2006/09/27/arts/music/27butter.html?scp=6&sq=minghella%20butterfly%20met%20opening&st=cse Anthony Tommasini, "The Tragedy of ‘Butterfly,’ With Striking Cinematic Touches". ''New York Times'', September 27, 2006.]</ref>.
 
===Metropolitan Opera House, Filadélfia===
[[File:Metropolitan Opera staircase from above.jpg|thumb|right|200px|Escadarias do [[ Metropolitan Opera House]]]]
A casa de óperapara as performances regulares na [[Filadélfia]], foi construída originalmente em 1908 por Oscar Hammerstein I, a Casa de Ópera da Filadélfia. Renomeada para Metropolitan Opera House, o teatro foi usado pelo Met de 1910 até ela ser vendida<ref>{{cite web|url=[http://query.nytimes.com/gst/abstract.html?res=9907EED81131E03ABC4B53DFB266838B639EDE WILL SELL OPERA HOUSE.; Philadelphia Metropolitan Building to be Auctioned April 28]|last=anonymous |first= |date=April 3, 1920 |publisher=''The New York Times''}}</ref>, em abril de 1920. A estreia do Met na casa foi em 13 de dezembro de 1910, com uma performance de [[Tannhäuser]] de [[Richard Wagner]], com Leo Slezak e Olive Framstad<ref>{{cite news|title=[http://query.nytimes.com/gst/abstract.html?res=9400E3D91330E233A25757C1A9649D946196D6CF PHILADELPHIA OPERA OPENS.; Metropolitan Company Gives "Tannhaeuser" Before Big Audience.]|last=anonymous |first= |date=December 14, 1910 |publisher=''The New York Times'' }}</ref>.
 
81 970

edições

Menu de navegação