Forças Armadas da Coreia do Sul

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Forças Armadas da Coreia do Sul
대한민국 국군 (大韓民國國軍)
Emblem of the Armed Forces of the Republic of Korea.png
País Coreia do Sul Coreia do Sul
Fundação 1948
Ramos Flag of the Republic of Korea Army.svg Exército da Coreia do Sul
Naval Jack of South Korea.svg Marinha da Coreia do Sul
Roundel of the Republic of Korea Air Force.svg Força Aérea da Coreia do Sul
Flag of Republic of Korea Marine Corps.svg Fuzileiros Navais da Coreia do Sul
Sede(s) Seul
Lideranças
Presidente da Coreia do Sul Park Geun-hye
Ministro de Defesa Han Min-goo
Chefe de Estado Maior Almirante Choi Yoon-Hee
Idade dos militares Para homens entre 19 a 35 anos de idade, em tempos de guerra entre 18 a 45 anos de idade
Conscrição Serviço militar obrigatório
Apto para o
serviço militar
12 483 677 (estimativa de 2005), idade 15–49
Pessoal ativo 630 000[1]
Pessoal na reserva 2 970 000 (2014)[1]
Despesas
Orçamento USD$ 35,7 bilhões (2014)
Percentual do PIB 2,38% (2014)
Indústria
Fornecedores nacionais Daewoo, Doosan, Hyundai, Samsung, entre outros
Fornecedores estrangeiros  Bélgica
 França
 Alemanha
 Israel
 Itália
 Países Baixos
 Polónia
 Rússia
Flag of Spain.svg Espanha
 Reino Unido
 Estados Unidos
Artigos relacionados
História Guerra da Coreia (1950–1953)
Guerra do Vietnã (1964–1973)
Soldados sul coreanos em uma apresentação.

As Forças Armadas da República da Coreia (Hangul: 대한민국 국군; Hanja: 大韩民国 国 军) ou Forças Armadas da Coreia do Sul se compõem da seguinte maneira:[2]

Criadas em 1948, após a divisão da Península Coreana, as Forças Armadas da República da Coreia são uma das maiores do mundo, com uma força de soldados relatada de 3,853 milhões em 2010 (653 mil em força ativa e reservas regulares de 3,2 milhões).

As forças militares da República da Coréia são responsáveis por manter a soberania e a integridade territorial do país, mas muitas vezes se envolveram em esforços humanitários e de socorro em catástrofes em todo o território nacional. Mais recentemente os militares começaram a aumentar sua participação nas questões internacionais, reconhecendo o seu papel e responsabilidade como o décimo quinto poder econômico no mundo em termos de PIB. Os militares sul-coreanos tem participado de várias operações de paz e de operações contra o terrorismo.

O exército sul-coreano conta com mais de 2,3 mil tanques em operação,[3] enquanto a marinha tem a quinta maior frota de contratorpedeiros no mundo.[4] A força aérea é a nona maior do seu tipo, e conta principalmente com aviões de caça estadunidenses, como o F-15K, KF-16 e o KAI T-50 Golden Eagle.[5]

Historia[editar | editar código-fonte]

Guerra da Coreia[editar | editar código-fonte]

As forças armadas sul-coreanas foram, em grande parte, forcas policiais até a eclosão da Guerra da Coreia. Durante o inicio da Guerra da Coreia, a Coreia do Norte invadiu o território sul-coreano. O exercito sul-coreano foi fortemente danificado pelos ataques norte-coreanos e chineses e, no início, dependia quase inteiramente do apoio dos Estados Unidos em armas, munições e tecnologia. Em 25 de junho de 1950, o Conselho de Segurança das Nações Unidas aprovou, por unanimidade, a resolução 82, condenando a invasão da Coreia do Norte contra seu vizinho do sul.[6]

Apos três anos de guerra, em 1953, foi assinado um armistício, encerrando a Guerra da Coreia, porém, até os dias atuais, nenhum tratado de paz foi firmado entre as duas Coreias.[7] O norte, contudo, alega que venceu a guerra.[8]

Referências

  1. a b «국방백서 2014» (PDF) [S.l.: s.n.] December 2014. 
  2. [http://www.globalsecurity.org/military/world/rok/intro.htm Overview: Republic of Korea Military Guide]
  3. «Tank Strength by Country». Consultado em 13 de Maio de 2016. 
  4. «Naval Destroyer Warship Strength by Country». Consultado em 13 de Maio de 2016. 
  5. Jung Sung-Ki (2008). «US Pilots Test Fly T-50 Trainer» (em inglês). Korea Times.oc.kr. Arquivado desde o original em 4 de fevereiro de 2012. Consultado em 6 de abril de 2010. 
  6. Malkasian, Carter (2001). The Korean War, 1950–1953 [S.l.: s.n.] 
  7. «Korea: Neutral Nations Supervisory Commission." State Department statement regarding the status of the mechanism designed to transform the armistice between the two Koreas into a stable peace accord». Consultado em 14 de Maio de 2016. 
  8. Jong Ho, Ho (1993). The US Imperialists started the Korean War. [S.l.: s.n.] p. 230. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre tópicos militares é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


Bandeira da Coreia do Sul Coreia do Sul
Bandeira • Brasão • Hino • Cinema • Cultura • Demografia • Economia • Forças Armadas • Geografia • História • Portal • Política • Subdivisões • Imagens