Frente Ampla (Uruguai)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Frente Amplio)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Frente Ampla
Frente Amplio
Logo Frente Amplio.svg
Presidente Javier Miranda[1]
Fundação 5 de fevereiro de 1971
Sede Montevidéu, Uruguai
Ideologia [2]
Socialismo democrático[2]
Esquerda cristã
Marxismo
Estatismo
Espectro político [3][4]Esquerda[5][6]
Afiliação internacional Foro de São Paulo
COPPPAL
Internacional Socialista
Câmara dos Deputados do Uruguai
50 / 99
Senado do Uruguai
16 / 30
Cores Vermelho, Amarelo, Azul e Branco
Página oficial
frenteamplio.org.uy

A Frente Ampla (em castelhano: Frente Amplio - FA ) é uma coalizão eleitoral de esquerda do Uruguai, da qual integram vários partidos políticos e organizações da sociedade civil.

Foi fundada em 5 de fevereiro de 1971[7] na tentativa de eleger Líber Seregni à presidência da República. Com o golpe militar de 27 de junho de 1973 foi colocada na ilegalidade e reprimida, assim como os líderes que a formavam. Seu líder à época, Líber Seregni, é preso.

Mais de trinta anos depois, já na democracia, elegeu Tabaré Vázquez para presidente do Uruguai. Após cinco anos de um governo popular, elege seu sucessor, José Mujica. Em 2014, Tabaré Vázquez é eleito presidente novamente.[8] Serão 15 anos que o partido terá o poder executivo no Uruguai.[9]

Resultados eleitorais[editar | editar código-fonte]

Eleições presidenciais[editar | editar código-fonte]

Data Candidato

apoiado

1ª Volta 2ª Volta
CI. Votos % CI. Votos %
1971 Líber Seregni 3.º 304 275
18,3 / 100,0
1984 Juan José Crottogini 3.º 401 104
21,3 / 100,0
1989 Líber Seregni 3.º 418 403
20,4 / 100,0
1994 Tabaré Vázquez 3.º 621 226
30,6 / 100,0
1999 Tabaré Vázquez 1.º 861 202
40,1 / 100,0
2.º 981 778
45,9 / 100,0
2004 Tabaré Vázquez 1.º 1 124 761
51,7 / 100,0
2009 José Mujica 1.º 1 105 262
49,3 / 100,0
1.º 1 197 638
54,6 / 100,0
2014 Tabaré Vázquez 1.º 1 134 187
49,5 / 100,0
1.º 1 226 105
56,6 / 100,0

Eleições legislativas[editar | editar código-fonte]

Data CI. Votos % +/- Deputados +/- Senadores +/- Status
1971 3.º 304 275
18,3 / 100,0
18 / 99
5 / 31
Oposição
Ditadura de 1973 a 1984
1984 3.º 401 104
21,3 / 100,0
21 / 99
6 / 31
Oposição
1989 3.º 418 403
20,4 / 100,0
Baixa0,9
21 / 99
Estável
7 / 31
Aumento1 Oposição
1994 3.º 621 226
30,8 / 100,0
Aumento10,4
31 / 99
Aumento10
9 / 31
Aumento2 Oposição
1999 1.º 861 202
40,1 / 100,0
Aumento9,3
40 / 99
Aumento9
10 / 30
Aumento1 Oposição
2004 1.º 1 124 761
51,7 / 100,0
Aumento11,6
52 / 99
Aumento12
16 / 30
Aumento6 Governo
2009 1.º 1 105 262
49,3 / 100,0
Baixa2,4
50 / 99
Baixa2
16 / 30
Estável Governo
2014 1.º 1 134 187
49,5 / 100,0
Aumento0,2
50 / 99
Estável
15 / 30
Baixa1 Governo

Referências

  1. Presidente do Partido Frente Ampla
  2. a b Gregory, Stephen (2009), Intellectuals and Left Politics in Uruguay, 1958-2006, Sussex Academic Press, p. 129 
  3. Gregory, Stephen (2009), Intellectuals and Left Politics in Uruguay, 1958-2006, Sussex Academic Press, p. 4 
  4. Mainwaring, Scott; Scully, Timothy R. (2003), «The Diversity of Christian Democracy in Latin America», Stanford University Press, Christian Democracy in Latin America, p. 49 
  5. Schooley, Helen (2001), «Uruguay — History», Europa Publications, South America, Central America and the Caribbean 2002, p. 760 
  6. Busky, Donald F. (2002), Communism in History and Theory: Asia, Africa, and the Americas, Praeger Publishers, p. 224 
  7. «Frente Ampla: História». Página Oficial da Frente Ampla. Consultado em 30 de agosto de 2015 
  8. «Tabaré Vázquez é eleito presidente do Uruguai». G1.globo.com. 1 de dezembro de 2014. Consultado em 30 de agosto de 2015 
  9. Regalado, Roberto (2008). Encuentros y Desencuentros de la Izquierda Latinoamericana: Una Mirada Desde el Foro de São Paulo. [S.l.: s.n.] p. 122-136. Consultado em 30 de agosto de 2015. Arquivado do original em 3 de março de 2016