Gian & Giovani

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Gian e Giovani)
Ir para: navegação, pesquisa
| legenda       = Gian e Giovani
| fundo         = grupo_ou_bandaG&G
| origem        = Franca, São Paulo
| país          =  Brasil
| período       = 19912014
| gênero        = Sertanejo
| gravadora     = Chantecler, RCA Sony BMG Music
| site          = http://gianegiovani.uol.com.br/

}} Gian & Giovani foi uma dupla sertaneja brasileira formada pelo irmãos Aparecido dos Reis Morais, o Gian (Claraval, 20 de janeiro de 1967) e Marcelo dos Reis Morais, o Giovani (Franca, 24 de agosto de 1970).[1]

Tudo começou em Franca, no interior de São Paulo, quando os irmãos Aparecido, Arnaldo e Marcelo, ainda pequenos já tinham como brinquedo preferido um violão, por sinal tocavam escondido do pai. Sr. Francisco escondia o violão em cima do armário já que o instrumento era uma preciosidade.

A brincadeira foi ficando séria, e logo Sr. Francisco percebeu o talento dos filhos. Já nessa época Aparecido revelou-se autodidata (conseguindo tocar várias músicas só de ouvir uma única vez). Foi quando seu Francisco  resolveu incentivar os três filhos, Aparecido, Marcelo e Arnaldo, que formaram o primeiro trio infantil da região: O trio Sereno, Sereninho e Gaúchinho. E em pouco tempo já estavam fazendo apresentações ao vivo em bares e restaurantes.

Ao assistir uma apresentação da dupla um comerciante decidiu ajudar os cantores. Com o passar do tempo Arnaldo deixou o trio e seguiu seu próprio caminho. Com essa mudança foi preciso criar um novo nome para os cantores. Foi quando o padrinho dos meninos sugeriu Gian e Giovani, aceito na hora pelos os afilhados.

Com muita expectativa e esperança o próximo passo seria gravar um disco. Mas antes de alcançar este feito Gian e Giovani teriam que trabalhar muito e recebiam o apoio dos moradores de Franca que compareceram fielmente a todas as apresentações da dupla. Decidiram então organizar uma grande festa na cidade para juntar dinheiro e produzir o primeiro tape.

Como era para arrecadar verba para gravar então os ingressos foram um pouco mais caros, mas mesmo assim se esgotaram. Mesmo com sucesso da festa, o dinheiro não foi suficiente e Gian e Giovani tiveram que vender o carro que possuíam, uma Caravan.

O tape foi gravado e apresentado a Paulo Rocco na época diretor da extinta Continental. No dia 11 de novembro de 1988 o grande sonho foi alcançado. O primeiro Lp de Gian e Giovani foi lançado. Sr. Francisco conta que até chorou ao ouvir pela primeira vez a música dos filhos no rádio.

O primeiro grande sucesso da dupla foi "Amante Anônimo" em seguida emplacaram com "Espuma Da Cerveja", "Você Em Minha Vida" , entre outras, garantindo a presença da dupla nas paradas de sucesso do Brasil.

Já no segundo LP, Gian e Giovani alcançaram 400.000 cópias, recebendo o disco de ouro.[2] A música "Nem Dormindo Consigo Te Esquecer" ganhou vários troféus. A dupla definitivamente alcançou a consagração nacional. No ano de 1996 já no sexto álbum a dupla emplaca nas paradas de sucesso com a balada "1, 2, 3" a música se tornou um dos grandes sucessos da dupla, que depois de algum tempo no segundo escalão das duplas sertanejas se tornou uma das principais representantes do gênero.

Dois anos depois, em 1998 no oitavo álbum intitulado como "Meu Brasil" a dupla mais uma vez alcançava as paradas de sucesso com o hit "O Grande Amor Da Minha Vida" também conhecida como "Convite De Casamento". No dia 1° de novembro de 1998 a dupla acabou por gravar um CD Ao Vivo na cidade de Franca que contou com um público de mais de 80 mil pessoas [3] que devido as vendagens expressivas acabou por ser lançado também em VHS e mais tarde em DVD, o trabalho ao vivo contou com os maiores sucessos de Gian e Giovani como "Nem Dormindo Consigo Te Esquecer", "Olha Amor", "Eu Busco Uma Estrela", "Mil Corações", "Quem Será", "Não Vivo Sem Você", "O Grande Amor Da Minha Vida" dentre outros, esse trabalho foi o mais vendido da dupla que com menos de seis meses de lançamento já tinha vendido 700.000 cópias[4]

A dupla é recorde de público levando em torno de 130 mil[5] pessoas em um único show em na cidade de Uberlândia (MG).

No ano de 2010, Gian & Giovani receberam o convite para participação do DVD especial Emoções Sertanejas, uma homenagem aos 50 anos de carreira de Roberto Carlos. A música escolhida foi “Eu Te Amo, Te Amo, Te Amo”, que na interpretação da dupla levantou e emocionou o público do ginásio do Ibirapuera em São Paulo. O clássico do rei, sob nova versão, foi uma das mais pedidas nas rádios do Brasil.

Com mais de 25 anos de carreira 18 álbuns gravados e 2 DVD's, é possível dizer que Aparecido e Marcelo, ou melhor, que Gian & Giovani dupla intitulada como "A Mais Querida Do Brasil" foram um grande exemplo de verdadeiros vencedores.

Fim[editar | editar código-fonte]

Em 13 de Outubro de 2014 foi anunciado na imprensa o fim da dupla, e o que cantor Giovani iria lançar carreira solo em 2015.

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbuns de estúdio[editar | editar código-fonte]

Projetos Especiais e Coletâneas[editar | editar código-fonte]

  • 1994: Gian & Giovani Os Grandes Sucessos (CD)
  • 1995: Gian & Giovani Ao Vivo no Palace (VHS)
  • 1997: Eu Busco Uma Estrela Ao Vivo no Olympia (VHS)
  • 1997: Sucessos de Ouro Gian & Giovani (CD Duplo)
  • 1999: FOCUS: O Essencial De Gian & Giovani (CD Duplo)
  • 2002: Os Gigantes: Gian & Giovani (CD)
  • 2005: Maxximum (Gian & Giovani) (CD)

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]