Gina Lollobrigida

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Gina Lollobrigida
Nascimento Luigina Lollobrigida
4 de julho de 1927
Subiaco (Reino de Itália)
Morte 16 de janeiro de 2023 (95 anos)
Roma (Itália)
Cidadania Itália
Estatura 1,65 m
Cônjuge Milko Škofič
Ocupação atriz
Prêmios
Página oficial
https://archive.is/20130216040138/http://www.ginalollobrigida.com/

Gina Lollobrigida, nome artístico de Luigia Lollobrigida Embaixador(a) da boa vontade da FAO (Subiaco, Lácio, 4 de julho de 1927Roma, 16 de janeiro de 2023), foi uma actriz de cinema, fotógrafa e escultora italiana.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Era filha de um fabricante de móveis. Transferiu-se para Roma, a fim de estudar no Instituto de Belas Artes. Ali, para manter-se, posa como modelo fotográfica e participa do concurso de Miss Itália, classificando-se em terceiro lugar.

Inicia nesta época sua carreira cinematográfica, fazendo pequenas figurações em filmes populares do pós-guerra, chamados em italiano de film operetta.

Em 1949, casa-se com o médico eslavo Milko Skofic, que tornou-se seu empresário e com quem teve, em 1957, o filho Milko Jr.

No início da década de 1950 realizou seus primeiros papéis de sucesso, como "Campane a martello", de Luigi Zampa (1949) e "Achtung Banditi" (1951), de Carlo Lizzani, atuando ao lado do jovem Marcello Mastroianni e, sobretudo, "Fanfan la Tulipe" (1952) — consagrando-a também em França, além da Itália. Neste mesmo ano encontra grande popularidade com "Altri tempi.

Realizou extensa filmografia, quer na Itália, em França e nos Estados Unidos.

Padrão de beleza da década de 1950, La Lollo — como era conhecida — interpretava papéis sensuais, que lhe renderam a alcunha de "A mulher mais bela do mundo", que incorporou após interpretar a cantora lírica Lina Cavalieri no filme "La donna più bella del mondo", em 1955. Atuou ao lado de grandes atores, como Humphrey Bogart, Jennifer Jones, Vittorio Gassman, Anthony Quinn, Rock Hudson, e diretores como John Huston.

Recebeu o Globo de Ouro, em 1968.

Em 1971, divorciou-se de Milko Skofic e, em 2006, anunciou seu casamento com o espanhol Javier Rigau y Rafols, com quem vivia desde 1984. A diferença de idade entre eles era de 35 anos (Gina, aos 79 anos e Javier 45). No entanto, a relação terminou de maneira conflituosa[1] e Gina decidiu processá-lo por fraude.[2]

Carreira política[editar | editar código-fonte]

Em 2022 revelou que se preparava para concorrer às eleições italianas de setembro daquele ano, por estar "farta de políticos conflituosos".

"Lutarei para que o povo decida da saúde à justiça. A Itália está em má forma, quero fazer algo diferente, algo positivo", disse Lollobrigida, que adiantaria querer esforçar-se para se tornar senadora pelo partido Itália Soberana e Popular (ISP), uma nova aliança política eurocética e anti-Mario-Draghi, que se opõe ao envio de armas para a Ucrânia.

A última vez que Lollobrigida tinha tentado entrar na política foi em 1999, momento em que concorreu às eleições parlamentares europeias como candidata dos democratas de Romano Prodi.[3]

Morte[editar | editar código-fonte]

Morreu, em 16 de janeiro de 2023, segundo a agência de notícias ANSA. Estava internada em um hospital em Roma, mas a família não divulgou maiores informações sobre a morte.[4][5]

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Gina Lollobrigida

Referências

  1. «News24, South Africa's premier news source, provides breaking news on national, world, Africa, sport, entertainment, technology & more.». News24. Consultado em 14 de abril de 2016. Arquivado do original em 2 de fevereiro de 2009 
  2. «'Most beautiful woman in the world' Gina Lollobrigida in bizarre fake marriage plot». Telegraph.co.uk. Consultado em 14 de abril de 2016 
  3. Assunção, Beatriz Madaleno de (16 de agosto de 2022). «Atriz Gina Lollobrigida vai concorrer às eleições em Itália aos 95 anos». CNN Portugal. Consultado em 16 de janeiro de 2023 
  4. «Morre Gina Lollobrigida, musa italiana que foi sex symbol do cinema, aos 95». Folha de S.Paulo. 16 de janeiro de 2023. Consultado em 16 de janeiro de 2023 
  5. «Morreu a actriz italiana Gina Lollobrigida, "a mulher mais linda do mundo"». Publico.pt. 16 de janeiro de 2023. Consultado em 16 de janeiro de 2023 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Wikiquote Citações no Wikiquote
Commons Imagens e media no Commons