Guilherme Karam

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Guilherme Karan)
Ir para: navegação, pesquisa
Guilherme Karam
Nome completo Guilherme Pontes Karam
Nascimento 8 de outubro de 1957
Rio de Janeiro,  Rio de Janeiro
Nacionalidade Brasil Brasileiro
Morte 7 de julho de 2016 (58 anos)
Rio de Janeiro,  Rio de Janeiro
Ocupação Ator e Professor
IMDb: (inglês)

Guilherme Pontes Karam (Rio de Janeiro, 8 de outubro de 1957 — Rio de Janeiro, 7 de julho de 2016)[1] foi um ator brasileiro.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Filho do almirante e Ministro da Marinha no governo João Figueiredo, Alfredo Karam[2] e Lydiane Pontes Karam. A maior parte de seus trabalhos são cômicos, e já foi integrante do programa TV Pirata, um dos maiores sucessos do humor, exibido pela Rede Globo. Seu trabalho de mais destaque na tv é o mordomo Porfírio em Meu Bem, Meu Mal.

Doença[editar | editar código-fonte]

No dia 29 de abril de 2005 ele sofreu um assalto dentro de um táxi, tendo a pochete roubada. Karam fisicamente nada sofreu, mas o motorista do táxi foi assassinado ao reagir.[3] Aparentemente, desde a época do assalto Karam começou a manifestar sintomas da doença de Machado-Joseph, uma síndrome degenerativa, também conhecida como ataxia espinocerebelar tipo 3[4] , que compromete a coordenação motora e do controle sobre os músculos. Forçado a passar a usar uma cadeira de rodas para se locomover, desde então manteve-se afastado dos palcos e da televisão. Segundo seu pai, Alfredo Karam, que deu declarações ao jornal carioca Extra, ele herdou a doença da mãe, que morreu devido a essa mesma anomalia genética.[5][6] Os outros três irmãos do ator já apresentaram a doença - dois já morreram.[7]

Morte[editar | editar código-fonte]

O ator morreu em 7 de julho de 2016, no Hospital Naval Marcílio Dias, na Zona Norte do Rio de Janeiro, enquanto se tratava da síndrome de Machado-Joseph.[8] Seu corpo foi sepultado no dia seguinte, no Cemitério de São João Batista, em Botafogo.

Trabalhos[editar | editar código-fonte]

Televisão[editar | editar código-fonte]

Cinema [9][editar | editar código-fonte]

Ano Filme Personagem
1978 O Grande Desbum
1982 Luz Del Fuego cantor transformista
1985 O Rei do Rio
Rock Estrela Rubinho
1986 O Homem da Capa Preta Flávio Cavalcanti
1988 Super Xuxa contra Baixo Astral Baixo-Astral
1990 Stelinha Cabeleireiro 1
1997 Bela Donna Silva
1981 Assim na Tela como no Céu
Obra do Destino
1998 Iremos a Beirute Gibran
2000 Vida E Obra de Ramiro Miguez
2001 Xuxa e os Duendes Gorgom
2002 Xuxa e os Duendes 2 - No caminho das Fadas Gorgom
2003 As Alegres Comadres João Fausto

Referências

  1. «Após anos de luta contra doença rara, morre aos 58 anos o ator Guilherme Karam». Revista Caras. 07/07/2016. Consultado em 07/07/2016. 
  2. Jonathan Pereira (25/8/2014). «Guilherme Karan tem dificuldade para falar e comer, diz pai do ator». EGO/Globo.com. Consultado em 07/07/2016. 
  3. «Taxista morre durante assalto a ator Guilherme Karam». Folha Online [S.l.: s.n.] Consultado em 18/04/2012. 
  4. «Saiba mais sobre a Machado-Joseph, doença que vitimou Guilherme Karan». Gazeta do Povo. Consultado em 19 de julho de 2016. 
  5. Neumam, Camila. «Entenda a doença neurológica do ator Guilherme Karam». Portal G1 [S.l.: s.n.] Consultado em 18/04/2012. 
  6. Natália Julio (18 de abril de 2012). «Pai de Guilherme Karan: "ele está impossibilitado e triste"». Terra.com. Consultado em 07 de julho de 2016. 
  7. «Ator Guilherme Karam segue internado com síndrome rara: "Não fala mais"». Correio da Bahia. 27 de janeiro de 2016. 
  8. Michael Sá e Nilton Carauta. «Guilherme Karam morre aos 58 anos no Rio». Extra. Globo. Consultado em 7 de julho de 2016. 
  9. «Guilherme Karan». AdoroCinema. Consultado em 07 de julho de 2016. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Guilherme Karan


Ícone de esboço Este artigo sobre um ator é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.