Henry Louis Mencken

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de H. L. Mencken)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Ambox important.svg
Foram assinalados vários aspectos a serem melhorados nesta página ou se(c)ção:
Henry Louis Mencken
Nascimento 12 de setembro de 1880
Baltimore
Morte 29 de janeiro de 1956 (75 anos)
Baltimore
Cidadania Estados Unidos
Etnia Imigração alemã nos Estados Unidos da América
Ocupação satirico, crítico literário, ensaísta, autobiógrafo, escritor, jornalista
Religião ateísmo

Henry Louis Mencken, também conhecido como H. L. Mencken (Baltimore, Maryland, 12 de setembro de 188029 de janeiro de 1956), foi um jornalista e crítico social norte-americano. Mencken é conhecido por escrever The American Language, um estudo de como a língua inglesa é falada nos Estados Unidos. Ele comentou amplamente na cena social, literatura, música, políticos proeminentes, pseudo-especialistas. Ele era muito cético em relação a teorias econômicas, era também anti-intelectual, anti-populista, contra o cristianismo fundamentalista, contra a religião organizada, cético sobre a existência de Deus.

Três das suas frases mais famosas são:

"O homem mais perigoso, para qualquer governo, é aquele que é capaz de pensar sobre coisas por si próprio, livre de superstições e tabus anteriores." "O fato é que a educação, por si só, é uma forma de propaganda - deliberadamente um esquema para equipar o aluno, não com capacidade para equipar o aluno para sustentar ideias, mas para simplesmente alimenta-los com ideias prontas. Com a intensão de criar "bons" cidadãos, fácil de dizer, dócil e inadimplente."

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Wikiquote Citações no Wikiquote
Commons Categoria no Commons

http://www.quemdisse.com.br/frase.asp?frase=7122


Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.