Teísmo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Disambig grey.svg Nota: Não confundir com Ateísmo, nem com Deísmo.
Deuses em "O Triunfo da Civilização" (1793) de Jacques Réattu

Teísmo (do grego θεóς [theós], "Deus") é a crença na existência de um deus ou deuses - sendo que, no caso de haver mais de um, poderá existir um deus supremo.[1] O teísmo não é religião, pois não se trata de um sistema de costumes, rituais; não possui sacerdotes ou uma instituição. Teísmo é apenas o nome para designar a opinião segundo a qual há um deus - ou vários deuses. Algumas religiões ou correntes filosóficas são teístas; outras são deístas, panteístas e assim por diante. Portanto, pode-se dividir o teísmo em:

Referências

Ver também[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre religião é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.