Hermano Henning

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Hermano Henning
Nome completo Hermano Antônio Henning
Nascimento 12 de outubro de 1945 (72 anos)
Guararapes, São Paulo
Nacionalidade  Brasil
Filho(s) André Henning
Ocupação Jornalista

Hermano Antônio Henning (Guararapes, 12 de outubro de 1945) é um jornalista brasileiro.[1] Filho de imigrantes alemães, é pai do jornalista e narrador esportivo André Henning.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Hermano Henning começou no rádio ainda adolescente, em Guararapes. Trabalhou em várias emissoras, entre elas a Deutsche Welle, na Alemanha. Passou também pelo jornal O Estado de S. Paulo e pela revista Veja, até chegar à televisão. Durante mais de 10 anos, exerceu o cargo de correspondente internacional da Rede Globo de Televisão, trabalhando em Londres, Bonn, Washington e Nova York. Chegou a atuar na antiga Rede Manchete. Entre os seus trabalhos mais importantes destacam-se o conflito entre Irã e Iraque, Guerra Civil de Angola, queda do Xá Reza Pahlevi, Guerra do Golfo, Guerra das Malvinas, Invasão Americana no Haiti, atentado de Oklahoma, e das morte dos papas Paulo VI e João Paulo I, do Presidente Josip Broz Tito na Iugoslávia e do cantor e compositor Tom Jobim. Participou da Primeira Expedição Brasileira à Antártica.

Participou também da cobertura de várias Copas do Mundo, desde a que foi realizada em 1978, e cobriu as Olimpíadas de Moscou (1980), Los Angeles (1984), Barcelona (1992) e Atlanta (1996).

Desde 1989, fez parte do setor de jornalismo do SBT (com interrupção em 1992, para ser correspondente da Rede Globo em Nova York), onde ancorou também praticamente todos os telejornais, como o TJ Internacional e o Jornal do SBT/CBS Telenotícias (este com Eliakim Araújo e Leila Cordeiro direto dos EUA), meados da década de 90, além de ancorar outros esporadicamente. A partir de 1999, esteve à frente do Jornal do SBT Noite, até ser substituído por Carlos Nascimento, em 2006. Desde então passou a ser âncora do SBT Manhã, ganhando a companhia de Analice Nicolau.[2][3] Em 22 de setembro de 2014, Hermano voltou a apresentar o Jornal do SBT, dessa vez ao lado de Karyn Bravo, e posteriormente Analice Nicolau.[4] Em 2 de janeiro de 2017, com a extinção do Jornal do SBT, foi transferido para o SBT Notícias num revezamento com outros cinco apresentadores no noticiário de mais de seis horas de duração. Em fevereiro de 2017, foi anunciada a sua saída do canal após 23 anos.[5] Em 2 de agosto de 2017, é confirmado como novo apresentador e diretor da TV Câmara Municipal de Guarulhos.[6].[7]

Em 2010, Hermano apresentou o programa Horse Brasil, exibido pelo Canal Rural e pela TV Terra Viva.[8]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]