Huia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde agosto de 2013). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)


Como ler uma caixa taxonómicaHuia
Huia Buller.jpg

Estado de conservação
Status iucn3.1 EX pt.svg
Extinta  (ca.1910s) (IUCN 3.1)
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Aves
Ordem: Passeriformes
Subordem: Passeri
Família: Callaeidae
Género: Heteralocha
Espécie: H. acutirostris
Nome binomial
Heteralocha acutirostris

A huia (Heteralocha acutirostris) é uma ave passeriforme nativa da Nova Zelândia que se extinguiu no início do século XX. O último registro visual confirmado ocorreu em 1907.

A huia tinha uma plumagem preta, com a ponta das asas e cauda branca, e papos laterais de cor laranja. A espécie tinha dimorfismo sexual que se manifestava nos bicos: curto nos machos e longo e encurvado nas fêmeas.

A extinção da huia deve-se unicamente à intervenção humana. A ave foi caçada em grandes números pelos Maori que usavam a sua plumagem como sinal de um elevado status social.

Extinção[editar | editar código-fonte]

O último avistamento oficial confirmado da ave foi feito em 28 de dezembro de 1907, quando W. W. Smith viu três pássaros nas florestas das montanhas Tararua. Outros relatos não confirmados, porém "bastante credíveis", sugerem que a extinção da espécie aconteceu um pouco mais tarde. Um homem familiarizado com a ave relatou ter visto três huias no Vale Gollans atrás da baía Iorque (entre Petone e Eastbourne em Porto Wellington), uma área de florestas mistas de faia bem dentro escala anterior da ave, em 28 de dezembro de 1922. Avistamentos de huias também foram relatados lá em 1912 e 1913. Apesar disso, os naturalistas do Museu Dominion em Wellington não investigaram os relatos. Os últimos relatos credíveis de huia vêm das florestas do Parque Nacional Te Urewera, com um de perto Monte Urutawa em 1952 e finais avistamentos perto do lago Waikareiti em 1961 e 1963. A possibilidade de uma pequena população huia que ainda sobrevive na área do Urewera tem sido proposta por alguns investigadores, mas é considerada altamente improvável. Nenhuma expedição recente conseguiu encontrar um espécime vivo.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Aves, integrado no Projeto Aves é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.