Imperador Keikō

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Imperador Keikō
Imperador de Flag of Japan.svg Japão
Período 71 até 130 (59 anos)
Antecessor(a) Imperador Suinin
Sucessor(a) Imperador Seimu
Dados pessoais
Nascimento 27
Morte 130 (103 anos)
linkWP:PPO#Japão

Imperador Keikō (景行天皇, Keikō-tennō?) [1] foi o 12.º Imperador do Japão, na lista tradicional de sucessão.[2]

Segundo o Nihonshoki, Keikō foi o terceiro filho do Imperador Suinin com Hibaso-hime no Mikoto filha do Príncipe Michi no Ushi de Tamba [3]. Antes da sua ascensão ao trono, seu nome era Oho Tarasihiko Osiwake no Mikoto[3].

O Gukanshō, o Livro do Monje Jien, afirma que quando tornou-se tennō em 71 d.C. com a idade de 44 anos, governou a partir do Palácio Ichiro no Mya em Makimuku na Província de Yamato [4].

No Kojiki , afirma que Keikō enviou o seu filho Yamato Takeru para Kyushu para conquistar as tribos locais, já no Nihonshoki o próprio Keiko teria dirigido a expedição e vencido as batalhas contra as tribos locais. De acordo com ambas as fontes, após isso enviou Yamato Takeru para a Província de Izumo e para as províncias orientais para conquistar a área e espalhar o seu território [3].

De acordo com as fontes tradicionais, Yamato Takeru morreu no ano 43 do reinado do Imperador Keiko (114 d.C.) [3]. Os bens do príncipe foram reunidos junto com a Espada Kusanagi que ele usava quando morreu em um santuário em sua casa. Algum tempo depois, essas relíquias e a espada sagrada foram transferidos para o Santuário de Atsuta [5].

O nome Keikō foi lhe dado postumamente e é característico do budismo chinês, o que sugere que o nome deve ter sido oficializado séculos após sua morte, possivelmente no momento em que as lendas sobre as origens da Dinastia Yamato foram compiladas como as crônicas conhecidas hoje como o Kojiki [6].

O lugar de seu túmulo imperial ( misasagi ) é desconhecido. O Imperador Suininé tradicionalmente venerado num memorial no santuário xintoísta de Nara [1] . A Agência da Casa Imperial designa este local como seu mausoléu que é chamado Yamanobe no michino e no Misasagi [7]

Não há datas concretas que podem ser atribuídas a vida deste imperador ou reinado, mas é convencionalmente considerado que Keikō reinou de 71 a 130.


Precedido por
Suinin
Japanese Imperial Seal.svg -- 12.º Imperador do Japão
71 - 130
Sucedido por
Seimu


Referências

  1. a b Agência da Casa Imperial: Keikō-tennō (12) (em japonês)
  2. Titsingh, "Keiko" em Annales des empereurs du japon (em francês) Paris: Royal Asiatic Society, Oriental Translation Fund of Great Britain and Ireland. p. 11 OCLC 5850691
  3. a b c d William George Aston "Nihongi: Chronicles of Japan from the Earliest Times to A.D. 697" (em inglês) Cosimo, Inc., 2008 pp. 188-214 ISBN 9781605201443
  4. Delmer M. Brown e Ichirō Ishida, "Gukanshō: The Future and the Past" (em inglês) Berkeley: University of California Press 1979 p. 254 ISBN 9780520034600
  5. Richard Ponsonby-Fane "Studies in Shintō and Shrines" (em inglês). 1962 Kyoto:. Ponsonby Memorial Society pp. 437 (OCLC 3994492)
  6. Basil Hall Chamberlain "Kojiki: The Creation Story from a Japanese Religion" (em inglês) T G S, 2006 ISBN 9781610332286
  7. Jonathan Edward Kidde "Himiko and Japan's Elusive Chiefdom of Yamatai: Archaeology, History and Mythology" (em inglês) University of Hawaii Press, 2007 pp. 102 ISBN 9780824830359

Ver também[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.