Instituto de Saúde Coletiva da Universidade Federal da Bahia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Instituto de Saúde Coletiva da
Universidade Federal da Bahia
ISC
Universidade Universidade Federal da Bahia
Tipo de instituição Unidade universitária
Localização Salvador, BahiaBrasil
Site www.isc.ufba.br

O Instituto de Saúde Coletiva[1] da Universidade Federal da Bahia (ISC-UFBA) é a área da universidade que oferece cursos para os alunos (em especial da saúde, humanas e sociais ) em grande parte que estão se graduando em: Medicina, Enfermagem, Nutrição, Fonoaudiologia, Odontologia, Farmácia , Serviço Social, Fisioterapia, Bacharelado Interdisciplinar em Saúde, Psicologia, Engenharia Sanitária e Ambiental e o Bacharelado em Saúde Coletiva .

Mais se consolidou também como uma instituição inovadora na Saúde: Pública e Coletiva, ofertando desde da Graduação, Especialização, Mestrado, Doutorado e apoio para Residência Multiprofissional em Saúde na Bahia ( um tipo de pós em saúde). Pela força e dinâmica dos diversos grupos e pesquisas tudo indica, ser a nível de potenciais ( Pós Doutoramentos ). Sendo que recebe estudantes e pesquisadores nacionais e internacionais. Lembrando que boa parte de seus estudantes são brasileiros(as), e uma regular aceitação de estudantes internacionais das Américas e outros continentes como Europeu, Africano entre outros.

Como destaque cabe mencionar a Graduação em Saúde Coletiva, um curso que prioriza o Sistema Único de Saúde ou Sistema Universal de Saúde ou simplesmente SUS, porém levando em consideração prevenção, promoção, assistência, reabilitação, com foco na gestão e priorização de ações e recursos. Para isso faz teoria e prática inovadora na América Latina. Fazendo a Epidemiologia uma base, mais também da humanização seu viés prático.

O ISC é de grande valor social, político, cultural, econômico, democrático, justo e ético da população brasileira e também da humanidade, pois seus artigos, publicações, e campos de atuação fazem um diferencial na saúde da Bahia, no Nordeste, no Brasil, na América do Sul. Pois pensam sempre nas coletividades e os indivíduos em seus grupos e espaços, de acordo com suas dinâmicas.

A Instituição é um dos frutos das lutas, do Movimento da Reforma Sanitária Brasileira[2].

Como figuras 'ilustres' mais conhecidas a nível mundial e latino americano, temos professores doutores: Sr.Maurício Barreto, Sr. Naomar Almeida Filho, Srª Maria Glória Teixeira, Srª Leny Trad, Srº Sebastião Loureiro, Srª Vilma Santana, Srª Ligia Maria entre outras..

DICA: A saúde pública e a coletiva é uma luta constante. Logo os acima mencionados fazem/fizeram muito bem a tarefa. Cabe aos novos(as) aprender fazendo, de forma crítica com tal Instituição.

Daí que a UFBA com tal curso potencializa ainda mais seu arcabouço contribuição para sociedade baiana, nordestina, brasileira, Latina e mundial. Cabe zelarmos por tais Instituições.

REFERÊNCIAS DE APOIO ABAIXO LISTADAS:


SITES:

1.Instituto de Saúde Coletiva da UFBA: LINK:. http://prose-isc.com.br/site/ Acesso em Setembro de 2015

2.Universidade Federal da Bahia - UFBA LINK:. https://www.ufba.br/ Acesso em Setembro de 2015

3.Repositório da UFBA LINK:. https://repositorio.ufba.br/ri/

Outras curiosidades sobre lutas, movimentos da saúde no Brasil ver:

4.ABRASCO LINK:. http://www.abrasco.org.br/site/

5.CEBES LINK:. http://cebes.org.br/

ARTIGOS:

6.SAÚDE COLETIVA: HISTÓRIA DE UMA IDEIA E DE UM CONCEITO- Everardo Nunes http://www.scielo.br/pdf/sausoc/v3n2/02.pdf

7.Saúde Pública No Brasil e na América Latina LINK:. http://www.fundacaofia.com.br/profuturo/Uploads/Documents/Documentos/FIA%20Report%20Saude%20LATAM_vers%C3%A3o%20eletronica.pdf

8.Brasil. Ministério da Saúde. SUS: A saúde do Brasil . Ministério da Saúde, Secretaria-Executiva, Subsecretaria de Assuntos Administrativos. – Brasília : Editora do Ministério da Saúde, 2011. LINK:. http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/sus_saude_brasil_3ed.pdf

9.José Patrício Bispo Júnior -- RESENHAS BOOK - REFORMA SANITÁRIA BRASILEIRA: CONTRIBUIÇÃO PARA A COMPREENSÃO E CRÍTICA. Paim JS. Salvador: Edufba/Rio de Janeiro: Editora Fiocruz; 2008. 356 pp. Publicado em: Cad. Saúde Pública vol.25 n.8 Rio de Janeiro Aug. 2009. LINK:. http://www.scielosp.org/scielo.php?pid=s0102-311x2009000800024&script=sci_arttext


Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre educação ou sobre um educador é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  1. 1;2;3;4;5;6;7;8
  2. 9