Jardim do Palacete de São Bento

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

O Jardim do Palacete de São Bento é um jardim em Lisboa com cerca de dois hectares integrado no Palacete de São Bento, residência oficial do Primeiro-Ministro de Portugal.[1]

O jardim está classificado no Plano Diretor Municipal de Lisboa na categoria de Património Edificado e Paisagístico, com notável relevância arquitetónica, cultural, artística e botânica, incluindo elementos decorativos e escultóricos, como a escultura em mármore denominada "Meditação" (1939) de Leopoldo de Almeida e obras contemporâneas, como o painel tridimensional em azulejo "Aqui Agora" de Lourdes Castro inaugurado em 2019.[2]

Desde 2016, está aberto a visitas ao público em determinados dias.[2]

Referências

  1. «Jardim do Palacete de São Bento». Jardins Abertos. jardinsabertos.com. Consultado em 14 de junho de 2021 
  2. a b «O Palacete de São Bento». Gabinete do Primeiro-Ministro de Portugal. liberdapp.pt. Consultado em 14 de junho de 2021 
Ícone de esboço Este artigo sobre um jardim é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.