Kirk Cameron

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Kirk Cameron
Kirk Cameron em fevereiro de 2012
Nome completo Kirk Thomas Cameron
Nascimento 12 de outubro de 1970 (49 anos)
Panorama City,  Califórnia
 Estados Unidos
Nacionalidade norte-americano
Ocupação Ator
Atividade 1979 – presente
Cônjuge Chelsea Noble (1991 – presente)
Página oficial

Kirk Thomas Cameron (12 de outubro de 1970)[1] é um ator americano, mais conhecido por seu papel como Mike Seaver na sitcom do canal ABC Growing Pains (1985-1992), bem como diversas aparições na televisão e várias outras aparições em filmes.

Como ator mirim, Cameron fez várias outras aparições na televisão e nos filmes nas décadas de 1980 e 1990, incluindo os filmes Like Father Like Son (1987) e Listen to Me (1989). Nos anos 2000, ele interpretou Cameron "Buck" Williams na série de filmes Left Behind e Caleb Holt no filme de drama Fireproof (2008). Seu filme de 2014, Saving Christmas, foi comentado negativamente por críticos e chegou ao topo da lista da IMDb Bottom 100 um mês após seu lançamento nos cinemas.[2]

Cameron também é um cristão evangélico ativo, em parceria com Ray Comfort no ministério evangélico The Way of the Master (O Caminho do Mestre), e foi co-fundador da Fundação Firefly com sua esposa, a atriz Chelsea Noble.

Início de vida[editar | editar código-fonte]

Cameron nasceu no dia 12 de outubro de 1970, em Panorama City, Califórnia, um subúrbio de Los Angeles.[3] Seus pais são Robert Cameron, um professor aposentado, e Barbara Bausmith, uma dona de casa.[4] Ele é o irmão mais velho da Bridgette, Melissa, e Candace Cameron Bure (conhecida por interpretar o papel de DJ Tanner na comédia de televisão Full House.[5] Ele cursou a escola no set de Growing Pains, em oposição a uma escola normal.[6] Ele se formou no colegial aos 17 anos com honrarias.[7]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Início de carreira[editar | editar código-fonte]

Cameron começou a atuar aos nove anos e seu primeiro emprego foi em um anúncio de um cereal matinal.[8] Seu primeiro papel foi aos 13 anos, na série de televisão Two Marriages.[9] Nessa idade, ele apareceu em vários programas de televisão e filmes. Ele se tornou famoso em 1985 depois de ser escalado como Mike Seaver na sitcom da ABC Growing Pains.[10] Na série, Mike eventualmente teria uma namorada chamada Kate MacDonald, interpretada por Chelsea Noble, futura esposa de Cameron.[11][12] Cameron posteriormente se tornou um galã adolescente no final dos anos 80,[13] enquanto aparecia nas capas de várias revistas para adolescentes, incluindo Tiger Beat, Teen Beat, 16 e outras. Na época, ele ganhava US$ 50 mil por semana.[14] Ele também estava em um comercial de 60 segundos da Pepsi durante o Super Bowl XXIV.[15]

Cameron também estrelou o episódio de Full House, de 1988, "Just One of the Guys", no qual interpretou o primo do DJ Tanner (papel desempenhado pela irmã de Cameron, Candace).[carece de fontes?]

Cameron passou a estrelar muitos filmes, incluindo Like Father Like Son de 1987[16] (uma comédia de mudança de corpo, com Dudley Moore), que foi um sucesso de bilheteria.[17] Seu próximo filme (de 1989) Listen To Me, obteve um fraco desempenho nas bilheterias.[18] Quando Growing Pains terminou em 1992, Cameron estrelou a sitcom da Warner Bros. Kirk, que estreou em 1995 e terminou dois anos depois.[19] Em Kirk, Cameron interpretava Kirk Hartman, um homem de 24 anos de idade que tem que incentivar seus irmãos. Cameron e Noble também trabalharam em Kirk.[12]

2000 - 2010[editar | editar código-fonte]

Cameron então havia deixado de lado o cinema e a televisão embora, uma década depois que Growing Pains foi encerrado, ele estrelou um filme-reunião para televisão, o The Growing Pains Movie[20], em 2000, e Growing Pains: Return of the Seavers, em 2004.[21] Cameron se reuniu com o elenco de Growing Pains para uma entrevista no Larry King Live, da CNN, que foi ao ar em 7 de fevereiro de 2006, em conjunto com o lançamento da Warner Bros. da primeira temporada completa de Growing Pains em DVD.[22] Além disso, Cameron trabalhou frequentemente em produções cristãs, entre as quais os filmes de arrebatamento Left Behind: The Movie, Left Behind II: Tribulation Force e Left Behind: World at War, em que ele interpreta Cameron "Buck" Williams. A esposa de Cameron, Noble, também atuou na série de filmes,[23] interpretando Hattie Durham. Cameron trabalhou com a Cloud Ten Pictures, uma companhia que produz filmes com temas cristãos, e já atuou em vários de seus filmes, incluindo The Miracle of the Cards.[24]

Ele também apareceu no filme de drama de 2008, Fireproof,[25] que foi produzido pela Sherwood Pictures. O filme foi feito com um orçamento de US$ 500.000, com Cameron como ator principal, interpretando o capitão Caleb Holt.[26] Apesar de ser um filme de baixo orçamento, o filme arrecadou $ 33.415.129 e foi um sucesso de bilheteria. Foi a maior bilheteria de filme independente de 2008.[27]

2010 - Presente[editar | editar código-fonte]

Em 2012, Cameron foi o narrador e apresentador do documentário Monumental: In Search of America's National Treasure (Monumental: Em Busca do Tesouro Nacional da América). Em seu dia de abertura, 27 de março de 2012, a Monumental arrecadou US$ 28.340. O filme ficou nos cinemas até o dia 20 de maio de 2012, arrecadando um total de US$ 1,23 milhão.[28][29]

Em 2013, Cameron anunciou que seria o apresentador do filme Unstoppable, previsto para estrear em 24 de setembro de 2013. Um trailer do filme foi bloqueado no Facebook, com Cameron especulando que era devido ao conteúdo religioso do filme. O Facebook removeu o bloqueio, desde então afirmando que foi o resultado de um erro cometido por um sistema automatizado e um site de spam previamente registrado no mesmo endereço da web.[30]

Cameron estrelou e produziu o filme da família Mercy Rule de 2014, no qual ele interpreta um pai que tenta salvar sua pequena empresa de lobistas, enquanto apoia seu filho, que sonha em ser um arremessador, na Little League Baseball.[31] A esposa de Cameron na vida real interpreta sua esposa no filme, que foi lançado diretamente em vídeo e via download digital.[32]

Também em 2014, Cameron estrelou o filme de comédia cristã Saving Christmas. O filme foi comentado negativamente pela crítica,[33] ganhando o prêmio Framboesa de Ouro de 2014 pelo pior folme e pior roteiro. Cameron também ganhou o prêmio de Pior Ator e Pior Screen Combo, que ele ganhou com "seu ego".[34]

Cameron estrelou Extraordinary, um filme de 2017 feito por estudantes da Liberty University que foi o primeiro filme a ser lançado nacionalmente (por uma noite em setembro de 2017). O filme conta o sonho de uma maratona de corrida de um professor de Liberty, cuja travessia de cross country fortalece seu corpo e casamento.[35]

No documentário Connect, de 2018, Cameron ajuda os pais a lidar com os perigos da tecnologia, incluindo as mídias sociais, para seus filhos.[36][37]

Ministério Evangelístico[editar | editar código-fonte]

Cameron atualmente faz parceria com o colega evangelista Ray Comfort, treinando cristãos no evangelismo. Juntos, fundaram o ministério The Way of the Master (O Caminho do Mestre),[38][39] que é mais conhecido pelo programa de televisão de mesmo nome que Cameron co-apresenta, e que ganhou o prêmio de Melhor Programa Nacional de Emissoras Religiosas por dois anos consecutivos. Também anteriormente apresentava um programa de rádio conhecido como The Way of the Master Radio com o apresentador de talk show Todd Friel. O programa de rádio foi mais tarde cancelado e substituído por Wretched Radio (apresentado por Friel). Cameron, junto com sua esposa, fundou a The Firefly Foundation, que administra o Acampamento Firefly, um acampamento de verão que dá às crianças com doenças terminais e suas famílias férias de uma semana grátis.[40][41]

Cameron e Comfort participaram de um debate televisionado com os ateus Brian Sapient e Kelly O'Conner, da Rational Response Squad, na Igreja Batista Calvary, em Manhattan, em 5 de maio de 2007. Foi moderado por Martin Bashir, da ABC, e partes dele foram ao ar no Nightline. Em questão estava a existência de Deus, que Comfort declarou que ele poderia provar cientificamente, sem depender da fé ou da Bíblia.[42] O público era composto de teístas e ateus. Pontos de discussão incluíram ateísmo e evolução.[43] Enquanto Sapient argumentou durante suas falas que Comfort violou as regras falando sobre os Dez Mandamentos, Cameron declarou mais tarde no programa de rádio, The Way of the Master, que as regras do debate não diziam que a Bíblia nunca poderia ser referenciada, mas sim que Comfort simplesmente tinha que apresentar um argumento que não referisse a Bíblia ou a fé.[carece de fontes?]

Em novembro de 2009, Cameron e outros distribuíram cópias gratuitas de uma versão alterada da Origem das Espécies, de Charles Darwin, em campus universitários nos Estados Unidos.[44] O livro consistia no texto de Darwin com capítulos do livro removidos e com uma introdução adicional de Ray Comfort reiterando as afirmações criacionistas comuns sobre Darwin e evolução. O livro foi desaprovado por cientistas e biógrafos de Darwin que criticaram a omissão dos capítulos principais do livro, e que declarou que a sua introdução contém informações erradas sobre Darwin e longos e refutados argumentos criacionistas sobre a ciência da evolução,[45][46] tais como a ligação de teorias raciais nazistas às ideias darwinistas.[44] Comfort disse mais tarde que os quatro capítulos foram aleatoriamente escolhidos para serem omitidos, a fim de tornar o livro pequeno o suficiente para ser acessível como uma oferta, com os capítulos ausentes disponíveis para download, mas que os capítulos ausentes foram incluídos na segunda edição, que teve um tamanho de texto menor, fazendo a impressão do livro inteiro uma oferta acessível. A segunda edição ainda carece do prefácio de Darwin e do glossário de termos.[47] O Centro Nacional de Educação Científica organizou uma campanha para distribuir uma análise da introdução de Comfort e um marcador de banana em faculdades nos EUA, uma referência à apresentação da banana por Comfort como argumento para a existência de Deus.[48]

Em 2 de março de 2012, Cameron afirmou no Piers Morgan Tonight, da CNN, quando perguntado sobre a homossexualidade, que é '...não natural, que é prejudicial e, finalmente destrutivo para muitos dos fundamentos da civilização'.[49] Os comentários de Cameron receberam críticas do GLAAD,[50] e provocaram uma reação de ativistas dos direitos gays e celebridades de Hollywood, incluindo Roseanne Barr, Craig Ferguson e Jesse Tyler Ferguson, bem como Tracey Gold e Alan Thicke, co-atores do Growing Pains. Piers Morgan afirmou que Cameron foi corajoso por expressar sua opinião, "no entanto suas crenças podem ser antiquadas". Ele, no entanto, recebeu "milhares de e-mails e comentários" dos apoiadores.[51][52] Rosie O'Donnell convidou-o para discutir seus pontos de vista em seu talk show, mas ele se recusou e sugeriu um jantar privado para discutir este assunto pessoalmente.[53]

Em 11 de abril de 2012, Cameron foi homenageado pela Universidade Wesleyana de Indiana e ingressou na Society of World Changers durante uma cerimônia em que ele falou no campus da IWU.[54]

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Cameron e sua esposa, a estrela de Growing Pains, Chelsea Noble, se casaram em 21 de julho de 1991. Eles agora têm seis filhos, quatro dos quais foram adotados: Jack (nascido em 1996), Isabella (nascida em 1997), Anna (nascida em 1998), e Luke (nascido em 2000); e dois biológicos: Olivia (nascida em 2001) e James (nascido em 2003).[55]

Conversão ao Cristianismo[editar | editar código-fonte]

Cameron era ateu no início da adolescência. Quando ele tinha 17 anos, durante o auge de sua carreira em Growing Pains, ele se tornou um cristão nascido de novo.[56][57][58]

Depois de converter-se ao Cristianismo Protestante, ele começou a insistir que as histórias fossem editadas para remover qualquer coisa que ele considerasse muito adulta ou inadequada em Growing Pains.[59]

Depois que a série foi cancelada, Cameron não manteve contato com seus ex-colegas e não falou com Tracey Gold por oito anos. Cameron afirmou que isso não se devia a qualquer animosidade de sua parte em relação a qualquer de seus ex-membros do elenco, mas à conseqüência de seu desejo de começar uma nova vida longe da indústria do entretenimento, e a vida em que ele estivera no passado sete anos antes.[60]

Antes da estreia de The Growing Pains Movie em 2000, para o qual todo o elenco principal se reuniu, Cameron descreveu seus arrependimentos sobre como seu relacionamento com seus colegas de elenco mudou após sua conversão religiosa durante a produção da série, dizendo: "Eu definitivamente meio que fiz uma reviravolta, indo em direção a outro aspecto da minha vida ", admite Cameron. "Eu mudei meu foco de 100% no programa, para 100% em [minha nova vida], e deixei 0% no show - e até mesmo as amizades que faziam parte daquele show. Se eu pudesse voltar, eu acho que poderia tomar decisões que fossem menos inadvertidamente prejudiciais ao elenco - como conversar e explicar a elas porquê eu só queria ter minha família no meu casamento ".[60]

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Televisão[editar | editar código-fonte]

Ano Título Personagem Notas
1981 Goliath Awaits Liam Filme
1981 Bret Maverick Menino #1 Episódios: "The Lazy Ace" (Partes 1 & 2)
1982 Beyond Witch Mountain Menino Filme
1982 Herbie, the Love Bug Garoto Episódio: "Herbie the Matchmaker"
1982 Lou Grant Joey Episódio: "Victims"
1983 Starflight: The Plane That Couldn't Land Gary Filme
1983 Two Marriages Eric Armstrong Episódio: "Relativity"
1983 ABC Afterschool Specials Willy

Jeff

"The Woman Who Willed a Miracle"

"Andrea's Story: A Hitchhiking Tragedy"

1984 More Than Murder Bobby Filme
1984 Children in the Crossfire Mickey Chandler Filme
1985 - 1992 Growing Pains Mike Seaver 167 episódios
1988 Full House Primo Steve Episódio: "Just One of the Guys"
1990 The Secrets of the Back to the Future Trilogy Ele mesmo (anfitrião) Programa de bastidores
1991 A Little Piece of Heaven Will Loomis Filme
1994 Star Struck Corredor Filme
1995 The Computer Wore Tennis Shoes Dexter Riley Filme
1995 - 1996 Kirk Kirk Hartman 31 episódios
1998 You Lucky Dog Jack Morgan Filme
2000 The Growing Pains Movie Mike Seaver Filme
2001 Touched by an Angel Chuck Parker Episódio: "The Birthday Present"
2001 The Miracle of the Cards Josh Filme
2002 Family Law Mitchell Stark Episódio: "Blood and Water"
2003 - 2013 Praise the Lord Anfitrião recorrente
2003 - presente The Way of the Master Ele mesmo/anfitrião
2004 Growing Pains: Return of the Seavers Mike Seaver Filme

Cinema[editar | editar código-fonte]

Ano Título Personagem Notas
1986 The Best of Times Teddy
1987 Like Father Like Son Chris Hammond / Dr. Jack Hammond
1989 Listen to Me Tucker Muldowney
1990 The Willies Mike Seaver
1998 The Birth of Jesus Tio Kirk Diretamente em vídeo
2001 Left Behind: The Movie Buck Williams
2002 Left Behind II: Tribulation Force Buck Williams
2005 Left Behind: World at War Buck Williams
2008 Fireproof Caleb Holt
2012 Monumental: In Search of America's National Treasure Ele mesmo Documentário; também foi produtor
2013 Unstoppable Ele mesmo Documentário
2014 Mercy Rule John Miller Diretamente em vídeo e download digital
2014 Saving Christmas Kirk Distribuição limitada em cinemas nacionais
2017 Extraordinary Barry
2018 Connect Ele mesmo

Videogames[editar | editar código-fonte]

Ano Título Personagem Nota
1994 The Horde Chauncey

Prêmios e Indicações[editar | editar código-fonte]

Ano Associação Categoria Trabalhos Resultado Referência
1985 Young Artist Award Melhor jovem ator coadjuvante em um drama diurno ou noturno Two Marriages Indicado [61]
1986 Young Artist Award Melhor jovem ator estrelando em uma nova série de televisão Growing Pains Venceu [61]
1987 Young Artist Award Desempenho excepcional por um ator jovem estrelando em uma série de comédia ou drama de televisão Growing Pains Venceu [61]
1987 Young Artist Award Melhor Jovem Superstar Masculino na Televisão Growing Pains Venceu [61]
1987 Saturn Award Melhor desempenho de um ator mais jovem Like Father, Like Son Venceu
1987 Golden Globe Awards Melhor Ator Coadjuvante - Série, Minissérie ou Filme Televisivo Growing Pains Indicado [61]
1988 People's Choice Awards Artista Jovem de Televisão Favorito Venceu [62]
1989 Young Artist Award Melhor jovem ator estrelado em um filme Listen to Me Indicado
1989 Golden Globe Awards Melhor Ator Coadjuvante - Série, Minissérie ou Filme Televisivo Growing Pains Indicado [60]
1989 People's Choice Awards Artista Jovem de Televisão Favorito Venceu
1990 Kids' Choice Awards Ator de TV favorito Growing Pains Venceu
2012 Universidade Wesleyana de Indiana Sociedade dos que Mudam o Mundo Venceu [54]
2014 Framboesa de Ouro Pior filme Saving Christmas Venceu

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Laufenberg, Norbert, 1920- (2005). Entertainment celebrities. Victoria, B.C.: Trafford. ISBN 1412053358. OCLC 61216341 
  2. «Kirk Cameron's 'Saving Christmas' Sinks to Worst IMDB Rating in Site's History». TheWrap (em inglês). 5 de dezembro de 2014. Consultado em 12 de agosto de 2019 
  3. Mansour, David, (2005). From Abba to Zoom : a pop culture encyclopedia of the late 20th century. Kansas City, MO: Andrews McMeel Pub. ISBN 9780740793073. OCLC 776997651 
  4. «Candace Cameron has 'Full House' of her own». TODAY.com (em inglês). Consultado em 12 de agosto de 2019 
  5. EGO, Aline Pollilo Do; Rio, no. «Full House: Veja como estão os protagonistas da série de TV». Ego. Consultado em 12 de agosto de 2019 
  6. «Chicago Sun-Times Archive Search Results». nl.newsbank.com. Consultado em 12 de agosto de 2019 
  7. «Chicago Sun-Times Archive Search Results». nl.newsbank.com. Consultado em 12 de agosto de 2019 
  8. «CURLY-HAIRED KIRK CAMERON TEEN-AGE HEARTTHROB TAKES FAME IN STRIDE». web.archive.org. 15 de março de 2009. Consultado em 13 de agosto de 2019 
  9. O'Connor, John J. (8 de março de 1984). «Abc's 'Two Marriages' Now a Weekly Series». The New York Times (em inglês). ISSN 0362-4331 
  10. Growing Pains - Kirk Cameron Interview, consultado em 13 de agosto de 2019 
  11. «20 Sep 1991, 60 - Chicago Tribune at Newspapers.com». Chicago Tribune (em inglês). Consultado em 13 de agosto de 2019 
  12. a b «27 May 1996, Page 168 - Chicago Tribune at Newspapers.com». Chicago Tribune (em inglês). Consultado em 13 de agosto de 2019 
  13. «Will Fall Strategy Keep New Networks Alive?». nl.newsbank.com. Charlotte: Search Results. Consultado em 13 de agosto de 2019 
  14. «The Rebirth of Kirk Cameron - Today's Christian». web.archive.org. Consultado em 13 de agosto de 2019 
  15. «Will Fall Strategy Keep New Networks Alive?». nl.newsbank.com. 28 de agosto de 1995. Consultado em 13 de agosto de 2019 
  16. Like Father Like Son, consultado em 13 de agosto de 2019 
  17. «1987 Yearly Box Office Results - Box Office Mojo». www.boxofficemojo.com. Consultado em 13 de agosto de 2019 
  18. «Listen to Me (1989) - Box Office Mojo». www.boxofficemojo.com. Consultado em 13 de agosto de 2019 
  19. «Chicago Sun-Times Archive Search Results». nl.newsbank.com. Consultado em 13 de agosto de 2019 
  20. «On the Tube: 'Growing Pains Movie' catches up with the Seaver clan». old.post-gazette.com. Consultado em 13 de agosto de 2019 
  21. Growing Pains: Return of the Seavers, consultado em 13 de agosto de 2019 
  22. «'Growing Pains' Cast Reunion». transcripts.cnn.com. CNN. Consultado em 24 de agosto de 2019 
  23. «Film Series Is Something Kirk Cameron Won't Leave 'Behind' - Entertainment News Story - WPBF West Palm Beach». web.archive.org. 28 de setembro de 2011. Consultado em 24 de agosto de 2019 
  24. «Boy's healing, world record inspire new film». Toledo Blade (em inglês). Consultado em 24 de agosto de 2019 
  25. «'Fireproof' is still generating heat - CNN.com». edition.cnn.com. Consultado em 24 de agosto de 2019 
  26. Herald-DispatchHerald-Dispatch.com, 2009/The. «Church hosts showing of 'Fireproof' movie». The Herald-Dispatch (em inglês). Consultado em 24 de agosto de 2019 
  27. Buss, Dale (21 de janeiro de 2009). «What Christians Watch». Wall Street Journal (em inglês). ISSN 0099-9660 
  28. «Monumental: In Search of America's National Treasure (2012) - Box Office Mojo». www.boxofficemojo.com. Consultado em 25 de agosto de 2019 
  29. «Kirk Cameron Doc 'Unstoppable' Grosses $2 Million in One-Night Live Event». The Hollywood Reporter (em inglês). Consultado em 25 de agosto de 2019 
  30. «Kirk Cameron fights Facebook over new film». USA TODAY (em inglês). Consultado em 25 de agosto de 2019 
  31. «MERCY RULE | Movieguide | Movie Reviews for Christians». Movieguide | The Family Guide to Movies & Entertainment (em inglês). 17 de fevereiro de 2014. Consultado em 25 de agosto de 2019 
  32. «Kirk Cameron's Mercy Rule DVD». FishFlix.com Christian and Family Movies (em inglês). Consultado em 25 de agosto de 2019 
  33. Kirk Cameron's Saving Christmas, consultado em 25 de agosto de 2019 
  34. CNN, Emanuella Grinberg. «Kirk Cameron sweeps the Razzies for 'Saving Christmas'». CNN. Consultado em 25 de agosto de 2019 
  35. «'Extraordinary' Actress Says 'Marriage Is a Ministry,' Couples Must Serve It Well (Interview)». www.christianpost.com (em inglês). Consultado em 25 de agosto de 2019 
  36. «Kirk Cameron talks about navigating 'social media jungles'». TODAY.com (em inglês). Consultado em 25 de agosto de 2019 
  37. «Kirk Cameron Releases New Documentary Exposing the Dangers of Technology on Children». CBN News (em inglês). 23 de fevereiro de 2018. Consultado em 25 de agosto de 2019 
  38. «Christian Evangelist's Book Ranked Bestselling 'Atheist' Item». archive.is. 23 de julho de 2012. Consultado em 25 de agosto de 2019 
  39. «"Way of the Master" TV show». Living Waters (em inglês). Consultado em 25 de agosto de 2019 
  40. «Film Starring Kirk Cameron Opened at No. 4 With $6.8M in Ticket Sales - 10/03/08 - Houston News - abc13.com». web.archive.org. 14 de março de 2009. Consultado em 25 de agosto de 2019 
  41. «Sarasota Florida news, weather, sports and business | HeraldTribune.com | Sarasota FL». HeraldTribune.com. Consultado em 25 de agosto de 2019 
  42. «Evangelist Challenges Atheists to Debate on ABC». archive.is. 2 de janeiro de 2013. Consultado em 26 de agosto de 2019 
  43. ABC Nightline Faceoff: Ray Comfort Proves that God Exists p2, consultado em 26 de agosto de 2019 
  44. a b «Kirk Cameron Stands Behind Controversial Darwin Statements». PEOPLE.com (em inglês). Consultado em 26 de agosto de 2019 
  45. Gilgoff, Dan (30 de Outubro de 2009). «How Creationist 'Origin' Distorts Darwin». US News. Consultado em 25 de Agosto de 2019 
  46. «The Don't Diss Darwin Institute». web.archive.org. 19 de novembro de 2009. Consultado em 26 de agosto de 2019 
  47. Comfort, Ray; Darwin, Charles (2009). Origin of Species: 150th Anniversary Edition. [S.l.]: Bridge-Logos Foundation. ISBN 0-88270-919-4 
  48. «The Don't Diss Darwin Institute». web.archive.org. 20 de novembro de 2009. Consultado em 26 de agosto de 2019 
  49. Cameron: 'Homosexuality is unnatural' - CNN Video, consultado em 26 de agosto de 2019 
  50. «Kirk Cameron: Homosexuality Is Detrimental and Destructive; GLAAD Says He's Out of Step». E! Online (em inglês). 4 de Março de 2012. Consultado em 26 de agosto de 2019 
  51. News, A. B. C. «Cameron Supported After Gay Remarks». ABC News (em inglês). Consultado em 26 de agosto de 2019 
  52. «Tracey Gold, More Stars Slam Kirk Cameron for Anti-Gay Remarks». Us Weekly (em inglês). 5 de março de 2012. Consultado em 26 de agosto de 2019 
  53. OnTopMag.com. «Kirk Cameron, Rosie O'Donnell to discuss gay rights». ChicagoPride.com (em inglês). Consultado em 26 de agosto de 2019 
  54. a b «Actor Selected as IWU s Latest World Changer | Kirk Cameron Evangelis…». archive.is. 5 de agosto de 2012. Consultado em 26 de agosto de 2019 
  55. «Kirk Cameron on his kids: "I forget who's adopted and who's not"». PEOPLE.com (em inglês). Consultado em 15 de agosto de 2019 
  56. «The Rebirth of Kirk Cameron - Today's Christian». web.archive.org. Consultado em 13 de agosto de 2019 
  57. O'Reilly, Bill. «Bill O'Reilly: The O'Reilly Factor - Wednesday, April 12, 2006». www.billoreilly.com (em inglês). Consultado em 26 de agosto de 2019 
  58. Cameron, Kirk, 1970- (2004). The way of the Master : how to share your faith simply, effectively, biblically-- the way Jesus did. Wheaton, Ill.: Tyndale House Publishers. ISBN 1414300611. OCLC 53846399 
  59. «The Cast of 'Growing Pains:' Where Are They Now?». Getback (em inglês). 25 de março de 2015. Consultado em 26 de agosto de 2019 
  60. a b c «TV Family's Cast Gets Over Its Own 'Growing Pains'». Los Angeles Times (em inglês). 3 de novembro de 2000. Consultado em 26 de agosto de 2019 
  61. a b c d e «Kirk Cameron». Metacritic (em inglês). Consultado em 26 de agosto de 2019 
  62. «People's Choice Awards». E! Online (em inglês). Consultado em 26 de agosto de 2019 

Leitura Adicional[editar | editar código-fonte]

  • Still Growing: An Autobiography (with Lissa Halls Johnson), em inglês: ISBN 0-8307-4451-7.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]