Léo Portela

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Léo Portela
Deputado Léo Portela
Deputado Estadual de Minas Gerais
Período 1º de fevereiro de 2015
até a atualidade
Dados pessoais
Nome completo Leonardo Morreale Diniz Portela
Nascimento 10 de outubro de 1980 (39 anos)
Belo Horizonte, Minas Gerais
Nacionalidade Brasileiro
Partido PRB

Leonardo Morreale Diniz Portela, também conhecido como Léo Portela (Belo Horizonte, 10 de outubro de |1980), é um político, advogado e administrador de recursos humanos. É pós-graduado em Direito Civil e Direito Processual Civil, mestre em Direito e professor universitário. É filho do Deputado Federal por Minas Gerais Lincoln Portela[1].

No Governo de Minas Gerais, foi subsecretário da Secretaria de Casa Civil e Relações Institucionais de Minas Gerais no governo de Antonio Anastasia e vice-presidente da Companhia de Tecnologia da Informação do Estado de Minas Gerais (PRODEMGE)[1].

Foi Assessor de Relações Institucionais da Confederação Nacional do Transporte, membro do Grupo de Trabalho do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT), membro da Comisssão de Erradicação do Trabalho Infantil (Conaeti), membro da Comissão Tripartite do Programa de Alimentação do Trabalhador (CTPAT), no Ministério do Trabalho e Emprego e, ainda, membro do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), do Ministério das Cidades, todos por indicação da CNT[1].

Carreira política[editar | editar código-fonte]

Em 05 de outubro de 2014, foi eleito para seu primeiro mandato na Assembleia Legislativa de Minas Gerais com 54.602 votos[2]. Foi eleito como Vice Líder do Bloco Minas Melhor[3]. Também foi eleito Vice Presidente da Comissão de Redação.

Desastre Ambiental de Mariana[editar | editar código-fonte]

Quando ocorreu o Rompimento de barragem em Mariana, tomou parte na Comissão Extraordinária das Barragens formada pela ALMG, que trabalhou pela busca de soluções para o desastre ambiental[4].

Aliança pela Vida[editar | editar código-fonte]

Como membro da comissão de prevenção e combate ao uso de crack e outras drogas, Léo Portela impediu que o Programa Aliança pela Vida, que firma convênios do Estado com Comunidades Terapêuticas para tratamento de dependentes fosse extinto[5].

Referências

  1. a b c «ALMG - Biografia do Deputado Léo Portela». ALMG. 29 de junho de 2016. Consultado em 29 de junho de 2016 
  2. «Eleições 2014 - Léo Portela». Eleições 2014. 05 de outubro de 2014. Consultado em 29 de junho de 2016  Verifique data em: |data= (ajuda)
  3. «ALMG - Lideranças». ALMG. 29 de junho de 2016. Consultado em 29 de junho de 2016 
  4. «Comissão Extraordinária das Barragens da ALMG não terá recesso». Estado de Minas. 17 de novembro de 2015. Consultado em 29 de junho de 2016 
  5. «Audiência Pública debate melhorias no tratamento de dependentes químicos e combate às drogas». Observatório Mineiro de Informações sobre as Drogas. 10 de abril de 2016. Consultado em 29 de junho de 2016. Arquivado do original em 18 de agosto de 2016 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Wikiquote Citações no Wikiquote
Commons Categoria no Commons
Ícone de esboço Este artigo sobre um político é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.