La solitudine

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
"La solitudine"
Single de Laura Pausini
do álbum Laura Pausini
Lançamento 1993
Formato(s)
Gravação 1993;
Santanna Recording Studios
(Castelfranco Emilia, Modena)
Gênero(s)
Duração 4:04
Gravadora(s) CGD Records
Composição
  • Angelo Valsiglio
  • Pietro Cremonesi
  • Federico Cavalli
Produção
  • Angelo Valsiglio
  • Marco Marati
Cronologia de singles de Laura Pausini
Último
"Non c'è"
(1993)
Próximo
Lista de faixas de Laura Pausini
Último
"Tutt'al più"
(5)
"Perché non torna più"
(7)
Próximo

"La solitudine" é uma canção pertencente a cantora italiana Laura Pausini. Foi lançada como o primeiro single de seu álbum de estreia, autointitulado Laura Pausini (1993). O tema fala sobre a dor sentida por uma adolescente separada de seu namorado. Após seu lançamento, a faixa se tornou um sucesso comercial em território italiano, além de ter sido a 15.ª mais vendida no país em 1993. No mundo, a obra também obteve grande repercussão, fazendo com que a artista adaptasse sua letra para outros idiomas. Até os dias de hoje, é conhecida como uma de suas canções assinatura e teve diversas versões covers gravadas e lançadas por outros artistas, das quais destaca-se a do cantor brasileiro Renato Russo.

Com letra escrita por Federico Cavalli e Pietro Cremonesi, e música composta por Cremonesi e Angelo Valsiglio, a canção apresenta movimento de balada e influências da música pop. Sua gravação decorreu em 1993 nos Santanna Recording Studios, localizado em Castelfranco Emilia, Modena. A canção foi apresentada pela artista, até então desconhecida, no Festival de Sanremo de 1993, que conquista a vitória na categoria "Novas propostas" com 7464 votos.[1] [2]

Antecedentes e composição[editar | editar código-fonte]

"La solitudine" foi escrita por Pietro Cremonesi, autor tanto da letra quanto da música da canção, e Federico Cavalli, que o auxiliou no processo da escrita.[3] Na composição da música também trabalhou Angelo Valsiglio,[4] que já tinha tido a oportunidade de ouvir a voz de Laura Pausini e, portanto, interessado em trabalhar com ela, a contatou para lhe apresentar o gerente e produtor Marco Marati. Valsiglio e Marati propuseram a canção para a cantora, juntamente com algumas outras canções escritas por vários autores. A mesma canção já havia sido experimentada por outros intérpretes, mas Marati e Valsiglio consideraram a performance de Pausini a mais convincente.[3] Além disso, a própria cantora declarou em entrevista ter ficado impressionada desde o início com a obra:[3]

"La solitudine" é uma balada pop com letras que falam do vazio pela perda de um amor.

Problemas para escutar este arquivo? Veja a ajuda.
Cquote1.svg Inicialmente a canção começava com "Anna se foi"[nota 1] em vez de "Marco se foi"[nota 2] . Mas o resto da história era uma fotografia da minha vida até aquele ponto, porque eu realmente ia a escola com o trem de sete e meia. [...] Eu disse (...) que eu queria cantar somente aquilo, mudando apenas o nome, Marco, porque o desenvolvimento da canção parecia copiado a partir do que estava acontecendo comigo. Marco era meu namorado na época e, por isso, quando eu cantava essa música, me emocionava muito. Cquote2.svg

"La solitudine" é uma canção de movimento balada com origens estilísticas da música pop, cujas letras falam a remoção de uma adolescente por seu namorado, que mudou-se para outra cidade e precisa trabalhar por exigência de seu pai,[5] e mostram em primeira mão o vazio experimentado pela jovem, para os quais os momentos cotidianos como o passeio de trem para a escola ou o estudo a tarde não parecem ter qualquer sentido sem seu amor e sua presença,[6] demonstrado nas seguintes letras: "Marco se foi e não retorna mais/E o trem das 07:30 sem ele/É um coração de metal sem alma/No frio da manhã cinzenta da cidade/Na escola o banco é vago, Marco está dentro de mim"[nota 3] e "Na escola, não posso mais/E as tardes sem você/Estudar é inútil, todas as ideias se concentram em você".[nota 4]

De um ponto de vista musical, a jornalista Fabiana Steinmander da rede televisiva estadunidense Univision descreveu "La solitudine" como "uma das canções com maior grau de dificuldade, por causa da grande quantidade de variação na voz e modulação que exige de seu intérprete".[7]

Informações do vídeo[editar | editar código-fonte]

O videoclip de La solitudine foi gravado em março de 1993 na cidade de Ostia, na Itália, sob a direção de Ambrogio Lo Giudice. O vídeo é simples, alterna entre Laura Pausini à beira da praia com três cachorros e cantando sozinha em um píer.

Em 1999, o video foi inserido no VHS Video Collection 93–99.

Faixas[editar | editar código-fonte]

Desempenho nas tabelas musicais[editar | editar código-fonte]

Paradas
(1994)
Melhor
posição
 Bélgica[8] 1
 França[9] 5
 Itália[10] 1
 Países Baixos[11] 2

La soledad[editar | editar código-fonte]

"La soledad"
Single de Laura Pausini
do álbum Laura Pausini
Lançamento 1994
Formato(s) CD single
Gravação 1994
Morning Studio (Milão, Itália)
Gênero(s) Pop
Duração 4:00
Gravadora(s) CGD
Composição Angelo Valsiglio, Pietro Cremonesi
Letrista(s) Federico Cavalli, Pietro Cremonesi
Produção Angelo Valsiglio
Informações sobre o vídeo musical
Gravação Março de 1993
(Óstia, Itália)
Lançamento 1994
Director(es) Ambrogio Lo Giudice
Duração 3:58
Cronologia de singles de Laura Pausini
Último
"Lui non sta con te"
(1994)
"Se fue
(1994)
Próximo

Informações da canção[editar | editar código-fonte]

Em 1994 a canção La solitudine foi adaptada para o espanhol por Badia com o título La soledad.

Foi inserida no primeiro álbum em língua espanhola da cantora, auto intitulado Laura Pausini, e lançado como 1º single em 1994 na Espanha e na América Latina.

Informações do vídeo[editar | editar código-fonte]

Para a produção do videoclip de La soledad foram utilizadas as mesmas imagens do vídeo de La solitudine. Algumas das cenas usadas não foram utilizadas no video original, já outras foram apenas reaproveitadas.

Em 1999, o video foi inserido na versão espanhola do VHS Video Collection 93–99.

Faixas[editar | editar código-fonte]

Desempenho nas tabelas musicais[editar | editar código-fonte]

Paradas
(1995)
Melhor
posição
 Estados Unidos (Billboard Latin Pop Song)[12] 5
 Estados Unidos (Billboard Latin Song)[12] 22

La solitudine (Loneliness)[editar | editar código-fonte]

"La solitudine (Loneliness)"
Single de Laura Pausini
do álbum Laura Pausini
Lançamento 19 de junho de 1995
Formato(s) CD single
Gravação 1995
Santanna Recording Studios (Castelfranco Emilia, Itália)
Gênero(s) Pop
Duração 4:00
Gravadora(s) CGD East West
Composição Angelo Valsiglio, Pietro Cremonesi
Letrista(s) Federico Cavalli, Pietro Cremonesi
Produção Marco Marati, Bob Sargeant
Cronologia de singles de Laura Pausini
Último
"Las chicas"
(1995)
"Incancellabile"
(1996)
Próximo

Informações da canção[editar | editar código-fonte]

Em 1995 a canção La solitudine foi adaptada para o inglês por Tim Rice com o título La solitudine (Loneliness).

A canção foi lançada como 1º e único single do álbum Laura Pausini de 1995, lançado no Reino Unido e que traz algumas canções dos dois primeiros álbuns em italiano da cantora.

Faixas[editar | editar código-fonte]

CD single - Promo Warner Music Europa (1995)
  1. La solitudine (Loneliness)
CD single - 4509990062 Warner Music Europa (1995)
  1. La solitudine (Loneliness)
  2. La solitudine
  3. La solitudine (Instrumental)
CD single - 0630195762 Warner Music Europa (1997)
  1. Ascolta il tuo cuore
  2. La solitudine (Loneliness)
  3. Ascolta il tuo cuore (Remix)

La solitudine (2001 version)[editar | editar código-fonte]

"La solitudine (2001 version)"
Single de Laura Pausini
do álbum The Best of Laura Pausini
Lançamento 2002
Formato(s) CD single
Gravação 2001
Fonoprint Studio (Bolonha, Itália)
Excalibur Studio (Milão, Itália)
Gênero(s) Pop
Duração 4:23
Gravadora(s) CGD East West
Composição Angelo Valsiglio, Pietro Cremonesi
Letrista(s) Federico Cavalli, Pietro Cremonesi
Produção Laura Pausini, Alfredo Cerruti, Celso Valli
Cronologia de singles de Laura Pausini
Último
"Una storia che vale"
(2002)
"Non c'è
(2001 version)

(2002)
Próximo

Informações da canção[editar | editar código-fonte]

Em 2001 a canção foi inserida no álbum coletânea The Best of Laura Pausini: E ritorno da te em uma nova versão.

A canção foi novamente lançada como single em 2002, sendo o 3º single do álbum The Best of Laura Pausini: E ritorno da te.

Também no álbum em versão espanhola, Lo Mejor de Laura Pausini: Volveré junto a ti, foi inserida uma nova versão de La soledad, porém essa não foi lançada como single.

Faixas[editar | editar código-fonte]

CD single Promo Warner Music Itália (2002)
  1. La solitudine (2001 version)
  2. Non c'è (2001 version)
CD single - 809274364920 Warner Music França (2002)
  1. Tra te e il mare
  2. La solitudine (2001 version)

Créditos[editar | editar código-fonte]

  • Celso Valli: bateria, teclados, piano
  • Luca Bignardi: bateria
  • Gavin Wright: violino
  • Monica Magnani: coro
  • Julia St. Louis: coro
  • Joyce Yuille: coro
  • Ronny Jones: coro
  • Silvio Pozzoli: coro
  • London Session Orchestra: orquestra

Informações adicionais[editar | editar código-fonte]

La solitudine foi inserida também em uma nova versão no The Best of Laura Pausini: E ritorno da te e em versão live no DVD Live 2001-2002 World Tour e nos álbuns ao vivo Live in Paris 05, San Siro 2007 e Laura Live World Tour 09.

La soledad foi inserida também no álbum Lo Mejor de Laura Pausini: Volveré junto a ti em uma nova versão, em versão live no álbum ao vivo Laura Live Gira Mundial 09.

Covers e versões[editar | editar código-fonte]

Notas

  1. No original: "Anna se n'è andata"
  2. No original: "Marco se n'è andata"
  3. No original: "Marco se n'è andato e non ritorna più/E il treno delle 7: 30 senza lui/È un cuore di metallo senza l'anima/Nel freddo del mattino grigio di città/A scuola il banco è vuoto, Marco è dentro me"
  4. No original: "A scuola non ne posso più/E I pomeriggi senza te/Studiare è inutile tutte le idee si affollano su te"

Referências

  1. Secondo De Andre' terze Casale-Di Michele, la Pausini vince tra i giovani. Il pubblico contesta Il rock di Ruggeri val piu' di una preghiera Zero sconfitto, rovesciati i pronostici (em italiano). Visitado em 14/08/11.
  2. SANREMO 1993 STORIA E STORIE DEL FESTIVAL (em italiano). Visitado em 14/08/11.
  3. a b c Minà, Gianni (Novembro/2008). Laura Pausini: una ragazza di provincia con un respiro mondiale (em italiano) www.giannimina.it. Visitado em 13 de dezembro de 2015. Cópia arquivada em 16 de julho de 2011.
  4. Faenza, Danila (26 de julho de 2012). Jukebox del passato. Laura Pausini, La solitudine (em italiano) oggiBologna.it. Visitado em 14 de dezembro de 2015. Cópia arquivada em 07 de outubro de 2012.
  5. Pozzi, Gloria (22 de fevereiro de 1993). È l'ora del giovane fai da te: cantautore in fuga (em italiano) Corriere della Sera. Visitado em 14 de dezembro de 2015.
  6. Fegiz, Mario Luzzatto (1º de março de 1993). Aria nuova a Sanremo? Per ora solo spifferi (em italiano) Corriere della Sera. Visitado em 14 de dezembro de 2015.
  7. Steinmander, Fabiana (1º de abril de 2007). A Erica la traicionaron los nervios (em espanhol) Univision. Visitado em 14 de dezembro de 2015. Cópia arquivada em 21 de outubro de 2012.
  8. Andamento do single La solitudine na classificação da Bélgica (em inglês). Visitado em 25/06/12.
  9. Andamento do single La solitudine na classificação da França (em francês). Visitado em 14/08/11.
  10. Andamento do single La solitudine na classificação da Itália (em italiano). Visitado em 14/08/11.
  11. Andamento do single La solitudine na classificação dos Paises Baixos (em holandês). Visitado em 14/08/11.
  12. a b Andamento do single La soledad na classificação dos EUA (em inglês). Visitado em 14/08/11.