Festival de Sanremo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Festival de Sanremo
Festival della Canzone Italiana di Sanremo
Período de atividade 1951 - presente
Número de edições 66
Local(is) Sanremo, Itália
Data(s) Fevereiro
Gênero(s) Vários
Página oficial www.sanremo.rai.it

Índice

O Festival de Sanremo (oficialmente Festival da canção italiana; Festival della canzone italiana) é considerado um dos mais importantes eventos de musicais do mundo e talvez o mais importante da Europa, principalmente por sua longevidade. É realizado sem interrupção desde 1951, antes mesmo da chegada da televisão na Itália em 1955.

Apesar da premiação propriamente dita ter começado em 1951, a história do festival se inicia cinco anos antes em 1946, um ano depois do fim da Segunda Guerra Mundial. Um floricultor de Sanremo, Amilcare Rambaldi, propõe a realização de um festival anual de canções, mas devido a inúmeras dificuldades a ideia não foi aceita de imediato. San Remo é uma pequena localidade ao norte da Itália que vivia à época graças à plantação de flores.

Em 1951 o diretor do casino de Sanremo, Pier Busseti, reativa a ideia do festival. Um grande colaborador para o início do festival foi o maestro da RAI, Giulio Razzi.

No Brasil, o Festival foi apresentado durante muitos anos pelo cantor italiano radicado no Brasil Dick Danello, nas estações TV Manchete, Rede Record, Rede Bandeirantes e CNT Gazeta[1]

Em Portugal, o Festival foi transmitido pela RTP.

Edições[editar | editar código-fonte]

Ano
Vencedor
Canção vencedora
Apresentador(es)
Direção artística
Dias
Local
Audiência
1951
Nilla Pizzi Grazie dei fiori Nunzio Filogamo Giulio Razzi
3
Casinò di Sanremo N.D.
1952
Vola colomba
1953
Carla Boni e Flo Sandon's Viale d'autunno
1954
Giorgio Consolini e Gino Latilla Tutte le mamme
1955
Claudio Villa e Tullio Pane Buongiorno tristezza Armando Pizzo con Maria Teresa Ruta
1956
Franca Raimondi Aprite le finestre Fausto Tommei con Maria Teresa Ruta
1957
Claudio Villa e Nunzio Gallo Corde della mia chitarra Nunzio Filogamo con Marisa Allasio, Fiorella Mari e con Nicoletta Orsomando
1958
Domenico Modugno e Johnny Dorelli Nel blu dipinto di blu Gianni Agus con Fulvia Colombo Achille Cajafa
1959
Piove (Ciao ciao bambina) Enzo Tortora con Adriana Serra Edoardo Fosco
1960
Tony Dallara e Renato Rascel Romantica Paolo Ferrari ed Enza Sampò Ezio Radaelli
1961
Betty Curtis e Luciano Tajoli Al di là Lilli Lembo e Giuliana Calandra, sostituita nella serata finale da Alberto Lionello
1962
Domenico Modugno e Claudio Villa Addio... addio... Renato Tagliani con Laura Efrikian e Vicky Ludovisi Gianni Ravera
1963
Tony Renis e Emilio Pericoli Uno per tutte Mike Bongiorno con Edy Campagnoli, Maria Giovannini, Rossana Armani e Giuliana Copreni
1964
Gigliola Cinquetti e Patricia Carli Non ho l'età (Per amarti) Mike Bongiorno con Giuliana Lojodice
1965
Bobby Solo e The New Christy Minstrels Se piangi se ridi Mike Bongiorno con Grazia Maria Spina
1966
Domenico Modugno e Gigliola Cinquetti Dio come ti amo Mike Bongiorno con Paola Penni e Carla Maria Puccini
1967
Claudio Villa e Iva Zanicchi Non pensare a me Mike Bongiorno con Renata Mauro
1968
Sergio Endrigo e Roberto Carlos Braga Canzone per te Pippo Baudo e Luisa Rivelli
1969
Bobby Solo e Iva Zanicchi Zingara Nuccio Costa con Gabriella Farinon Ezio Radaelli
1970
Adriano Celentano e Claudia Mori Chi non lavora non fa l'amore Nuccio Costa con Enrico Maria Salerno ed Ira Furstemberg Gianni Ravera
1971
Nada e Nicola Di Bari Il cuore è uno zingaro Carlo Giuffré ed Elsa Martinelli
1972
Nicola Di Bari I giorni dell'arcobaleno Mike Bongiorno con Sylva Koscina e Paolo Villaggio Elio Gigante
1973
Peppino di Capri Un grande amore e niente più Mike Bongiorno con Gabriella Farinon Vittorio Salvetti
1974
Iva Zanicchi Ciao cara come stai? Corrado con Gabriella Farinon Gianni Ravera
1975
Gilda Ragazza del Sud Mike Bongiorno con Sabina Ciuffini Bruno Pallesi
1976
Peppino di Capri Non lo faccio più Giancarlo Guardabassi con Tiziana Pini, Serena Albano, Maddalena Galliani, Stella Luna, Lorena Rosetta Nardulli e Karla Strano Pavese Vittorio Salvetti
1977
Homo Sapiens Bella da morire Mike Bongiorno con Maria Giovanna Elmi Teatro Ariston di Sanremo
1978
Matia Bazar ...e dirsi ciao Stefania Casini con Beppe Grillo, Maria Giovanna Elmi e Vittorio Salvetti
1979
Mino Vergnaghi Amare Mike Bongiorno con Anna Maria Rizzoli Gianni Ravera
1980
Toto Cutugno Solo noi Claudio Cecchetto com Roberto Benigni e Olimpia Carlisi
1981
Alice Per Elisa Claudio Cecchetto con Eleonora Vallone e Nilla Pizzi
1982
Riccardo Fogli Storie di tutti i giorni Claudio Cecchetto con Patrizia Rossetti
1983
Tiziana Rivale Sarà quel che sarà Andrea Giordana con Isabel Russinova, Anna Pettinelli ed Emanuela Falcetti
1984
Al Bano e Romina Power Ci sarà Pippo Baudo con Edy Angelillo, Elisabetta Gardini, Iris Peynado e Tiziana Pini e com Isabella Rocchetta e Viola Simoncioni
1985
Ricchi e Poveri Se m'innamoro Pippo Baudo com Patty Brard
1986
Eros Ramazzotti Adesso tu Loretta Goggi com Anna Pettinelli, Sergio Mancinelli e Mauro Micheloni
1987
Gianni Morandi, Umberto Tozzi e Enrico Ruggeri Si può dare di più Pippo Baudo
4
15.950.000 (68,71%)
1988
Massimo Ranieri Perdere l'amore Miguel Bosé e Gabriella Carlucci 14.400.000 (63,35%)
1989
Anna Oxa e Fausto Leali Ti lascerò Rosita Celentano, Paola Dominguin, Danny Quinn e Gianmarco Tognazzi Adriano Aragozzini 15.000.000 (66,13%)
1990
Pooh Uomini soli Johnny Dorelli e Gabriella Carlucci Palafiori di Sanremo Predefinição:Tutto attaccato (63,88%)
1991
Riccardo Cocciante Se stiamo insieme Andrea Occhipinti ed Edwige Fenech Teatro Ariston di Sanremo Predefinição:Tutto attaccato (52,29%)
1992
Luca Barbarossa Portami a ballare Pippo Baudo con Alba Parietti, Brigitte Nielsen e Milly Carlucci Predefinição:Tutto attaccato (60,32%)
1993
Enrico Ruggeri Mistero Pippo Baudo e Lorella Cuccarini Predefinição:Tutto attaccato (56,12%)
1994
Aleandro Baldi Passerà Pippo Baudo con Anna Oxa e Cannelle Pippo Baudo Predefinição:Tutto attaccato (53,63%)
1995
Giorgia Come saprei Pippo Baudo con Anna Falchi e Claudia Koll
5
Predefinição:Tutto attaccato (66,42%)
1996
Ron e Tosca Vorrei incontrarti fra cent'anni Pippo Baudo con Sabrina Ferilli e Valeria Mazza Predefinição:Tutto attaccato (57,00%)
1997
Jalisse Fiumi di parole Mike Bongiorno con Piero Chiambretti e Valeria Marini Mario Maffucci Predefinição:Tutto attaccato (58,11%)
1998
Annalisa Minetti Senza te o con te Raimondo Vianello con Eva Herzigová e Veronica Pivetti Predefinição:Tutto attaccato (52,62%)
1999
Anna Oxa Senza pietà Fabio Fazio con Laetitia Casta e Renato Dulbecco Predefinição:Tutto attaccato (56,02%)
2000
Piccola Orchestra Avion Travel Sentimento Fabio Fazio con Ines Sastre, Luciano Pavarotti e Teo Teocoli Predefinição:Tutto attaccato (54,93%)
2001
Elisa Luce (Tramonti a nord est) Raffaella Carrà con Megan Gale, Massimo Ceccherini ed Enrico Papi Predefinição:Tutto attaccato (47,42%)
2002
Matia Bazar Messaggio d'amore Pippo Baudo con Manuela Arcuri e Vittoria Belvedere Pippo Baudo Predefinição:Tutto attaccato (54,02%)
2003
Alexia Per dire di no Pippo Baudo con Serena Autieri e Claudia Gerini Predefinição:Tutto attaccato (43,44%)
2004
Marco Masini L'uomo volante Simona Ventura con Paola Cortellesi, Maurizio Crozza e Gene Gnocchi Tony Renis Predefinição:Tutto attaccato (38,98%)
2005
Francesco Renga Angelo Paolo Bonolis con Antonella Clerici e Federica Felini Paolo Bonolis Predefinição:Tutto attaccato (52,79%)
2006
Povia Vorrei avere il becco Giorgio Panariello con Ilary Blasi e Victoria Cabello Giorgio Panariello Predefinição:Tutto attaccato (40,17%)
2007
Simone Cristicchi Ti regalerò una rosa Pippo Baudo e Michelle Hunziker Pippo Baudo Predefinição:Tutto attaccato (48,07%)
2008
Giò Di Tonno e Lola Ponce Colpo di fulmine Pippo Baudo e Piero Chiambretti con Bianca Guaccero ed Andrea Osvárt Predefinição:Tutto attaccato (36,56%)
2009
Marco Carta La forza mia Paolo Bonolis con Luca Laurenti e con Maria De Filippi, Paul Sculfor, Alessia Piovan, Nir Lavi, Eleonora Abbagnato, Thyago Alves, Gabriella Pession, David Gandy ed Ivan Olita Paolo Bonolis e Gianmarco Mazzi Predefinição:Tutto attaccato (47,89%)
2010
Valerio Scanu Per tutte le volte che... Antonella Clerici Gianmarco Mazzi Predefinição:Tutto attaccato (47,82%)
2011
Roberto Vecchioni Chiamami ancora amore Gianni Morandi con Belén Rodríguez, Elisabetta Canalis, Luca Bizzarri e Paolo Kessisoglu Predefinição:Tutto attaccato (47,78%)
2012
Emma Marrone Non è l'inferno Gianni Morandi con Rocco Papaleo ed Ivana Mrázová Predefinição:Tutto attaccato (47,29%)
2013
Marco Mengoni L'essenziale Fabio Fazio e Luciana Littizzetto Fabio Fazio 11.936.600 (47,49%)
2014
Arisa Controvento 8.772.000 (39,26%)
2015
Il Volo Grande amore Carlo Conti con Arisa, Emma e Rocío Muñoz Morales Carlo Conti 10.829.000 (48,64%)
2016
Stadio Un giorno mi dirai Carlo Conti con Gabriel Garko, Virginia Raffaele e Mădălina Diana Ghenea 10.746.429 (49,58%)

Vencedores[editar | editar código-fonte]

1951[editar | editar código-fonte]

Realizado de 29 a 31 de janeiro de 1951, transmitido pelo rádio.

  • Primeiro lugar: Grazie dei Fiori, com Nilla Pizzi
  • Segundo lugar: La Luna si Veste d'Argento, com Nilla Pizzi e Achille Togliani
  • Terceiro lugar: Serenata a Nessuno, com Achille Togliani

Este primeiro festival não obteve um grande sucesso e até mostrou um certo desinteresse pela música por parte dos italianos, muitos acreditam que isso foi devido aos efeitos da guerra.

1952[editar | editar código-fonte]

  • Primeiro lugar: Vola Colomba, com Nilla Pizzi
  • Segundo lugar: Papaveri e Papere, com Nilla Pizzi
  • Terceiro lugar: Una Donna Prega, com Nilla Pizzi

Ao contrário do ano anterior, o público do segundo festival já se empolgava mais com os participantes, pedindo até que a vencedora Nilla Pizzi, cantasse a música vencedora do ano anterior.

1953[editar | editar código-fonte]

  • Primeiro lugar: Viale d'Autunno, com Carla Boni e Flo Sandon's
  • Segundo lugar: Campanaro, com Nilla Pizzi e Teddy Reno
  • Terceiro lugar: Lasciami Cantare una Canzone, com Teddy Reno e Achille Togliani
  • Quarto lugar: Vecchio Scarpone, com Gino Latila, Doppio Quintetto Vocale e Giorgio Consolini

1954[editar | editar código-fonte]

  • Primeiro lugar: Tutte le Mamme, com Consolini e Latilla
  • Segundo lugar: Canzone da Due Soldi, com Achille Togliani e Katina Ranieri
  • Terceiro lugar: E la Barca Tornò Sola, com Gino Latilla, Duo Fasano e Franco Ricci

1955[editar | editar código-fonte]

Ano do surgimento da televisão na Itália, com isso as câmeras da RAI passaram a transmitir direto do cassino o festival que nesse ano começou em 27 de janeiro. Neste ano surge o cantor Claudio Villa, cantor popular com voz de tenor.

  • Primeiro lugar: Buongiorno Tristezza, com Claudio Villa e Tullio Pane
  • Segundo lugar: Il Torrente, com Claudio Villa e Tullio Pane
  • Terceiro lugar: Canto Nella Valle, com Nuccia Bongivanni, Bruno Pallesi, Natalino Otto, Radio Boys e Trio Aurora

1956[editar | editar código-fonte]

Neste ano a RAI organiza um concurso para revelar novos talentos, outro fato importante é ausência de cantores famosos. Pela primeira vez o festival é realizado no mês de março.

  • Primeiro lugar: Aprite le Finestre, com Franca Raimondi
  • Segundo lugar: Amami se Vuoi, com Tomina Torrielli
  • Terceiro lugar: La Vita è un Paradiso di Bugie, com Luciana Gonzales

1957[editar | editar código-fonte]

  • Primeiro lugar: Corde Della Mia Chitarra, com Claudio Villa e Nunzio Gallo
  • Segundo lugar: Usignolo, com Claudio Villa e Giorgio Consolini
  • Terceiro lugar: Scusami, com Gino Latilla e Tonina Torrielli

1958[editar | editar código-fonte]

  • Primeiro lugar: Nel Blu Dipinto di Blu, com Domenico Modugno e Johnny Dorelli
  • Segundo lugar: L'Edera, com Nilla Pizzi e Tonina Torrielli
  • Terceiro lugar: Amare un'Altra, com Nilla Pizzi e Gino Latilla

A canção vencedora Nel Blu Dipinto di Blu ficou conhecida como Volare

1959[editar | editar código-fonte]

  • Primeiro lugar: Piove, com Domenico Modugno e Johnny Dorelli
  • Segundo lugar: Io Sono il Vento, com Gino Latilla e Arturo Testa
  • Terceiro lugar: Conoscerti, com Teddy Reno e Achille Togliani

A canção Tua com Jula de Palma escandaliza o público mais puritano, por acharem a música sexy demais.

1960[editar | editar código-fonte]

  • Primeiro lugar: Romântica, com Tony Dallara e Renato Rascel
  • Segundo lugar: Libero, com Domenico Modugno e Teddy Reno
  • Terceiro lugar: Quando Viene La Sera, com Wilma De Angelis e Joe Sentiere

1961[editar | editar código-fonte]

  • Primeiro lugar: Al Di Là, com Luciano Tajoli e Betty Curtis
  • Segundo lugar: 24.000 Baci, com Adriano Celentano e Little Tony
  • Terceiro lugar: Il Mare Nel Cassetto, com Milva e Gino Latilla

1962[editar | editar código-fonte]

  • Primeiro lugar: Addio Addio, com Claudio Villa e Domenico Modugno
  • Segundo lugar: Tango Italiano, com Milva e Sergio Bruni
  • Terceiro lugar: Gondoli Gondola, com Sergio Bruni e Ernesto Bonino

1963[editar | editar código-fonte]

  • Primeiro lugar: Uno Per Tutte, com Tony Renis e Emilio Pericoli
  • Segundo lugar: Amor Non Amour my Love, com Claudio Villa e Eugenia Foligatti
  • Terceiro lugar: Giovane Giovane, com Coky Mazzetti e Pino Donaggio

1964[editar | editar código-fonte]

Ano em que a cantora Gigliola Cinquetti, até então com dezesseis anos, conquista o público e vence o festival. Com esse grande sucesso, Gigliola vence também o Eurofestival di Copenhagem e, até o ano de 1966, está sempre em primeiro lugar.

  • Primeiro lugar: Non Ho l'Eta Per Amarti, com Gigliola Cinquetti e Patricia Carli
  • Segundo lugar: Che me ne importa a me, com Domenico Modugno e Frankie Laine
  • Terceiro lugar: Come potrei dimenticarti, com Tony Dallara e Ben E. King

1965[editar | editar código-fonte]

  • Primeiro lugar: Se Piange, se Ridi, com Bobby Sollo e New Christy Minstrels
  • Segundo lugar: Abbracciami forte, com Ornella Vanoni e Udo Jürgens
  • Terceiro lugar: Amici miei, com Nicola Di Bari e Gene Pitney

1966[editar | editar código-fonte]

Pela quarta vez Domenico Modugno vence o Festival e, pela segunda vez, Gigliola Cinquetti.

  • Primeiro lugar: Dio, come ti amo, com Gigliola Cinquetti e Domenico Modugno
  • Segundo lugar: Nessuno mi può giudicare, com Caterina Caselli e Gene Pitney
  • Terceiro lugar: In un fiore, com Wilma Goich e Les Surfs

1967[editar | editar código-fonte]

Neste ano a canção Ciao Amore Ciao de Luigi Tenco é apresentada pela cantora Dalida. A canção foi desclassificada e, na mesma noite, Luigi Tenco é encontrado morto em seu quarto de hotel. O caso é logo definido como suicídio, porém a morte é envolvida em mistério.

  • Primeiro lugar: Non Pensare a Me, com Claudio Villa e Iva Zanicchi
  • Segundo lugar: Quando Dico Che Ti Amo, com Annarita Spinaci e Les Surfs
  • Terceiro lugar: Proposta, com I Gigante e The Bachelors

1968[editar | editar código-fonte]

Neste ano venceu o cantor brasileiro Roberto Carlos, com a canção Canzone Per Te, de autoria de Sergio Endrigo. Esta canção deu o título de "Rei de Sanremo" em seu país ao cantor.

  • Primeiro lugar: Canzone Per Te, com Roberto Carlos e Sergio Endrigo
  • Segundo lugar: Casa Bianca, com Ornella Vanoni e Marisa Sannia
  • Terceiro lugar: Canzone, com Adriano Celentano e Milva

1969[editar | editar código-fonte]

  • Primeiro lugar: Zingara, com Bobby Solo e Iva Zanicchi
  • Segundo lugar: Lontano Dagli Occhi, com Sergio Endrigo e Mary Hopkin
  • Terceiro lugar: Un Sorriso, com Milva e Don Backy

1970[editar | editar código-fonte]

Neste ano o Festival di San Remo entra em uma fase de crise, devido a vendas de produtos discográficos.

  • Primeiro lugar: Chi Non Lavora non fa l'Amore, com Adriano Celentano e Claudia Mori
  • Segundo lugar: La Prima Cosa Bella, com Ricchi e Poveri e Nicola Di Bari
  • Terceiro lugar: L'Arca di No, com Sergio Endrigo e Iva Zanicchi

1971[editar | editar código-fonte]

  • Primeiro lugar: Il Cuore è uno Zingaro, com Nicola Di Bari e Nada
  • Segundo lugar: Che Sarà, com Ricchi e Poveri e Jose Feliciano
  • Terceiro lugar: 4 Marzo 1943, com Lucio Dalla e Equipe 84

1972[editar | editar código-fonte]

  • Primeiro lugar: I Giorni dell'Arcobaleno, com Nicola Di Bari
  • Segundo lugar: Come le Viole, com Peppino Gagliardi
  • Terceiro lugar: Il Re Di Denari, com Nada

1973[editar | editar código-fonte]

Ano que será lembrado pela polêmica entre os organizadores e os discográficos. Em protesto, Adriano Celentano boicotou o festival, a sua justificativa foi um tanto quanto estranha, ele estava com gastrite. Primeira edição transmitida a cores.

  • Primeiro lugar: Un grande amore e niente più, com Peppino di Capri
  • Segundo lugar: Come un ragazzino, com Peppino Gagliardi
  • Terceiro lugar: Da troppo tempo, com Milva

1974[editar | editar código-fonte]

Neste ano ocorrem algumas mudanças no regulamento, como exemplo, só será premiado o primeiro colocado.

  • Primeiro lugar: Ciao, Cara, Come Stai?, com Iva Zanicchi
  • Segundo lugar: Questa è la mia vita, com Domenico Modugno
  • Terceiro lugar: Occhi rossi, com Orietta Berti

1975[editar | editar código-fonte]

Só cantores desconhecidos participam nesse ano.

  • Primeiro lugar: Ragazza Del Sud, com Gilda
  • Segundo lugar: Ipocrisia, com Angela Luce
  • Terceiro lugar: Và Speranza Và, com Rosanna Fratello

1976[editar | editar código-fonte]

Neste ano o festival começou a ter mais notoriedade.

  • Primeiro lugar: Non lo Faccio Più, com Peppino Di Capri
  • Segundo lugar: Come Stai, Con Chi Sei, com Wess e Dori Ghezzi
  • Terceiro lugar: Gli Occhi da tua Madre, com Sandro Giacobbe e Volo AZ 504, com Albatros

1977[editar | editar código-fonte]

  • Primeiro lugar: Bella da Morire, com Homo Sapiens
  • Segundo lugar: Tu mi Rubi L'Anima, com Collage
  • Terceiro lugar: Monica, com I Santo California

1978[editar | editar código-fonte]

Outro ano em que os participantes eram compostos quase que somente de desconhecidos do grande público.

  • Primeiro lugar: E Dirsi Ciao, com Matia Bazar e Piero Cassano
  • Segundo lugar: Un'Emozione da Poco, com Anna Oxa
  • Terceiro lugar: Gianna, com Rino Gaetano

1979[editar | editar código-fonte]

Nesta edição do festival ocorre uma grande ascensão, com muitas ideias novas.

  • Primeiro lugar: Amare, com Mino Vergnaghi
  • Segundo lugar: Barbara, com Enzo Carella
  • Terceiro lugar: Quell'Attimo in Più, com I Camaleonti

1980[editar | editar código-fonte]

Neste ano, um dos apresentadores foi Roberto Benigni, que apareceu ao grande público pela primeira vez.

  • Primeiro lugar: Solo Noi, com Toto Cutugno
  • Segundo lugar: Ti Voglio Bene, com Enzo Malepasso
  • Terceiro lugar: Su di Noi, com Enzo Ghinazzi (Pupo)

1981[editar | editar código-fonte]

  • Primeiro lugar: Per Elisa, com Alice e Carla Bissi
  • Segundo lugar: Maledetta Primavera, com Loretta Goggi
  • Terceiro lugar: Tu Cosa Fai Stasera?, com Dario Baldan Bembo

1982[editar | editar código-fonte]

Ano em que nasceu o prêmio da crítica, dado pelos jornalistas presentes no festival.

Prêmio Principal[editar | editar código-fonte]

  • Primeiro lugar: Storie di Tutti I Giorni, com Riccardo Fogli
  • Segundo lugar: Felicità, com Al Bano Carrisi e Romina Power
  • Terceiro lugar: Soli, com Drupi

Prêmio da Crítica[editar | editar código-fonte]

  • E non finisce mica il cielo, com Mia Martini

1983[editar | editar código-fonte]

Prêmio Principal[editar | editar código-fonte]

  • Primeiro lugar: Sarà Quel Che Sarà, com Tiziana Rivale
  • Segundo lugar: Volevo Dirti, com Donatella Milani
  • Terceiro lugar: Margherita Non Lo Sà, com Dori Ghezzi

Prêmio da Crítica[editar | editar código-fonte]

  • Vacanze romane, com Matia Bazar

1984[editar | editar código-fonte]

Ano em que aparece uma nova estrela: Eros Ramazzotti que vence o festival com a canção Terra Promessa na categoria jovem.

Prêmio Principal[editar | editar código-fonte]

  • Primeiro lugar: Ci Sarà, com Al Bano e Romina Power
  • Segundo lugar: Serenata, com Toto Cutugno
  • Terceiro lugar: Cara, com Christian

Prêmio Jovem[editar | editar código-fonte]

  • Primeiro lugar: Terra Promessa, com Eros Ramazzotti
  • Segundo lugar: Solo con l'anima, com Marco Armani
  • Terceiro lugar: Aspettami ogni sera, com Flavia Fortunato

Prêmio da Crítica (Principal)[editar | editar código-fonte]

  • Per una bambola, com Patty Pravo

Prêmio da Crítica (Jovem)[editar | editar código-fonte]

  • Sezione Giovani: La fenice, com Santandrea

1985[editar | editar código-fonte]

Ano do surgimento do cantor mexicano, aqui com quinze anos, Luis Miguel. Também nesse ano o cantor Eros Ramazzotti canta Una Storia Importante, grande sucesso pessoal.

Prêmio Principal[editar | editar código-fonte]

  • Primeiro lugar: Se m'Innamoro, com Ricchi e Poveri
  • Segundo lugar: Noi Ragazzi di Oggi, com Luis Miguel
  • Terceiro lugar: Chiamalo Amore, com Gigliola Cinquetti

Prêmio Jovem[editar | editar código-fonte]

  • Primeiro lugar: Niente di più, com Cinzia Corrado
  • Segundo lugar: Me ne andrò, com Miani
  • Terceiro lugar: Innamoratevi con me, com Lena Biolcati

Prêmio da Crítica (Principal)[editar | editar código-fonte]

  • Souvenir, com Matia Bazar

Prêmio da Crítica (Jovem)[editar | editar código-fonte]

  • Bella più di me, com Cristiano De André
  • Il viaggio, com Mango

1986[editar | editar código-fonte]

Com apenas três participações Eros Ramazzotti vence o Festival na categoria principal.

Prêmio Principal[editar | editar código-fonte]

  • Primeiro lugar: Adesso Tu, com Eros Ramazzotti
  • Segundo lugar: Il Clarinetto, com Renzo Arbore
  • Terceiro lugar: Senza un Briciolo di Testa, com Marcella

Prêmio Jovem[editar | editar código-fonte]

  • Primeiro lugar: Grande grande amore, com Lena Biolcati
  • Segundo lugar: La nave va, com Aleandro Baldi
  • Terceiro lugar: E le rondini sfioravano il grano, com Giampiero Artegiani

Prêmio da Crítica (Principal)[editar | editar código-fonte]

  • Rien ne va plus, com Enrico Ruggeri

Prêmio da Crítica (Jovem)[editar | editar código-fonte]

  • Primo tango, com Paola Turci

1987[editar | editar código-fonte]

Ano da morte de Claudio Villa, com 61 anos, no dia 7 de fevereiro, durante a parte final do festival, vítima de complicações cardíacas.

Prêmio Principal[editar | editar código-fonte]

Prêmio Jovem[editar | editar código-fonte]

  • Primeiro lugar: La notte dei pensieri, com Michele Zarrillo
  • Segundo lugar: Straniero, com Miki
  • Terceiro lugar: Briciole di pane, com Future

Prêmio da Crítica (Principal)[editar | editar código-fonte]

  • Quello che le donne non dicono, com Fiorella Mannoia

Prêmio da Crítica (Jovem)[editar | editar código-fonte]

  • Primo tango, com Paola Turci

1988[editar | editar código-fonte]

Prêmio Principal[editar | editar código-fonte]

  • Primeiro lugar: Perdere l'Amore, com Massimo Ranieri
  • Segundo lugar: Emozioni, com Toto Cutugno
  • Terceiro lugar: L'Amore Rubato, com Luca Barbarossa

Prêmio Jovem[editar | editar código-fonte]

  • Primeiro lugar: Canta con noi, com Future
  • Segundo lugar: Una carezza d’aiuto, com Stefano Palatresi
  • Terceiro lugar: Per noi giovani, com Lijao

Prêmio da Crítica (Principal)[editar | editar código-fonte]

  • Le notti di maggio, com Fiorella Mannoia

Prêmio da Crítica (Jovem)[editar | editar código-fonte]

  • Sarò bellissima, com Paola Turci

1989[editar | editar código-fonte]

Prêmio Principal[editar | editar código-fonte]

  • Primeiro lugar: Ti Lascerò, com Anna Oxa e Fausto Leali
  • Segundo lugar: Le Mamme, com Toto Cutugno
  • Terceiro lugar: Cara Terra Mia, com Al Bano e Romina Power

Prêmio Jovem[editar | editar código-fonte]

  • Primeiro lugar: Canzoni, com Mietta
  • Segundo lugar: Io e il cielo, com Jo Chiarello
  • Terceiro lugar: E quel giorno non mi perderai più, com Franco Fasano

Prêmio Emergente[editar | editar código-fonte]

  • Primeiro lugar: Bambini, com Paola Turci
  • Segundo lugar: Sei tu, com Stefano Borgia
  • Terceiro lugar: E sia così, com Aleandro Baldi

Prêmio da Crítica (Principal)[editar | editar código-fonte]

  • Almeno tu nell'universo, com Mia Martini

Prêmio da Crítica (Jovem)[editar | editar código-fonte]

  • Canzoni, com Mietta

Prêmio da Crítica (Emergente)[editar | editar código-fonte]

  • Bambini, com Paola Turci

1990[editar | editar código-fonte]

Prêmio Principal[editar | editar código-fonte]

  • Primeiro lugar: Uomini Soli/Angel Of The Night, com Pooh e Dee Dee Bridgewater
  • Segundo lugar: Gli Amori/Good Love Gone Bad, com Toto Cutugno e Ray Charles
  • Terceiro lugar: Vattene Amore/All For The Love, com Amedeo Minghi, Mietta e Nikka Costa

Prêmio Jovem[editar | editar código-fonte]

  • Primeiro lugar: Disperato, com Marco Masini
  • Segundo lugar: Vieni a stare qui, com Franco Fasano
  • Terceiro lugar: Secondo te, com Gianluca Guidi

Prêmio da Crítica (Principal)[editar | editar código-fonte]

  • La nevicata del '56, com Mia Martini e Manuel Mijares

Prêmio da Crítica (Jovem)[editar | editar código-fonte]

  • Disperato, com Marco Masini

1991[editar | editar código-fonte]

Prêmio Principal[editar | editar código-fonte]

  • Primeiro lugar: Se Stiamo Insieme/I'm Missing You, com Riccardo Cocciante e Sarah Jane Morris
  • Segundo lugar: Spalle al Muro(Vecchio)/Still Life, com Renato Zero e Grace Jones
  • Terceiro lugar: Perchè lo Fai/Just Tell Me Why, com Marco Masini e Dee Dee Bridgewater

Prêmio Jovem[editar | editar código-fonte]

  • Primeiro lugar: Le persone inutili, com Paolo Vallesi
  • Segundo lugar: La donna di Ibsen, com Irene Fargo
  • Terceiro lugar: É soltanto una canzone, com Rita Forte

Prêmio da Crítica (Principal)[editar | editar código-fonte]

  • La fotografia, com Enzo Jannacci e Ute Lemper

Prêmio da Crítica (Jovem)[editar | editar código-fonte]

  • L'uomo che ride, com Timoria

1992[editar | editar código-fonte]

Prêmio Principal[editar | editar código-fonte]

  • Primeiro lugar: Portami a Ballare, com Luca Barbarossa
  • Segundo lugar: Gli Uomini non Cambiano, com Mia Martini
  • Terceiro lugar: La Forza Della Vitta, com Paolo Vallesi

Prêmio Jovem[editar | editar código-fonte]

  • Primeiro lugar: Non amarmi, com Aleandro Baldi e Francesca Alotta
  • Segundo lugar: Come una Turandot, com Irene Fargo
  • Terceiro lugar: Con un amico vicino, com Alessandro Bono e Andrea Mingardi

Prêmio da Crítica (Principal)[editar | editar código-fonte]

  • Pè dispietto, com Nuova Compagnia di Canto Popolare

Prêmio da Crítica (Jovem)[editar | editar código-fonte]

  • Zitti zitti il silenzio *e d'oro, com Aeroplanitaliani

1993[editar | editar código-fonte]

Neste ano surge Laura Pausini na música italiana com a canção La Solitudine e vence na categoria jovem. Nek fica em terceiro.

Prêmio Principal[editar | editar código-fonte]

  • Primeiro lugar: Mistero, com Enrico Ruggeri
  • Segundo lugar: Dietro la Porta, com Cristiano De André
  • Terceiro lugar: Gli Amori Diversi, com Grazia Di Michele e Rosana Casale'

Prêmio Jovem[editar | editar código-fonte]

  • Primeiro lugar: La solitudine, com Laura Pausini
  • Segundo lugar: Non ho più la mia città, com Gerardina Trovato
  • Terceiro lugar: In te (Il figlio che non vuoi), com Nek

Prêmio da Crítica (Principal)[editar | editar código-fonte]

  • Dietro la porta, com Cristiano De André

Prêmio da Crítica (Jovem)[editar | editar código-fonte]

  • A piedi nudi, com Angela Baraldi

1994[editar | editar código-fonte]

Neste ano surgiu Andrea Bocelli, com a canção Il mare calmo della sera, vencendo na categoria jovem. Laura Pausini, que vencera no ano anterior fica em terceiro lugar.

Prêmio Principal[editar | editar código-fonte]

  • Primeiro lugar: Passerà, com Aleandro Baldi
  • Segundo lugar: Signor Tenente, com Giorgio Faletti
  • Terceiro lugar: Strani Amori, com Laura Pausini

Prêmio Jovem[editar | editar código-fonte]

  • Primeiro lugar: Il mare calmo della sera, com Andrea Bocelli
  • Segundo lugar: Ricordi del cuore (Anime sole), com Antonella Arancio
  • Terceiro lugar: Quelli come noi, com Danilo Amerio

Prêmio da Crítica (Principal)[editar | editar código-fonte]

  • Signor tenente, com Giorgio Faletti

Prêmio da Crítica (Jovem)[editar | editar código-fonte]

  • I giardini d'Alhambra, com Baraonna

1995[editar | editar código-fonte]

Neste ano Giorgia vence o festival na categoria principal com a canção Come Saprei. A cantora conquista o prêmio da Crítica por sua interpretação, se tornando o primeiro concorrente a conquistar as duas premiações.

Prêmio Principal[editar | editar código-fonte]

Prêmio Jovem[editar | editar código-fonte]

  • Primeiro lugar: Le ragazze, com Neri per Caso
  • Segundo lugar: Che sarà di me, com Massimo Di Cataldo
  • Terceiro lugar: Lo specchio dei pensieri, com Gigi Finizio

Prêmio da Crítica (Principal)[editar | editar código-fonte]

Prêmio da Crítica (Jovem)[editar | editar código-fonte]

  • Le voci di dentro, com Gloria

1996[editar | editar código-fonte]

Prêmio Principal[editar | editar código-fonte]

  • Primeiro lugar: Vorrei incontrarti fra cent'anni, com Ron e Tosca
  • Segundo lugar: La terra dei cachi, com Elio e Le Storie Tese
  • Terceiro lugar: Strano il mio destino, com Giorgia Todrani

Prêmio Jovem[editar | editar código-fonte]

  • Primeiro lugar: Non ci sto, com Syria
  • Segundo lugar: Sarò bellissima, com Adriana Ruocco
  • Terceiro lugar: Al di là di questi anni, com Marina Rei

Prêmio da Crítica (Principal)[editar | editar código-fonte]

  • La terra dei cachi, com Elio e le Storie Tese'

Prêmio da Crítica (Jovem)[editar | editar código-fonte]

  • Al di là di questi anni, com Marina Rei

1997[editar | editar código-fonte]

Prêmio Principal[editar | editar código-fonte]

  • Primeiro lugar: Fiumi di parole, com Jalisse e Alessandra Drusian
  • Segundo lugar: Storie, com Anna Oxa
  • Terceiro lugar: Sei tu, com Syria

Prêmio Jovem[editar | editar código-fonte]

  • Primeiro lugar: Amici come prima, com Paola e Chiara
  • Segundo lugar: Cambiare, com Alex Baroni
  • Terceiro lugar: Capelli, com Niccolò Fabi

Prêmio da Crítica (Principal)[editar | editar código-fonte]

Prêmio da Crítica (Jovem)[editar | editar código-fonte]

  • Capelli, com Niccolò Fabi

1998[editar | editar código-fonte]

Prêmio Principal[editar | editar código-fonte]

  • Primeiro lugar: Senza te o con te, com Annalisa Minetti
  • Segundo lugar: Amore lontanissimo, com Antonella Ruggiero
  • Terceiro lugar: Sempre, com Lisa

Prêmio Jovem[editar | editar código-fonte]

  • Primeiro lugar: Senza te o con te, com Annalisa Minetti
  • Segundo lugar: Sempre, com Lisa
  • Terceiro lugar: Un po' di te, com Luca Sepe

Prêmio da Crítica (Principal)[editar | editar código-fonte]

  • Dormi e sogna, com Piccola Orchestra Avion Travel

Prêmio da Crítica (Jovem)[editar | editar código-fonte]

  • Senza confini, com Eramo & Passavanti

1999[editar | editar código-fonte]

Mesmo com quase cinquenta anos de existência, o festival continua a ter uma evidência muito grande na Itália e fora dela.

Prêmio Principal[editar | editar código-fonte]

  • Primeiro lugar: Senza pietà, com Anna Oxa
  • Segundo lugar: Non ti dimentico, com Antonella Ruggiero
  • Terceiro lugar: Cosi è la vita, com Mariella Nava

Prêmio Jovem[editar | editar código-fonte]

  • Primeiro lugar: Oggi sono io, com Alex Britti
  • Segundo lugar: Un giorno in più, com Filippa Giordano
  • Terceiro lugar: Un fiume in piena, com Leda Battisti

Prêmio da Crítica (Principal)[editar | editar código-fonte]

  • Aria, com Daniele Silvestri

Prêmio da Crítica (Jovem)[editar | editar código-fonte]

  • Rospo, com Quintorigo

2000[editar | editar código-fonte]

Prêmio Principal[editar | editar código-fonte]

  • Primeiro lugar: Sentimento, com Piccola Orchestra Avion Travel
  • Segundo lugar: La tua ragazza sempre, com Irene Grandi, Vasco Rossi e Gaetano Curreri
  • Terceiro lugar: Innamorato, com Gianni Morandi

Prêmio Jovem[editar | editar código-fonte]

  • Primeiro lugar: Semplice sai, com Jenny B, Frank Minoia e Giovanna Bersola
  • Segundo lugar: Strade, com Tiromancino, Riccardo Sinigallia e Federico Zampaglione
  • Terceiro lugar: Cronaca, com Luna e Claudio Mattone

Prêmio da Crítica (Principal)[editar | editar código-fonte]

  • Replay, com Samuele Bersani

Prêmio da Crítica (Jovem)[editar | editar código-fonte]

  • Noel, com Lythium
  • Semplice sai, com Jenny B

2001[editar | editar código-fonte]

Participação especial do cantor Ricky Martin.

Prêmio Principal[editar | editar código-fonte]

  • Primeiro lugar: Luce (tramonti a nord est), com Elisa Toffoli e Adelmo Fornaciari
  • Segundo lugar: Di Sole e d'azzurro, com Giorgia Trodani, Adelmo Fornaciari, Mino Vergnaghi e Matteo Saggese
  • Terceiro lugar: Questa nostra grande storia d'amore, com Matia Bazar, Giancarlo Golzi e Piero Cassano

Prêmio Jovem[editar | editar código-fonte]

  • Primeiro lugar: Stai con me (Forever), com Gazosa, Stefano Borzi, E. Caterini e Sandro Nasuti
  • Segundo lugar: Maggie, com Moses, M. Di Franco, Sergio Moschetto, A. Zuppini
  • Terceiro lugar: Turuturu, com Francesco Boccia e Giada Caliendo

Prêmio da Crítica (Principal)[editar | editar código-fonte]

  • Luce (Tramonti a nord est), com Elisa

Prêmio da Crítica (Jovem)[editar | editar código-fonte]

  • Raccontami..., com Francesco Renga
  • Il signor domani, com Roberto Angelini

2002[editar | editar código-fonte]

Neste ano o festival foi realizado de 5 a 9 de março no tradicional Teatro Ariston na cidade de San Remo. Este festival contou com as participações especiais do cineasta Roberto Benigni, da cantora colombiana Shakira, da banda irlandesa The Corrs e da cantora estadunidense Britney Spears.

Prêmio Principal[editar | editar código-fonte]

  • Primeiro lugar: Messaggio d'Amore, com Matia Bazar, Giancarlo Golzi e Piero Cassano
  • Segundo lugar: Dimmi Come, com Alexia e Massimo Marcolini
  • Terceiro lugar: Un Altro Amore, com Gino Paoli

Prêmio Jovem[editar | editar código-fonte]

  • Primeiro lugar: Doppiamente Fragili, com Anna Tatangelo, Marco Del Freo e David Marchetti
  • Segundo lugar: Il Passo Silenzioso Della Neve, com Valentina Giovagnini, Vincenzo Incenzo e Davide Pinelli
  • Terceiro lugar: Se Poi Mi Chiami, com Simone Patrizi e Francesco Fiumara

Prêmio da Crítica (Principal)[editar | editar código-fonte]

  • Salirò, com Daniele Silvestri

Prêmio da Crítica (Jovem)[editar | editar código-fonte]

  • La marcia dei santi, com Archinuè

2003[editar | editar código-fonte]

Foi realizado de 3 a 8 de março, no famoso Teatro Ariston, em San Remo, região da Liguria.

Prêmio Principal[editar | editar código-fonte]

  • Primeiro lugar: Per Dire Di No, com Alexia Aquilani e Alberto Salerno
  • Segundo lugar: 7000 Milla Caffè, com Alex Britti
  • Terceiro lugar: Tutto Quello Che Un Uomo, com Sergio Cammariere e Roberto Kunstler

Prêmio Jovem[editar | editar código-fonte]

  • Primeiro lugar: Siamo Tutti Là Fuori, com Dolcenera (Emanuela Trane)
  • Segundo lugar: Um Piccolo Amore, com Alina, Antonello De Sanctis, A. Bettini, M. Telli e Alberto Cheli
  • Terceiro lugar: Lei Che, com Andrea Zurawski, Vince Tempera e M. Martellini

Prêmio da Crítica (Principal)[editar | editar código-fonte]

  • Tutto quello che un uomo, com Sergio Cammariere

Prêmio da Crítica (Jovem)[editar | editar código-fonte]

2004[editar | editar código-fonte]

O festival ocorreu entre os dias 2 e 6 de março de 2004.

Prêmio Principal[editar | editar código-fonte]

  • Primeiro lugar: L'Uomo Volante, com Marco Masini, Giuseppe Dati e Goffredo Orlandi
  • Segundo lugar: Sei La Vita Mia, com Mario Rosini, L. Patruno, L. Rana, G. Giorgilli, A. Leone e C. Noto
  • Terceiro lugar: Aria Sole Terra e Mare, com Linda Valori, L. Bruti, M. Di Paolo e D. De Santis

Prêmio da Crítica (Principal)[editar | editar código-fonte]

  • Crudele, com Mario Venuti

2005[editar | editar código-fonte]

O festival aconteceu de 1 a 5 de março, no famoso Teatro Ariston.

Prêmio Principal Masculino[editar | editar código-fonte]

  • Primeiro lugar: Angelo, com Francesco Renga e Maurizio Zappatini
  • Segundo lugar: L'amore che non c'è, com Gigi D’Alessio e Vincenzo D'Agostino
  • Terceiro lugar: Nel mondo dei sogni, com Marco Masini, Giuseppe Datti e Goffredo Orlandi

Prêmio Principal Feminino[editar | editar código-fonte]

  • Primeiro lugar: Echi d’infinito, com Antonella Ruggiero, Mario Venuti e Kaballà
  • Segundo lugar: Da Grande, com Alexia Aquilani, Maurizio Fabrizio, Giuseppe Cominotti e Giuseppe Fulcheri
  • Terceiro lugar: Ragazza di periferia, com Anna Tatangelo, Vincenzo D'Agostino e Gigi D'Alessio

Prêmio Principal Clássicos[editar | editar código-fonte]

  • Primeiro lugar: Come noi nessuno al mondo, com "Toto" Salvatore Cutugno e Annalisa Minetti
  • Segundo lugar: La Panchina, com Peppino Di Capri, Depsa, Giuseppe Faiella e Piccinelli
  • Terceiro lugar: Uomo Bastardo, com Marcella Bella, Stefano Pieroni e Gianni Bella

Prêmio Principal Grupos[editar | editar código-fonte]

  • Primeiro lugar: Che Mistero è l'amore, com Nicky Nicolai & Stefano Di Battista Jazz Quartet, Giancarlo Lucariello, Pino Marino e Maurizio Fabrizio
  • Segundo lugar: Grido D'Amore, com Matia Bazar, Giancarlo Golzi e Piero Cassano
  • Terceiro lugar: Ovunque andrò, com Le Vibrazioni e Francesco Saracina

Prêmio Jovem[editar | editar código-fonte]

  • Primeiro lugar: Non credo nei miracoli, com Laura Bono e Mario Natale
  • Segundo lugar: Che farò, com La Differenza, Fabio Falcone, Giuseppe Martinelli e Raffaele Zaccagna
  • Terceiro lugar: L'immaginario, com Verônica Ventavoli, Diego Calvetti e Marco Ciappelli

Prêmio da Crítica (Principal)[editar | editar código-fonte]

  • Colpevole, com Nicola Arigliano

Prêmio da Crítica (Jovem)[editar | editar código-fonte]

  • Non credo nei miracoli, com Laura Bono

2006[editar | editar código-fonte]

O festival ocorreu de 27 de fevereiro a 4 de março, no Teatro Ariston

Prêmio Principal Masculino[editar | editar código-fonte]

  • Primeiro lugar: Vorrei avere il becco (Giuseppe Povia), interpretado por Povia
  • Segundo lugar: L'alfabeto degli amanti (Vincenzo Incenzo e Michele Zarrillo), interpretado por Michele Zarrillo
  • Terceiro lugar: Solo con te (Alessandro Britti), interpretado por Alex Britti

Prêmio Principal Feminino[editar | editar código-fonte]

  • Primeiro lugar: Essere una donna (Mogol e Gigi D'Alessio), interpretado por Anna Tatangelo
  • Segundo lugar: Com'è straordinaria la vita (Emanuela Trane, Lorenzo Imerico e Roberto Pacco), interpretado por Dolcenera
  • Terceiro lugar: Lei ha la notte (Tiziana Blu, Nicky Nicolai, Marco Rinalduzzi e Marco D'Angelo),interpretado por Nicky Nicolai

Prêmio Principal Grupos[editar | editar código-fonte]

  • Primeiro lugar: Dove si va (Cristian Cattini, Danilo Sacco, Massimo Vecchi e Giuseppe Carletti), interpretado por Nomadi
  • Segundo lugar: Svegliarsi la mattina (Thomas De Gasperi, Matteo Maffucci, Danilo Pao e Enrico Sognato), interpretado por Zero Assoluto
  • Terceiro lugar: Musica e speranza (Luigi D'Alessio e Mogol), interpretado por Gigi Finizio e Ragazzi di Scampia

Prêmio Jovem[editar | editar código-fonte]

  • Primeiro lugar: Sole negli occhi (Riccardo Maffoni), interpretado por Riccardo Maffoni
  • Segundo lugar: Che bella gente (Simone Cristicchi e Simona Cipollone), intepretado por Simone Cristicchi

Prêmio da Critica[editar | editar código-fonte]

Un discorso in generale de Noa, Carlo Fava e Solis String Quartet

2007[editar | editar código-fonte]

O festival ocorreu de 27 de fevereiro a 3 de março, no Teatro Ariston

Prêmio Principal[editar | editar código-fonte]

  • Primeiro lugar: Ti regalerò una rosa (Simone Cristicchi), interpretado por Simone Cristicchi
  • Segundo lugar: Nel perdono (Renato Zero, Vincenzo Incenzo, Alterisio Paoletti e Yari Carrisi). interpretado por Al Bano
  • Terceiro lugar: Schiavo d'amore (Maurizio Fabrizio e Guido Morra), interpretado por Piero Mazzocchetti

Prêmio Jovem[editar | editar código-fonte]

  • Primeiro lugar: Pensa (Fabrizio Mobrici), interpretado por Fabrizio Moro
  • Segundo lugar: Bivio (Stefano Centomo e Max Titi), interpretado por Stefano Centomo
  • Terceiro lugar: Malinconiche sere (Giuseppe Di Tella e Bruno Rubino), interpretado por Pquadro

Prêmio da Critica (Principal)[editar | editar código-fonte]

Ti regalerò una rosa de Simone Cristicchi

Prêmio da Critica (Jovem)[editar | editar código-fonte]

Pensa de Fabrizio Moro

2008[editar | editar código-fonte]

O festival ocorreu de 25 de fevereiro a 1º de março, no Teatro Ariston

Prêmio Principal[editar | editar código-fonte]

  • Primeiro lugar: Colpo di fulmine (Gianna Nannini), interpretado por Giò Di Tonno e Lola Ponce
  • Segundo lugar: Il mio amico (Gigi D'Alessio), interpretado por Anna Tatangelo
  • Terceiro lugar: Eppure mi hai cambiato la vita (Fabrizio Moro), intepretado por Fabrizio Moro

Prêmio Jovem[editar | editar código-fonte]

  • Primeiro lugar: L'amore (Luca Fainello, Roberto Tini e Diego Fainello), interpretado por Sonohra
  • Segundo lugar: Il nostro tempo (Roberto Cardelli, Fabrizio Ferraguzzo, Mattia Del Forno, Francesco Caprara e Emiliano Mangia), interpretado por La Scelta
  • Terceiro lugar: Ho bisogno di sentirmi dire ti voglio bene (Stefano Cenci), interpretado por Jacopo Troiani

Prêmio da Critica (Principal)[editar | editar código-fonte]

Vita tranquilla de Tricarico

Prêmio da Critica (Jovem)[editar | editar código-fonte]

Para parà ra rara de Frank Head

2009[editar | editar código-fonte]

O festival ocorreu de 17 de fevereiro a 21 de fevereiro, no Teatro Ariston

Prêmio Principal[editar | editar código-fonte]

  • Primeiro lugar: La forza mia (Paolo Carta), interpretado por Marco Carta
  • Segundo lugar: Luca era gay (Giuseppe Povia), interpretado por Povia
  • Terceiro lugar: Non riesco a farti innamorare (Vincenzo D'Agostino, Gigi D'Alessio e Sal Da Vinci). interpretado por Sal Da Vinci

Prêmio Jovem[editar | editar código-fonte]

Sincerità (Giuseppe Anastasi, Maurizio Filardo e Giuseppe Mangiaracina), interpretado por Arisa

Prêmio da Critica (Principal)[editar | editar código-fonte]

Il paese è reale de Afterhours

Prêmio da Critica (Jovem)[editar | editar código-fonte]

Sincerità de Arisa

2010[editar | editar código-fonte]

O festival ocorreu de 16 de fevereiro a 20 de fevereiro, no Teatro Ariston

Prêmio Principal[editar | editar código-fonte]

  • Primeiro lugar: Per tutte le volte che... (Pierdavide Carone), intepretado por Valerio Scanu
  • Segundo lugar: Italia amore mio(Pupo, Emanuele Filiberto), interpretado por Pupo, Emanuele Filiberto e Luca Canonici
  • Terceiro lugar: Credimi ancora (Marco Mengoni, Stella Fabiani, Massimo e Piero Calabrese), interpretado por Marco Mengoni

Prêmio Jovem[editar | editar código-fonte]

  • Primeiro lugar: Il linguaggio della resa de Tony Maiello
  • Segundo lugar: Dove non ci sono ore de Jessica Brando
  • Terceiro lugar: L'uomo che amava le donne de Nina Zilli

Prêmio da Critica (Principal)[editar | editar código-fonte]

Ricomincio da qui de Malika Ayane

Prêmio da Critica (Jovem)[editar | editar código-fonte]

L'uomo che amava le donne de Nina Zilli

2011[editar | editar código-fonte]

O festival ocorreu de 15 de fevereiro a 29 de fevereiro, no Teatro Ariston

Prêmio Principal[editar | editar código-fonte]

  • Primeiro lugar: Chiamami ancora amore (Roberto Vecchioni, Claudio Guidetti), interpretado por Roberto Vecchioni
  • Segundo lugar: Arriverà (Francesco Silvestre, Enrico Zapparoli, Enrico Palmosi), interpretado por Modà con Emma Marrone
  • Terceiro lugar: Amanda è libera (Fabrizio Berlincioni, Albano Carrisi, Alterisio Paoletti), interpretado por Al Bano

Prêmio Jovem[editar | editar código-fonte]

  • Primeiro lugar: Follia d'amore (Raphael Gualazzi), intepretado por Raphael Gualazzi
  • Segundo lugar: Fuoco e cenere (A. Santonocito, L. Nigro, F. Muggeo), interpretado por Micaela
  • Terceiro lugar: Come pioggia (Roberto Amadè), interpretado por Roberto Amadè

Prêmio da Crítica (Principal)[editar | editar código-fonte]

Chiamami ancora amore de Roberto Vecchioni

Prêmio da Crítica (Jovem)[editar | editar código-fonte]

Follia d'amore de Raphael Gualazzi

2012[editar | editar código-fonte]

O festival ocorreu de 14 de fevereiro a 18 de fevereiro, no Teatro Ariston

Prêmio Principal[editar | editar código-fonte]

  • Primeiro lugar: Non è l'inferno (Francesco Silvestre, Enrico Palmosi, Luca Sala), interpretado por Emma
  • Segundo lugar: La notte (Giuseppe Anastasi), interpretado por Arisa
  • Terceiro lugar: Sono solo parole (Frabrizio Moro), interpretado por Noemi

Prêmio Jovem[editar | editar código-fonte]

  • Primeiro lugar: È vero (che ci sei) (Matteo Bassi, Emiliano Bassi), interpretado por Alessandro Casillo
  • Segundo lugar Nella vasca dal bagno del tempo (Erica Mou), interpretado por Erica Mou
  • Terceiro lugar Incredibile (Vittorio Nacci), interpretado por Iohosemprevoglia

Prêmio da Crítica (Principal)[editar | editar código-fonte]

Un pallone de Samuele Bersani

Prêmio da Crítica (Jovem)[editar | editar código-fonte]

Nella vasca dal bagno del tempo de Erica Mou

2013[editar | editar código-fonte]

O festival ocorreu de 12 de fevereiro a 16 de fevereiro, no Teatro Ariston

Prêmio Principal[editar | editar código-fonte]

  • Primeiro lugar: L'essenciale (Marco Mengoni, Roberto Cassalino, Francesco de Benedittis), interpretado por Marco Mengoni
  • Segundo lugar: La canzone monotona (Stefano Belissari, Sergio Conforti, Davide Luca Civaschi, Nicola Fasani), interpretado por Elio e Le Storie Tese
  • Terceiro lugar: Se si potesse non morire (F. Silvestre), interpretado por Modà

Prêmio Jovem[editar | editar código-fonte]

  • Primeiro lugar: Mi servirebbe sapere (A. Maggio), interpretado por Antonio Maggio
  • Segundo lugar: In equilibrio (I. Porceddu, A. Fontana, C. Ferrari), intepretado por Ilaria Porceddu
  • Terceiro lugar Il postino (amami uomo) (R. Rubini, A. Rodini), intepretado por Renzo Rubini

Prêmio da Crítica (Principal)[editar | editar código-fonte]

La canzone monotona de Elio e Le Storie Tese

Prêmio da Crítica (Jovem)[editar | editar código-fonte]

Il postino (amami uomo) de Renzo Rubini

Os maiores vencedores[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

  1. http://www.diariodecuiaba.com.br/arquivo/201297/tv2.htm