Leila Míccolis

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta biografia de uma pessoa viva cita fontes confiáveis e independentes, mas elas não cobrem todo o texto. (desde Agosto de 2012) Ajude a melhorar esta biografia providenciando mais fontes confiáveis e independentes. Material controverso sobre pessoas vivas sem apoio de fontes confiáveis e verificáveis deve ser imediatamente removido, especialmente se for de natureza difamatória.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Leila Míccolis
Nascimento 1947 (70 anos)
Rio de Janeiro
Nacionalidade Brasil Brasileira
Ocupação Poetisa, ensaísta, romancista, contista e roteirista de cinema e televisão, dramaturga e editora

Leila Míccolis (Rio de Janeiro, 1947) é uma poeta, ensaísta, romancista, contista, roteirista de cinema e televisão, dramaturga e editora brasileira.[1]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Formou-se em Direito em 1969, pela antiga Faculdade Nacional de Direito da Universidade Federal do Rio de Janeiro, tendo exercido a profissão de advogada até 1977, quando decidiu dedicar-se exclusivamente à literatura.[1]

Estreou em 1965 com o livro de poemas "Gaveta da Solidão". Em 1983 começou a escrever roteiros para a televisão, vindo a ser co-autora de telenovelas como Kananga do Japão (1989), com Wilson Aguiar Filho (1951-1991), e Barriga de Aluguel (1990), com Glória Perez (1948).[1]

Fundou, em 1991, com o também poeta Urhacy Faustino (1968), seu marido, o jornal literário "Blocos", que ganhou uma versão virtual oito anos depois. Entre 2004 e 2007, fez o Mestrado em Ciência da Literatura (Teoria Literária) na UFRJ.[1] É Doutora também em Ciência da Literatura (Teoria Literária) pela mesma Universidade.[2] Em 2005 ministrou curso de extensão sobre texto televisivo na UFRJ.

É autora de três dezenas de livros (poesia/prosa), novelas de TV, teatro, roteirista de cinema. Tem obras publicadas em países como França, México, Colômbia, Estados Unidos e Portugal.

Tem vários poemas com temática lésbica. Foi ativista no Grupo Auê, no Rio de Janeiro entre 1979 e 1980, tendo chegado a coordenar um pré-EBHO nesta cidade. Participou do "I Concurso de Poesia Gay do Brasil", promovido pelo Grupo Gay da Bahia em 1982, com o poema "Teus Seios".[3]

Trabalhos na TV[editar | editar código-fonte]

Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde Agosto de 2012). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Ano Título Escalação Parceiros Titulares Emissora
1987 Mania de Querer Autora Principal Sylvan Paezzo Rede Manchete
A Rainha da Vida Wilson Aguiar Filho
Corpo Santo Colaboradora José Louzeiro
Cláudio MacDowell
Wilson Aguiar Filho
1998 Olho por Olho Wilson Aguiar Filho
José Louzeiro
Geraldo Carneiro
1989 Kananga do Japão Wilson Aguiar Filho
1990 Fronteiras do Desconhecido Roteirista Vários Autores
Barriga de Aluguel Colaboradora Glória Perez Rede Globo
2009 Caminho das Índias

Obra[editar | editar código-fonte]

Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde Agosto de 2012). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Referências

  1. a b c d Leila Míccolis in Enciclopédia Itaú Cultural / Literatura Brasileira Consultado em 4 jun 2012.
  2. Site do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Literatura da UFRJ
  3. "Poeta Leila Miccolis, lésbica" in athosgls.com.br 9 jun 2005. Consultado em 4 jun 2012.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.