Louise Simonson

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Louise Simonson
Nascimento 26 de setembro de 1946
Atlanta
Cidadania Estados Unidos
Alma mater
  • Savannah State University
Ocupação argumentista de banda desenhada, roteirista, editor
Prêmios
Obras destacadas Superman: The Man of Steel (revista em quadrinhos)

Louise Simonson (nascida Mary Louise Alexander ; Atlanta,26 de setembro de 1946) [1] é uma roteirista e editora americana de quadrinhos, conhecida por seu trabalho em títulos como Power Pack, X-Factor, New Mutants, Superman: The Man of Steel e Steel . Ela é frequentemente referida pelo apelido de "Weezie". Entre os personagens que ela co-criou estão Cable, Steel, Power Pack, Rictor, Doomsday e o vilão dos X-Men Apocalypse .

Em reconhecimento às suas contribuições para os quadrinhos, a Comics Alliance listou Simonson como uma das doze cartunistas merecedoras de reconhecimento pelo conjunto da obra.[2]

Juventude e carreira pré-quadrinhos[editar | editar código-fonte]

Em 1964, enquanto cursava o Georgia State College, Louise conheceu o colega Jeff Jones . Os dois começaram a namorar e se casaram em 1966.[3] Sua filha Julianna nasceu no ano seguinte. Após a formatura, o casal mudou-se para a cidade de Nova York. Louise foi modelo para a capa do artista Bernie Wrightson de House of Secrets # 92 da DC Comics (junho-julho de 1971),[4][5] a primeira aparição de Swamp Thing [6] e foi contratada pela McFadden-Bartell, uma editora e distribuidora de revistas e lá trabalhou por três anos. Ela e Jeff Jones se separaram durante esse tempo, mas ela continuou a usar o nome Louise Jones por vários anos depois.

Louise conheceu o escritor de quadrinhos e artista Walt Simonson em 1973, começou a namorar em agosto de 1974 [7] e se casou em 1980.[8] Eles colaboraram em X-Factor de 1988 a 1989, e fizeram uma pequena aparição no longa-metragem de Thor de 2011 juntos.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Editora de quadrinhos[editar | editar código-fonte]

Em 1974, Jones iniciou sua carreira profissional em quadrinhos na Warren Publishing . Ela passou de assistente a editora sênior [8] da linha de quadrinhos ( Creepy, Eerie e Vampirella ) antes de deixar a empresa no final de 1979.

Em janeiro de 1980, ela foi contratada pela Marvel Comics, onde trabalhou mais uma vez como editora, mais notavelmente em Uncanny X-Men, que ela editou por quase quatro anos (# 137 – 182). Simonson (como "Louise Jones") editou outro título spin-off dos X-Men, The New Mutants, em sua estreia em 1983. Depois de deixar a série, ela teve uma "participação especial" em New Mutants # 21, desenhada como convidada para uma festa do pijama pelo artista Bill Sienkiewicz .[9] Durante esse período, ela também editou os quadrinhos Star Wars e Indiana Jones da Marvel.[10]

Em 2017, editou a história em quadrinhos Son of Shaolin para a Image Comics.[11]

Roteirista[editar | editar código-fonte]

No final de 1983, ela deixou seu trabalho de edição na Marvel para tentar escrever em tempo integral como Louise Simonson . Ela criou o Power Pack, vencedor do Eagle Award .[12] O título, que estreou em agosto de 1984, apresentava as aventuras de quatro super-heróis pré-adolescentes. Simonson escreveu a maioria das primeiras quarenta edições do título, até mesmo colorindo uma edição (# 18). Seus outros trabalhos de roteiro na Marvel incluíram Starriors, Marvel Team-Up, Web of Spider-Man,[13] e Red Sonja . Louise ajudou seu marido Walt Simonson a colorir sua história " Star Slammers " no Marvel Graphic Novel # 6 (1983).

Em 1986, Bob Layton, escritor do X-Men spin-off X-Factor, estava atrasado em um prazo, e Simonson foi chamada para escrever uma edição complementar do X-Factor . Essa história nunca foi publicada, já que Layton acabou entregando sua história no prazo, mas ao escrevê-la Simonson se sentiu inspirada pelos personagens, a ponto de trazer uma lista de suas ideias para o editor Bob Harras na esperança de que Layton pudesse usá-las na série.[14] Em vez disso, Layton acabou abandonando o X-Factor logo depois, e por sugestão de Chris Claremont e Ann Nocenti, Harras escolheu Simonson como sua substituta. Em # 6, sua primeira edição, ela e o artista Jackson Guice apresentaram Apocalypse,[15] um personagem que faria repetidas aparições na franquia X-Men. Do # 10 do título, ela foi acompanhada por seu marido, Walt Simonson, nos lápis. Em # 25, os criadores deram ao personagem, Anjo, pele azul e asas de metal em um processo que o levou a ser renomeado como "Arcanjo". Foi por sugestão de Simonson que a ideia da história do " Massacre Mutante " do escritor dos X-Men, Chris Claremont, foi transformada em um crossover entre todos os "X-títulos", o primeiro desse tipo.[16] Sua temporada no X-Factor incluiu as partes relevantes de "Mutant Massacre" e os crossovers subsequentes " Fall of the Mutants ", " Inferno " e " X-Tinction Agenda ".[17] Ela terminou sua temporada no título com # 64 em 1991.

Em 1987, começando com a edição # 55, ela se tornou a roteirista de Novos Mutantes . Semelhante ao X-Factor, ela foi originalmente contratada como redatora substituta para que Chris Claremont pudesse lançar dois outros títulos,[16] mas acabou escrevendo a série por três anos e meio, terminando com # 97 em 1991. Foi durante essa temporada que ela e o artista Rob Liefeld apresentaram Cable, outro personagem importante da franquia X-Men.[18] Em 1988-89, ela e seu marido co-escreveram a série limitada Havok and Wolverine : Meltdown pintada por Jon J Muth e Kent Williams .

Em 1991, Simonson começou a escrever para a DC Comics . Ela, o artista Jon Bogdanove e o editor Mike Carlin lançaram um novo título do Superman, Superman: The Man of Steel [19] - um título para o qual ela escreveu por oito anos até # 86 em 1999. Ela contribuiu para histórias como "Panic in the Sky" em 1992.[20] Mais tarde naquele ano, Simonson (junto com Carlin, Dan Jurgens, Roger Stern e outros) foi uma dos principais arquitetos do enredo " A Morte do Superman ", no qual Superman morreu e ressuscitou. Foi durante essa história, em The Adventures of Superman # 500 (junho de 1993),[21] que Simonson e Bogdanove apresentaram seu personagem Steel, que ganhou seu próprio título em fevereiro de 1994,[22] com Simonson como roteirista até # 31 . O personagem participou de um longa-metragem homônimo estrelado por Shaquille O'Neal em 1997. Simonson foi uma de muitos criadores que trabalharam em Superman: The Wedding Album , one-shot de 1996 em que o personagem-título se casou com Lois Lane .[23]

Em 1999, Simonson voltou à Marvel para escrever uma série de Warlock, que apresentava um personagem de sua temporada anterior em Novos Mutantes . No mesmo ano, ela escreveu uma minissérie, Galactus o Devorador, na qual Galactus morreu temporariamente. Em 2005, ela escreveu histórias com Magnus, Robot Fighter para a editora Ibooks, Inc. Em 2007, Simonson escreveu um one-shot estrelado por Magik dos Novos Mutantes como parte de um evento de quatro edições conhecido como Mystic Arcana .[24] Em 2009, ela escreveu duas edições da Marvel Adventures com Thor . No ano seguinte, ela escreveu o roteiro da série limitada de cinco partes X-Factor Forever e se reuniu com June Brigman para uma nova história do Power Pack em Girl Comics # 3. Simonson também co-escreveu a HQ de World of Warcraft, baseada no jogo multijogadores da Internet, para a Wildstorm, e um mangá, baseado no universo Warcraft, para a Tokyopop . Em 2011, a DC contratou Louise Simonson para escrever DC Retroactive : Superman - The '90s, desenhado por seu colaborador do Homem de Aço Jon Bogdanove.

Simonson escreveu o capítulo "Five Minutes" na <i id="mw2w">Action Comics</i> # 1000 (junho de 2018) [25] e uma webcomic de doze partes para o filme de animação The Death of Superman .[26] Em 2019, ela contribuiu com duas histórias para DC Primal Age # 1 e se juntou a June Brigman novamente para a one-shot Power Pack: Grow Up .[27] Em 2020, ela escreveu o roteiro da adaptação cômica do romance de Leigh Bardugo Wonder Woman: Warbringer, bem como uma adaptação para os quadrinhos do filme Mulher Maravilha:1984 .

Escritora de romances[editar | editar código-fonte]

De 1993 a 2009, ela escreveu cinco livros ilustrados e onze romances para leitores intermediários, muitos dos quais com personagens da DC Comics. Dois romances YA, Justice League : The Gauntlet [28] e Justice League: Wild at Heart,[29] publicados pela Bantam Books, foram baseados no desenho animado da Liga da Justiça. Ela escreveu um romance adulto do Batman e o livro de não ficção da DC Comics Covergirls .[30]

Prêmios[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Miller, John Jackson (10 de junho de 2005). «Comics Industry Birthdays». Comics Buyer's Guide. Iola, Wisconsin. Consultado em 12 de dezembro de 2010. Cópia arquivada em 18 de fevereiro de 2011 
  2. «A Life's Work: 12 Women Who Deserve Lifetime Achievement Recognition». ComicsAlliance. 29 de janeiro de 2016. Cópia arquivada em 30 de junho de 2016. Louise Simonson has influenced superhero comics to a degree that few women have. 
  3. Cooke, Jon B. (Spring de 1999). «'Weezie' Jones Simonson - Louise discusses her life & times as a Warren editor». Raleigh, North Carolina: TwoMorrows Publishing. Comic Book Artist: 92–94  Verifique data em: |data= (ajuda)
  4. Levitz, Paul (2010). «The Bronze Age 1970-1984». 75 Years of DC Comics The Art of Modern Mythmaking. Taschen. Cologne, Germany: [s.n.] ISBN 978-3-8365-1981-6. [Paul Levitz Resumo divulgativo] Verifique valor |resumo-url= (ajuda). When Swamp Thing debuted in this issue of House of Secrets as a "one-shot", no one could have known it would lead to an enduring hit franchise, least of all its cover model, future comics writer Louise Simonson. 
  5. Keily, Karl (28 de maio de 2014). «Louise Simonson Declares War on Cartoon Network in IDW's Super Secret Crisis War». Comic Book Resources. Consultado em 29 de maio de 2014. Cópia arquivada em 16 de agosto de 2014 
  6. Cooke, Jon B. (Summer de 1999). «Like a Bat Out of Hell Chatting with Bernie Wrightson, DC's Monster Maker». Raleigh, North Carolina: TwoMorrows Publishing. Comic Book Artist. Consultado em 13 de junho de 2013  Verifique data em: |data= (ajuda)
  7. Cooke, Jon B. (October de 2000). «Simonson Says The Man of Two Gods Recalls His 25+ Years in Comics». Raleigh, North Carolina: TwoMorrows Publishing. Comic Book Artist: 23  Verifique data em: |data= (ajuda)
  8. a b Shooter, Jim. "Bullpen Bulletins", Marvel Comics cover-dated July 1981.
  9. «New Mutants #21 (November 1984)». UncannyX-Men.net. N.d. Consultado em 2 de junho de 2013. Cópia arquivada em 30 de outubro de 2013 
  10. Shooter, Jim. "Bullpen Bulletins," Marvel Comics cover-dated November 1983.
  11. «Son Of Shaolin OGN». Image Comics (em inglês). Consultado em 17 de junho de 2019 
  12. DeFalco, Tom; Gilbert, Laura, ed. (2008). «1980s». Marvel Chronicle A Year by Year History. Dorling Kindersley. London, United Kingdom: [s.n.] ISBN 978-0756641238. [Tom DeFalco Resumo divulgativo] Verifique valor |resumo-url= (ajuda). Working with artist June Brigman...Louise created the preteen super-hero team called Power Pack. 
  13. Manning, Matthew K.; Gilbert, Laura, ed. (2012). «1980s». Spider-Man Chronicle Celebrating 50 Years of Web-Slinging. Dorling Kindersley. London, United Kingdom: [s.n.] ISBN 978-0756692360. Spider-Man swung into the pages of an all-new ongoing series in this first issue by writer Louise Simonson and penciler Greg LaRocque. 
  14. Sanderson, Peter (October de 1986). «Walt & Louise Simonson». Comics Interview. Fictioneer Books. pp. 42–57  Verifique data em: |data= (ajuda)
  15. DeFalco "1980s" in Gilbert (2008), p. 227: "Simonson liked the idea of introducing a Darwinian character who would initiate disasters to help stimulate humanity's evolution."
  16. a b Grant, Paul J. (August de 1993). «Poor Dead Doug, and Other Mutant Memories». Wizard: X-Men Turn Thirty. pp. 66–69  Verifique data em: |data= (ajuda)
  17. Manning, Matthew K. "1990s" in Gilbert (2008), p. 251
  18. Manning "1990s" in Gilbert (2008), p. 248: "Writer Louise Simonson and penciller Rob Liefeld introduced one of the hottest stars of the 1990s, the mysterious mutant known only as Cable."
  19. Manning, Matthew K.; Dolan, Hannah, ed. (2010). «1990s». DC Comics Year By Year A Visual Chronicle. Dorling Kindersley. London, United Kingdom: [s.n.] ISBN 978-0-7566-6742-9. DC editorial saw the chance to give their hero a fourth ongoing monthly book, Superman: The Man of Steel was born, with the first issue written by Louise Simonson and with art by Jon Bogdanove, Tom Grummett, Bob McLeod, and Dan Jurgens. 
  20. Manning "1990s" in Dolan, p. 253: "In this seven-part adventure...writers Dan Jurgens, Jerry Ordway, Roger Stern, and Louise Simonson, with artists Brett Breeding, Tom Grummett, Jon Bogdanove, and Bob McLeod assembled many of DC's favorite characters to defend the world."
  21. Manning "1990s" in Dolan, p. 259: " The issue also featured four teaser comics that introduced a group of contenders all vying for the Superman name...Construction worker John Henry Irons found a new purpose in life as the future Steel in a story by Louise Simonson, with art by Jon Bogdanove"
  22. Manning "1990s" in Dolan, p. 265: "Steel finally stepped out of Superman's shadow in his own ongoing series by writers Jon Bogdanove and Louise Simonson, and artist Chris Batista."
  23. Manning "1990s" in Dolan, p. 275: " The behind-the-scenes talent on the monumental issue appropriately spanned several generations of the Man of Tomorrow's career. Written by Dan Jurgens, Karl Kesel, David Michelinie, Louise Simonson, and Roger Stern, the one-shot featured the pencils of John Byrne, Gil Kane, Stuart Immonen, Paul Ryan, Jon Bogdanove, Kieron Dwyer, Tom Grummett, Dick Giordano, Jim Mooney, Curt Swan, Nick Cardy, Al Plastino, Barry Kitson, Ron Frenz, and Dan Jurgens."
  24. Furey, Emmett (8 de maio de 2007). «Louise Simonson - Where has the 'Magik' gone?». Comic Book Resources. Consultado em 27 de janeiro de 2010. Cópia arquivada em 14 de dezembro de 2013 
  25. Johnson, Jim (18 de abril de 2018). «Action Comics #1000 Shows Superman Still Looks Good at 80 Years Old». Newsarama. Cópia arquivada em 26 de abril de 2018. Louise Simonson and Jerry Ordway typify the Man of Steel’s miracles in 'Five Minutes,' while providing a fun look at the conflict Superman creates in the life of Clark Kent. 
  26. «DC Returns to The Death of Superman in New Comic». CBR (em inglês). 1 de agosto de 2018. Consultado em 4 de outubro de 2020 
  27. Grunenwald, Joe (14 de maio de 2019). «POWER PACK returns in new one-shot by Louise Simonson, June Brigman, and Gurihiru». The Beat (em inglês). Consultado em 17 de junho de 2019 
  28. Simonson, Louise (2002). Justice League: The Gauntlet. Bantam Books. New York, New York: [s.n.] pp. 160. ISBN 978-0553487732 
  29. Simonson, Louise (2003). Justice League: Wild at Heart. Bantam Books. New York, New York: [s.n.] pp. 160. ISBN 978-0553487756 
  30. Simonson, Louise (2007). DC Comics Covergirls. Rizzoli Universe Promotional Books. Milan, Italy: [s.n.] ISBN 0-7893-1544-0 
  31. «Inkpot Award Winners». Hahn Library Comic Book Awards Almanac. Cópia arquivada em 9 de julho de 2012 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]