Michel Melamed

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Michel Melamed
Michel e Natália Lage na TV Brasil em 2015.
Nome completo Michel Melamed
Nascimento 10 de março de 1976 (44 anos)
Rio de Janeiro, RJ
Nacionalidade brasileira
Ocupação
Período de atividade 1992–presente

Michel Melamed (Rio de Janeiro, 10 de março de 1976) é um apresentador, ator, poeta, autor teatral e diretor teatral brasileiro.[1][2]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Poesia e teatro[editar | editar código-fonte]

Melamed começou como poeta aos quinze anos, apresentando-se com o Terças Poéticas, que reunia autores consagrados como João Cabral de Mello Neto, Ferreira Gullar, Antônio Houaiss e jovens autores. Participou da fundação e dirigiu o Centro de Experimentação Poética CEP 20.000, em conjunto com os poetas Chacal e Guilherme Zarvos com eventos mensais no Espaço Cultural Sérgio Porto e publicações. Através do grupo, Melamed teve diversos poemas publicados em antologias e CDs gravados.[3] Em 2002 atuou, ao lado de Matheus Nachtergaele e Marcélia Cartaxo, no espetáculo Woyzeck, o Brasileiro.[4] Michel Melamed estreou como autor no espetáculo Regurgitofagia (2004), em que utilizou a integração de linguagens como teatro, poesia falada e artes plásticas para fazer uma crítica contundente e bem-humorada do mundo contemporâneo[5] Contemplado com a Bolsa Rioarte, segmento Arte e Tecnologia, o espetáculo estreou no Rio de Janeiro no mês de abril de 2004, tendo também apresentações especiais em Nova Iorque, Paris e Berlim. O texto foi publicado em livro.[6]

Premiado com o FATE, o segundo espetáculo de Michel, Dinheiro Grátis, estreou no Rio de Janeiro em janeiro de 2006, sendo uma reflexão sobre a mercantilização das relações sociais e a presença constante do dinheiro como ordenador da vida humana.[7] Homemúsica, a terceira parte de sua Trilogia Brasileira, estreou no segundo semestre de 2007, vindo a receber o Prêmio Myrian Muniz de apoio à pesquisa teatral da Funarte.[8] Em 2009, Antidinheiro Grátis foi apresentado como epilogo da Trilogia Brasileira.[9] Entre seus outros espetáculos, destacam-se Adeusàcarne ou Go To Brazil e Monólogo Público. Michel foi contemplado em 2011, com a Bolsa Funarte para uma residência de 6 meses em Nova York, onde criou e dirigiu o espetáculo Seewatchlook.[10]

Televisão[editar | editar código-fonte]

Na televisão, Michel Melamed já participou de diversos programas. Em 1998, começou apresentando Profissão Talento na Band, que logo passou a também roteirizar e dirigir. Na GNT apresentou Movimento GNT (2000-2002) e Armazém 41 (2003-2005). Na TVE Brasil, fez parte da equipe dos programas Comentário Geral (2003-2005) e Recorte Cultural (2005-2009), indicado na categoria TV ao "Prêmio Faz Diferença".[11] Como ator, interpretou Dom Casmurro na microssérie "Capitu" da rede Globo, que foi ao ar em dezembro de 2008. Em 2009, roteirizou e dirigiu com Nelson Hoineff o programa Celebridades do Brasil, no Canal Brasil, o qual não apresentou.[12]

Em 2010, Michel Melamed criou, escreveu, dirigiu e apresentou a série Campeões de Audiência no Canal Brasil.[13] Em 11 de novembro de 2010, protagonizou e roteirizou a minissérie "Afinal, o Que Querem as Mulheres?" de Luiz Fernando Carvalho.[14] Por este trabalho recebeu diversos prêmios, entre eles, o Prêmio Arte Qualidade Brasil de melhor ator.[15][16] Em 2011 roteirizou e protagonizou a série Seewatchlook, no Canal Brasil.[17]

Em 2014, esteve na série policial A Teia, da Rede Globo. Em 2015, interpreta o personagem Ariel, na 86ª "novela das seis" da Rede Globo, Além do Tempo.[18] Em 2016 esteve na série Dois Irmãos. Neste mesmo ano, criou, apresentou e dirigiu o programa Bipolar Show no Canal Brasil, a primeira atração performática da tv brasileira. O programa teve três temporadas e foi indicado a diversos prêmios, entre eles o APCA 2017.

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Televisão[editar | editar código-fonte]

Ano Título Cargo / Personagem Notas
1998–99 Profissão Talento Apresentador
2000–02 Movimento GNT Apresentador
2003–05 Armazém 41 Apresentador
2003–05 Comentário Geral Apresentador
2005–09 Recorte Cultural Apresentador
2008 Capitu Bento de Albuquerque (Bentinho)
2010 Afinal, o Que Querem as Mulheres? André Newmann
Campeões de Audiência Apresentador
2013 Do Amor Pedro Vitor Episódio: "Lulu is Back"
Seewatchlook Rubens
2014 Seewatchlook.Doc Ele mesmo
A Teia Taborda
2015 Além do Tempo Ariel
2015–
presente
Bipolar Show Apresentador
2017 Dois Irmãos Antenor Episódios: "11–13 de janeiro"
Cidade Proibida Cordeiro Episódio: "Lupi"
Edifício Paraíso Marcelo de Barros
2019 Cine Holliúdy Lourival Neto Episódio: "10"
2020 Onde Está Meu Coração Alexandre

Cinema[editar | editar código-fonte]

Ano Título Personagem
2006 Brasília 18% Augusto dos Anjos
2014 O Amuleto Reginaldo
Rio, Eu Te Amo Taxista
2015 Ninguém Ama Ninguém... Por Mais de Dois Anos Eusébio
2016 A Frente Fria que a Chuva Traz Raposão
Vermelho Russo Michel

Teatro[editar | editar código-fonte]

Ano Título Personagem
1992–95 Terças Poéticas Ele mesmo (poesia)
2002–03 Woyzeck, o Brasileiro Woyzeck
2004 Regurgitofagia Ele mesmo (poesia)
2006 Dinheiro Grátis Ele mesmo (poesia)
De Repente Livros Felipe
2007 Homemúsica Ele mesmo (poesia)
2009 Antidinheiro Grátis Ele mesmo (poesia)
2011 Seewatchlook Rubens
2012–13 Adeus à Carne ou Go To Brazil Ele mesmo (poesia)
2016–18 Monólogo Público Ele mesmo (poesia)

Referências

  1. «Página sobre Michel Melamed na Teatropédia». Consultado em 29 de dezembro de 2013. Arquivado do original em 31 de dezembro de 2013 
  2. «Blog pessoal de Michel Melamed». Consultado em 29 de dezembro de 2013 
  3. «Perfil de Michel Melamed no sítio "Novas dramaturgias"». Consultado em 29 de dezembro de 2013. Arquivado do original em 3 de março de 2016 
  4. «Programa do espetáculo "Woyzeck, o brasileiro" no acervo da Unesp». Consultado em 29 de dezembro de 2013 
  5. «Página no sítio Radiográfico sobre "Regurgitofagia"». Consultado em 29 de dezembro de 2013 
  6. «"Regurgitofagia" no Google Books». Consultado em 29 de dezembro de 2013 
  7. «Matéria da Folha de S.Paulo sobre "Dinheiro grátis", 26/05/2006». Consultado em 29 de dezembro de 2013 
  8. «Crítica sobre Homemúsica no sítio Bacante». Consultado em 29 de dezembro de 2013. Arquivado do original em 31 de dezembro de 2013 
  9. «Matéria no sítio Arte e Subversão sobre o lançamento de "Antidinheiro grátis"». Consultado em 29 de dezembro de 2013. Arquivado do original em 30 de dezembro de 2013 
  10. «Página do Canal Brasil sobre a série "Seewatchlook"». Consultado em 29 de dezembro de 2013 
  11. «Entrevista de Michel Melamed ao jornal Correio Brasiliense, 23/11/2010». Consultado em 29 de dezembro de 2013 
  12. «Entrevista de Michel Melamed ao jornal O Globo, 02/11/2008». Consultado em 29 de dezembro de 2013 
  13. «Matéria no jornal O Globo sobre o programa "Campeões de audiência", 11/04/2010». Consultado em 29 de dezembro de 2013 
  14. «Matéria do UOL Televisão sobre o lançamento de "Afinal, o que querem as mulheres?"». Consultado em 29 de dezembro de 2013 
  15. «Lista de vencedores do Prêmio Arte Qualidade Brasil 2011». Consultado em 29 de dezembro de 2013 
  16. «Filmografia de Michel Melamed no IMDb». Consultado em 29 de dezembro de 2013 
  17. «Matéria da revista Cult sobre "O que você vẽ quando olha o que enxerga"». Consultado em 29 de dezembro de 2013. Arquivado do original em 30 de dezembro de 2013 
  18. Carla Bittencourt (12 de maio de 2015). «Michel Melamed será um anjo em 'Além do tempo'». Extra Telinha. Consultado em 14 de agosto de 2015 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]