Monte Carmelo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Monte Carmelo (Israel))
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados de Monte Carmelo, veja Monte Carmelo (desambiguação).
Monte Carmelo
A vegetação de tipo mediterrânico no Monte Carmelo.
Coordenadas 32° 44′ N, 35° 03′ L
Altitude 525,4 m (1 724 pés)
Localização Israel Israel

Monte Carmelo ou Monte do Carmo[1] é uma montanha na costa de Israel com vista para o Mar Mediterrâneo. A grande cidade israelita de Haifa localiza-se parcialmente sobre o Monte Carmelo, além de algumas outras cidades menores, como Nesher e Tirat Hakarmel.

Etimologia (origem do nome)[editar | editar código-fonte]

O seu nome deriva do hebraico Karmel, que significa "jardim", "campo fértil" ou "vinha do Senhor" (carmo significa "vinha", el significa "senhor").[2]

Importância nas religiões[editar | editar código-fonte]

Segundo a Bíblia, neste local se deu o duelo espiritual entre o profeta Elias e os profetas de Baal. Na ocasião, Elias provou, aos homens, que o Deus de Israel era o verdadeiro Deus, e não Baal. Na história narrada pela Bíblia, o Monte Carmelo é citado como o local onde Elias desconcertou os profetas Baal, levando, de novo, o povo de Israel à obediência ao Senhor.

Foi também no Monte Carmelo que, segundo a Bíblia, Elias fez descer fogo do céu, que consumiu por duas vezes os 50 soldados com o seu capitão, que o rei Acazias tinha mandado ali para prender o profeta, em virtude de ter este feito parar os seus mensageiros que iam consultar Baal Zebube, deus de Ecrom (II Reis, capítulo 1, versículos 9 a 15).

A Bíblia ainda cita esta montanha como o local em que a mulher sunamita que perdera seu filho, foi encontrar-se com o profeta Eliseu (II Reis, capítulo 4, versículos 8 a 31) para entender a sua perda.

A montanha também é o local de origem da Ordem Carmelita: ali, viviam eremitas entregues à oração e à penitência, inspirados no exemplo de vida austera de Elias. Esses eremitas, que, ali, construíram uma capela dedicada a Nossa Senhora do Carmo, teriam dado origem à ordem e à devoção a Nossa Senhora do Carmo. Com a perseguição muçulmana no século XII, a ordem e a devoção teriam se espalhado pelo Ocidente.[3][4]

Fé Baháʼí[editar | editar código-fonte]

O Santuário do Báb e seus Patamares no Monte Carmelo, 2004.

O Monte Carmelo é considerado um lugar sagrado aos seguidores da Fé Bahá'í, e é o local do Centro Mundial Bahá'í e do Santuário do Báb. A localização dos lugares sagrados Bahá'ís têm suas origens com o exílio e a prisão do fundador da religião, Bahá'u'lláh, próximo a Haifa pelo Império Otomano durante o domínio do Império Otomano na Palestina.

O Santuário do Báb é a estrutura onde estão os restos mortais do Báb, fundador do Babismo e antecessor de Bahá'u'lláh na Fé Bahá'í. A localização precisa do santuário no Monte Carmelo foi designada por Bahá'u'lláh mesmo, e os restos do Báb permanecem ali desde 21 de março de 1909 em um mausoléu de seis salas construído de pedras locais. A construção do santuário com um domo de ouro foi concluída sobre o mausoléu em 1952,[5] e uma série de patamares decorativos ao redor do santuário foram concluídos em 2001. O marbles branco usado vem da mesma fonte antiga que as principais obras de arte Atenienses usaram, o Monte Pentélico.

Bahá'u'lláh, fundador da Fé Bahá'í, escreveu na Epístola do Carmelo que a área ao redor do santuário seria o lugar da sede administrativa da religião; os edifícios administrativos Bahá'ís estão construídos nas adjacências dos patamares decorativos, e são referidos como edifícios do Arco, devido à forma de seu arranjo físico.

Referências

  1. Cruz terra santa. Disponível em http://www.cruzterrasanta.com.br/historia-de-nossa-senhora-do-carmo/37/102/#c. Acesso em 19 de maio de 2017.
  2. Últimas e derradeiras graças. Disponível em http://www.derradeirasgracas.com/4.%20Apari%C3%A7%C3%B5es%20de%20N%20Senhora/Nossa%20Senhora%20do%20Carmo.htm. Acesso em 19 de maio de 2017.
  3. Cruz terra santa. Disponível em http://www.cruzterrasanta.com.br/historia-de-nossa-senhora-do-carmo/37/102/#c. Acesso em 19 de maio de 2017.
  4. Últimas e derradeiras graças. Disponível em http://www.derradeirasgracas.com/4.%20Apari%C3%A7%C3%B5es%20de%20N%20Senhora/Nossa%20Senhora%20do%20Carmo.htm. Acesso em 19 de maio de 2017.
  5. «Golden anniversary of the Queen of Carmel». Baháʼí World News Service. 12 de outubro de 2003. Consultado em 12 de maio de 2007 

Ver também[editar | editar código-fonte]


O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Monte Carmelo
Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia de Israel é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.