Monumento a Washington

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Searchtool.svg
Esta página foi marcada para revisão, devido a inconsistências e/ou dados de confiabilidade duvidosa. Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor, verifique e melhore a consistência e o rigor deste artigo.
Nuvola apps important.svg
A tradução deste artigo ou se(c)ção está abaixo da qualidade média aceitável.
É possível que tenha sido feita por um tradutor automático ou por alguém que não conhece bem o português ou a língua original do texto. Caso queira colaborar com a Wikipédia, tente encontrar a página original e melhore este artigo conforme o guia de tradução.
Monumento a Washington
Washington Monument Dusk Jan 2006.jpg
O Monumento em Janeiro de 2006.
Catedral de Colônia
Torre Eiffel
Constitution Gardens, entre as 14ª e 17ª ruas, NW,
 Distrito de Colúmbia,
 Estados Unidos
38° 53′ N 77° 2′ W
Status Completo
Construção 1848-1885
Inauguração 9 de outubro de 1888
Pedra fundamental 4 de julho de 1848
Uso Obelisco

Altura

Telhado 169,7 m
Área 0,429 km²
Construção
Arquiteto Robert Mills
Contratante Governo dos Estados Unidos
Washington Monument
Registro Nacional de Lugares Históricos
Memorial Nacional dos EUA
Visitas: 467 550 (em 2005)
Administração: Serviço Nacional de Parques
Adicionado ao NRHP: 15 de outubro de 1966 (48 anos)
Registro NRHP: 66000035

O Monumento a Washington ou Monumento de Washington (em inglês: Washington Monument) é um obelisco localizado no centro do Constitution Gardens, em Washington, D.C., Estados Unidos. Foi construído como um memorial a George Washington, entre 1848 a 1885. Possui 169,7 metros de altura e é a estrutura mais alta da cidade.[1] Foi dedicado em 21 de fevereiro de 1885 e permaneceu como a mais alta estrutura construída pelo homem, até 1889, quando a Torre Eiffel foi inaugurada.[2]

É constituído de mármore, granito e arenito.[3] Foi concebido pelo arquiteto Robert Mills em meados da década de 1840, porém a construção só viria a ser concluída em 1885 por conta do desvio de recursos para a Guerra Civil Americana. Há, inclusive, uma delineação no sombreamento do mármore, visível aproximadamente 150 pés (45 m) acima, distinguindo a porção inicial e a construção definitiva.

O reflexo do Monumento de Washington pode ser visto no chamado Espelho d'água, uma piscina rectangular no Constitution Gardens que se estende a oeste até o Lincoln Memorial.[4]

História[editar | editar código-fonte]

Motivo e Homenagem[editar | editar código-fonte]

Fotografia de 1860 mostrando o Monumento de Washington parcialmente completo.

George Washington ganhou o título de "Pai da Pátria" em reconhecimento de sua liderança na causa da independência americana. Nomeado Comandante-em-chefe do Exército Continental, em 1775, ele moldou uma forte campanha de resistência e de independência nacional contra o Reino da Grã-Bretanha. Em 1787, como presidente da Convenção Constitucional, ele ajudou a orientar as deliberações de modo a formar um Governo que já dura mais de 200 anos. Dois anos depois, ele foi eleito, por unanimidade, Presidente dos Estados Unidos. Washington, ajudou a desenvolver o Presidencialismo, bem como o relacionamento entre os membros dos três órgãos do governo. Ele estabeleceu precedentes, que lançou com sucesso o novo governo sobre o seu curso normal. Ele recusou a pompa de poder e governo monárquico de tradições e, por duas vezes - apesar das fortes pressões para fazer o contrário -, ocupou o mais poderoso cargo nas Américas. Washington manteve sempre atentas as ramificações de suas decisões e ações. Com este monumento, os cidadãos dos Estados Unidos mostram sua gratidão e respeito duradouro a tal figura histórica.

Quando acabou a Guerra Revolucionária, nenhum homem nos Estados Unidos obteve mais respeito que George Washington, cuja capacidade de conduzir a vitória na guerra foi comemorada pelos até então colonos britânicos. Apesar de ter limitados fornecimentos e de possuir inexperientes homens, os revolucionários admiravam a decisão de Washington em se recusar a aceitar apenas um salário e reembolsos dos seus gastos. A sua relação aumentou ainda mais quando se tornou conhecido que ele tinha rejeitado uma proposta apresentada por alguns de seus funcionários para que ele fosse o novo rei do país que acabara de nascer.

Tal como ficou claro, os artigos da Confederação tinham deixado o governo federal demasiado fraco para cobrar impostos, regulamentar o comércio, ou o controle das suas fronteiras, homens como James Madison começaram a pedir uma convenção que irá reforçar a sua autoridade. Washington não quis comparecer, porque ele tinha de gerir negócios em Mount Vernon. Se ele não fosse à Filadélfia, no entanto, ele se preocupou com sua reputação e sobre o futuro do país. Ele acabou por decidir que, uma vez que "ver esta nação feliz… é o maior desejo da minha alma", ele iria servir como um dos representantes da Virgínia. Os outros delegados, durante o verão de 1787, o escolheram para presidir a deliberação, o que acabou por se tornar a Constituição dos Estados Unidos.

Uma parte essencial da Constituição americana foi o desenvolvimento do gabinete do Presidente dos Estados Unidos. Ninguém parecia mais qualificado para preencher essa posição do que Washington, e, em 1789, ele iniciou o primeiro de seus dois mandatos presidenciais. Ele usou o respeito da nação para consigo para desenvolver o respeito deste novo cargo, mas tentou simultaneamente prevenir que o cargo de Presidente não se tornasse tão poderoso como o de um novo rei, ou seja, de tudo aquilo que o país tinha lutado contra. Ele tentou criar o tipo de governo sólido de que a nova nação necessitava, apoiando um banco nacional, o recolhimento de impostos para pagar as despesas, bem como o reforço das Forças Armadas. Embora muitas pessoas quisessem seu terceiro mandato, em 1797, Washington novamente retornou para Mount Vernon. Ele morreu repentinamente dois anos mais tarde, e sua morte reiniciou tentativas para homenageá-lo. Já em 1783, o Congresso Continental tinha resolvido que "uma estátua equestre de George Washington será erguida no local onde a residência do Congresso será estabelecida". A proposta de tal estátua explica que tinha sido erguido "em homenagem a George Washington, o ilustre Comandante-em-chefe dos exércitos dos Estados Unidos da América durante a guerra e garantiu que validou a sua liberdade, soberania e independência".

Dez dias depois da morte de Washington, uma comissão do Congresso recomendou um tipo diferente de monumento. John Marshall, um representante da Virgínia (que mais tarde se tornou Chefe do Supremo Tribunal de Justiça) propôs que um túmulo fosse erigido dentro do Capitólio dos Estados Unidos da América, mas a falta de fundos, de desacordo sobre qual tipo de memorial seria a melhor homenagem possível ao primeiro Presidente do país, e da relutância da família de Washington para mover seu corpo impediram progressos em relação a qualquer projeto nesse sentido.

Logo antes de terminar a guerra do Vietnã, quando já havia muitos movimentos nos EUA contra a guerra, uma passeata na cidade de Washington parou em frente ao "Monumento de Washington" para pedir o fim da guerra.

Espelho d'água do Monumento a Washington.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Monumento a Washington
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Monumento a Washington

Referências

  1. CASEY, Thomas Lincoln (7 de março de 1885). Completion of Washington's Monument Scientific American Supplement Vol. 19. Visitado em 14 de outubro de 2014.
  2. Marking a people's love The New York Times (22 de fevereiro de 1885).
  3. Washington Monument, High ground West of Fifteenth Street Hdl.loc.gov.
  4. Você deve especificar url = ao usar a
    Predefinição:Citar web. Parâmetros disponíveis:

    {{citar web
    |url =             |ano =
    |titulo =          |mes =
    |acessodata =      |formato =
    |acessodiames =    |obra =
    |acessomesdia =    |publicado =
    |acessoano =       |paginas =
    |autor =           |lingua =
    |ultimo =          |doi =
    |primeiro =        |arquivourl =
    |autorlink =       |arquivodata =
    |coautores =       |citacao =
    |data =
    }}
    
    National Park Service.
Ícone de esboço Este artigo sobre Registro Nacional de Lugares Históricos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.