Mutante (Marvel Comics)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Se procura por outros significados de Mutação, veja Mutante.
Mutante
Comic image missing-pt.png
Publicado por Marvel Comics
Primeira aparição Uncanny X-Men vol. 1 #1 (1963)
Tipo Raça Terrestre
Criado por Jack Kirby
Stan Lee
Localização Terra
Principais representantes X-Men;
Irmandade de Mutantes;
Habilidades Diversos

Nas histórias em quadrinhos da Marvel Comics um mutante é um humano que nasceu com modificações fisiológicas que o fazem possuidor de habilidades anormais, ou seja, diferente de outros super-heróis cujos poderes são frutos de acidentes ou experimentos, os dons mutantes são inatos. Tipicamente, os poderes mutantes manifestam-se na puberdade, embora haja exceções como Noturno que já nasceu com um aspecto não-humano. Outro exemplo de exceção foi uma das integrantes da Cruzada Stryker, que apesar de já ser uma mulher madura sem manifestar poderes, foi afetada por um pulso que devia vitimar apenas mutantes.

Os mutantes são considerados o próximo estágio da evolução humana, sendo chamados de homo superior. Entretanto são marginalizados pela sociedade, que os teme. O preconceito é o tema de inúmeras revistas em quadrinhos dos X-Men, primeira e mais clássica equipe de mutantes, assim como em séries spin-offs. E apesar de ser considerada um degrau natural da evolução, muitos das mutações foram parcialmente causadas porque os pais do mutante se envolveram de alguma forma com radiação, o que acelerou o processo.

Histórico[editar | editar código-fonte]

Uma história de março 1952 em Amazing Detective Cases #11 chamada "The Weird Woman" " conta a história de uma mulher descrevendo-se como uma mutante que procura um companheiro da mesma forma sobre-humana.[1] Roger Carstairs, um mutante que pode criar ilusões, é mostrado Man Comics #28, publicada em setembro de 1953.


Um personagem com poderes sobre-humanos, nascido de um pai expostos à radiação, foi visto em Journey into Mystery # 52 maio 1959 "The Man with the Atomic Brain!", embora não seja especificamente chamado de "mutante", sua origem é consistente com um. Uma história pouco conhecida em Tales of Suspense #6 (Novembro de 1959) intitulado "The Mutants and Me!" foi um das primeiros histórias da Marvel (na época conhecida como Atlas) a mostrar personagem chamado de mutante.[1] Tad Carter,[2] um mutante com poderes telecinéticos, é mostrado em Amazing Adult Fantasy #14, de julho de 1962.[1]


A concepção dos mutantes foi criada pelo editor e roteirista da Marvel, Stan Lee no começo dos anos 60 como uma explicação para inventar inúmeros super-heróis e vilões sem ter que pensar em uma origem diferente para cada um.[3]

Como parte do conceito, Lee decidiu que esses adolescentes mutantes deviam, assim como os normais, frequentar a escola, a fim de lidar melhor com o mundo, neste caso Instituto Xavier para Jovens Superdotados. Estes mutantes apareceram pela primeira vez na série de super-heróis X-Men, que estreou em 1963. Mais tarde, foram introduzidas várias equipes adicionais de super-heróis mutantes, incluindo The New Mutants, X-Factor, Excalibur, X-Force e Generation X.

Oficialmente, Namor, o príncipe submarino é considerado o primeiro super-herói mutante da Marvel Comics, estreando em 1939 quando a editora chamava-se Timely Comics.[4] No entanto, Namor não foi realmente descrito como um mutante, até décadas após sua primeira aparição. O mesmo vale para o Centelha, sidekick do androide Tocha Humana introduzido em 1940.[5] [6]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c M. Keith Booker (2014). Comics through Time: A History of Icons, Idols, and Ideas [4 volumes]: A History of Icons, Idols, and Ideas ABC-CLIO [S.l.] p. 875. 9780313397516. 
  2. All-New OHotMU A-Z Bibliography
  3. A incrível história dos X-Men
  4. Spoiler: Namor ganha nova revista mensal
  5. Spoiler: Alex Ross fala sobre seu novo projeto
  6. Mauricio Muniz. (junho/julho 2007). "Garotos Prodígios". Mundo dos Super-Heróis (5). Editora Europa.