Mutya Buena

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Mutya Buena
Mutya Buena e um concerto em Bristol com as Sugababes em 2004.
Informação geral
Nome completo Rosa Isabel Mutya Buena
Também conhecido(a) como Mutya
Nascimento 21 de maio de 1985 (33 anos)
Origem
País  Reino Unido
Gênero(s)
Ocupação(ões) cantora-compositora
Instrumento(s) Vocal
Período em atividade 1998—presente
Gravadora(s)
Afiliação(ões)

Rosa Isabel Mutya Buena (Londres, 21 de maio de 1985) mais conhecida simplesmente como Mutya Buena, é uma cantora e compositora britânica, da etnia irlandesa, espanhola e filipina, que chegou à fama como uma integrante do grupo feminino Sugababes. Com o Sugababes, Buena teve quatro singles no número um no Reino Unido, seis hits top-dez adicionais e três álbuns multi-platina. Depois de deixar o grupo em dezembro de 2005, ela lançou seu primeiro álbum solo, Real Girl, em junho de 2007. Em outubro de 2010, Buena lançou uma coletânea dedicada a cantores britânicos, intitulada Sound of Camden: Mutya Buena.

Em 20 de julho de 2012, Buena e suas antigas colegas de banda Sugababes, Donaghy e Buchanan, confirmaram sua reunião.[1] O trio original não pode lançar músicas com o nome Sugababes, então elas optaram por MKS (Mutya Keisha Siobhan).[2]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Buena nasceu em Kingsbury, Londres, e frequentou a Kingsbury High School.[3] Seu pai é filipino e sua mãe é descendente de irlandeses.[4] Em 23 de março de 2005, Buena deu à luz sua filha Tahlia. Buena dedicou uma música para sua falecida irmã Maya no álbum do Sugababes, Three.[5]

Carreira[editar | editar código-fonte]

1998–05: Carreira no Sugababes[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Sugababes

Os Sugababes foi formado em 1998 por Siobhán Donaghy, Keisha Buchanan e Buena. O seu álbum de estreia, One Touch, foi lançado em Novembro de 2000 e atingiu o número 26 na UK Albums Chart, ganhando uma certificação de ouro.[6][7] One Touch gerou quatro singles, três dos quais alcançaram o top 20,[6] enquanto o single principal do álbum "Overload" foi indicado ao BRIT Award por "Best British Single".[8] As vendas do álbum não atenderam às expectativas da London Records e o grupo foi posteriormente descartado.[9] Segundo álbum do grupo Angels with Dirty Faces foi lançado em agosto de 2002 pela Island Records. Influenciado pela new wave, dance e música pop dos anos 80, o disco teve sucesso no Reino Unido, onde alcançou o número dois e foi triplo de platina.[6][7] Produziu dois singles número um e foi nomeado para "Melhor Álbum Britânico" no BRIT Awards de 2003.[6][10]

Buena performando com as Sugababes em agosto de 2004.

Three, o terceiro álbum de Sugababes, foi lançado em outubro de 2003. Alcançou o número três no Reino Unido e produziu quatro singles, todos alcançando o top dez.[6] O quarto álbum do grupo, Taller in More Ways, foi lançado em outubro de 2005. O álbum alcançou o número um e foi disco duplo de platina no Reino Unido.[6][7] Em 21 de dezembro de 2005, foi anunciado que Buena estava deixando os Sugababes. De acordo com um anúncio em seu site oficial, "a decisão de [Buena] foi baseada puramente em razões pessoais e ela continuará a ser a melhor amiga de ambas [Buchanan] e [Range]". O último membro original, Buchanan, disse sobre a saída de Buena: "... todos sentimos falta de Mutya, mas também sabíamos que ainda havia lugar para trazer alguém novo que pudesse nos ajudar a continuar levando a marca da música Sugababes".[11] Amelle Berrabah se juntou ao grupo 48 horas após a partida de Buena.[12]

2006–09: Real Girl, outros empreendimentos e hiato musical[editar | editar código-fonte]

Após sua saída do Sugababes, Buena começou a trabalhar em seu álbum de estréia no início de 2006, depois de assinar com sua gravadora anterior, Universal Island Records. Ela também contribuiu com os vocais para o álbum Soundboy Rock de Groove Armada.[13] O primeiro single a ser lançado no Reino Unido com Buena era uma balada em dueto com George Michael, intitulado "This Is Not Real Love". Foi lançado em novembro de 2006 e atingiu o número 15 no Reino Unido. Precedendo o álbum, a faixa-título, "Real Girl", foi lançada no início de 2007. Atingiu o número 2 no Reino Unido e recebeu uma indicação ao BRIT Award de "Melhor Single". A música é um cover do sucesso "It's It`t Over 'Til It's Over" de Lenny Kravitz, e foi produzido pela produtora londrina Full Phat. "Real Girl" também foi destaque no Sex and the City, Vol 2: More Music Soundtrack. O primeiro álbum de Buena, Real Girl, alcançou o número 10 na UK Albums Chart. "Song 4 Mutya (Out of Control)", sua colaboração com a dupla Groove Armada, foi lançada no Reino Unido em julho de 2007 chegou ao número 8. A quarta versão do álbum foi "Just a Little Bit", que atingiu o número 65. Buena também colaborou com Amy Winehouse, em um re-formulação da faixa "Be My Baby" do The Ronettes intitulado "B Boy Baby", que alcançou o número 73 no Top 75 do Reino Unido. Em 1 de outubro de 2007, Buena foi nomeada para o "Music of Black Origin" (MOBO) de 2007 na O2 Arena em Londres.[14]

Em 12 de fevereiro de 2008, Buena foi demitida por sua gravadora devido às fracas vendas do álbum Real Girl e a pouca repercussão de seus dois últimos singles, "Just a Little Bit" e "B Boy Baby".[15]

Em outubro de 2008, Buena apareceu no Celebrity Ding Dong de Alan Carr. Em janeiro de 2009, Buena apareceu no segundo single de Asher D, "With You", do seu álbum Ashley Walters, bem como na faixa "The Time Is Now" de Don-E. Ela também promoveu as colaborações "Fallin" com o Agent X e "Give Back" com Tah Mac. Buena também se juntou a uma série de artistas britânicos, americanos e jamaicanos para tocar no single de estréia da produtora Urban / Funky House, NightShift. A música é intitulada "Can You Persuade Me" e também apresenta MegaMan (DJ Ironik, Sisqó, Tanto Metro & Devonte, TQ, Steelo, Juxci D, J2K, Wretch 32, Sam Obernik e Mr. Vegas). Após a rejeição de Buena, a canção "I Know You Want Me (Calle Ocho)" foi então gravada por Pitbull.

Em setembro de 2010, ela contribuiu com seis faixas do álbum The Sound of Camden, que foi gravado em Israel com o produtor musical Roy Sela. O álbum lida com o mercado de Camden Town em Londres e está disponível para compra somente no próprio mercado, assim como no iTunes. Ela gravou uma série de covers de músicas de rock de bandas de rock como U2, The Pixies e Iron Maiden, em um estilo descontraído.[16] Em outubro de 2010, Buena confirmou que não estava mais interessada em uma carreira na indústria da música e que atualmente está treinando para se tornar psicóloga para crianças.[17] Apesar do anúncio, Buena se uniu a City Boy Soul, uma banda que consiste de Coree Richards ex- vocalista do Damage e do rapper britânico Gak Jonze, e digitalmente lançou "Be Ok" em janeiro de 2011. Buena também gravou os vocais para "Give Me Love" , escrito pelo DJ/produtor britânico Paul Morrell. Mutya está programado para lançar "My Love" com Thor Alaye no início de 2012. E "Bedroom" com Shide Boss em 2012. Buena se apresentou no Birmingham Gay Pride em 28 de maio de 2011.[18] Em 2011, uma demo de Mutya foi lançado no soundcloud, chamado All B4.

Em 2 de janeiro de 2009, Buena entrou no Celebrity Big Brother 6 como um colega de casa. No dia 15 da série (16 de janeiro de 2009), ela saiu da casa do Big Brother após sobreviver ao despejo na mesma noite. Ela foi a última participante celebridade a sair do show até Claire King deixar a edição de 2014 do show em 31 de agosto de 2014.

2011–presente: Mutya Keisha Siobhan[editar | editar código-fonte]

Em outubro de 2011, vários meios de comunicação informaram que a formação original dos Sugababes seria reformada.[19][20][21] Em janeiro de 2012, novas circulações que o grupo iria reunir foram desencadeadas, depois que Buena e Buchanan twittaram que elas estavam no estúdio com "duas outras mulheres" e com o rapper britânico Professor Green.[22] No entanto, Buena mais tarde negou a informação no Twitter, dizendo: "Não há faixa [com] keisha e professor G eles estavam comigo no estúdio. Eu estou trabalhando em minhas coisas pessoais no momento.(Sic)"[22] Apesar disso, A cantora e compositora escocesa Emeli Sandé confirmou para a MTV UK que ela havia escrito novas músicas para Buena, Buchanan e Donaghy, dizendo: "Sim, isso é verdade. Eu escrevi para o line-up original do Sugababes, que eu estou muito feliz porque eu simplesmente amei elas estão de volta. Eu amei o som delas, foi tão legal. Foi muito diferente, então estou feliz por estar envolvido no que começou toda a jornada do Sugababes. Parece incrível".[23] Em abril de 2012, foi relatado que o line-up havia assinado um contrato de £ 1 milhão reais com a Polydor Records.[24] Em junho de 2012, Donaghy confirmou no Twitter que novas músicas seriam lançadas, dizendo: "o mais rápido será em 2 semanas. A última é 10 semanas".[25]

Em julho de 2012, foi oficialmente confirmado que o grupo havia se reformado sob o nome de Mutya Keisha Siobhan e estavam escrevendo músicas para um novo álbum da Polydor.[26] O nome foi oficialmente registrado na União Européia em 27 de junho de 2012.[27]

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Em março de 2010, a Buena entrou com um pedido de propriedade do nome Sugababes junto à Autoridade Europeia de Marcas. Embora os nomes de Buchanan e Donaghy apareçam na submissão de marca registrada, foi confirmado que Buena era a única candidata a submissão e que Donaghy e Buchanan não estavam envolvidos.[28] O quarto grupo lançou uma oposição à alegação, alegando que a boa vontade e reputação na marca e nome comercial "Sugababes" pertence à parceria - não um indivíduo.[29]

Buena pagou £ 5.000 para implantes de nádegas, já que "apenas queria um pouco mais"[30] e anteriormente tinha ampliações nos seios.[17] Em novembro de 2013, a Buena removeu os implantes.[31]

Em setembro de 2014, a Buena foi declarada falida por um juiz da Suprema Corte.[32]

Discografia[editar | editar código-fonte]

Com Sugababes

Singles[editar | editar código-fonte]

  • 2006: "This Is Not Real Love"
  • 2007: "Real Girl"
  • 2007: "Out Of Control"
  • 2007: "Just A little Bit"
  • 2007: "B Boy Baby"
  • 2008: "With You"
  • 2009: "Fallin'"
  • 2009: "Give Back"
  • 2013: "Bedroom"
  • 2018: "Game Over"

Referências

  1. Original Sugababes Confirm Reunion! MTV. 20 July 2012
  2. Original Sugababes come up with catchy new relaunch name... Mutya Keisha Siobhan Daily Mail. 19 July 2012
  3. David, Sinclair. "Please, Sir, we've got TOTP to do.", "The Times", London. 1 December 2000.
  4. «A Sugababe is reborn». DailyMail. Consultado em 26 de julho de 2012. 
  5. «Mutya's a Real Girl now: don't call me a babe | Showbiz». Evening Standard. London. Consultado em 26 de julho de 2012. 
  6. a b c d e f «UK Charts > Sugababes». The Official Charts Company. Consultado em 16 de dezembro de 2011. 
  7. a b c «BPI Certified Awards». British Phonographic Industry. Consultado em 16 de dezembro de 2011. 
  8. Raphael, Amy. «Sweetness follows». The Guardian. London. Consultado em 16 de dezembro de 2011. 
  9. MacKenzie, Wilson; Kellman, Andy. «allmusic ((( Sugababes > Biography )))». AllMusic. Consultado em 16 de dezembro de 2011. 
  10. «The Brit Awards 2003 nominations in full». BBC. Consultado em 16 de dezembro de 2011. 
  11. «Sugababes unveil new band member». BBC. Consultado em 16 de dezembro de 2011. 
  12. «Sugababes unveil new band member». BBC. Consultado em 16 de dezembro de 2011. 
  13. «Mutya Buena - Biography & History - AllMusic» 
  14. «Filipino rising pop star picked in UK music award» 
  15. Timbo. «Musical Confession: Mutya Buena Has Been Dropped From Her Label». Musicalconfession.blogspot.com. Consultado em 5 de janeiro de 2012. 
  16. «Mutya to Record Covers Album». MutyaBuena.info. Consultado em 5 de janeiro de 2012. 
  17. a b «Mutya Buena 'planning career change'». Inthenews.co.uk. Consultado em 5 de janeiro de 2012. 
  18. twentyfirstcentury. «ZONE Magazine: The Midlands premier on-line Gay Guide :: Home». Midlandszone.co.uk. Consultado em 5 de janeiro de 2012. [ligação inativa] 
  19. Corner, Lewis. «Sugababes original lineup to reform?». Digital Spy. Consultado em 5 de janeiro de 2012. 
  20. «Original Sugababes lineup of Keisha, Mutya and Siobhan set to reform». Metro. Consultado em 5 de janeiro de 2012. 
  21. «Original Sugababes line-up rumoured to be reforming». NME. Consultado em 5 de janeiro de 2012. 
  22. a b Corner, Lewis. «Mutya Buena denies original Sugababes reunion plans». Digital Spy. Hearst Magazines UK. Consultado em 5 de janeiro de 2012. 
  23. Dorken, Joanne. «Emeli Sande Confirms Song With Original Sugababes». MTV UK. Consultado em 5 de janeiro de 2012. 
  24. «Sugababes sign £1m record deal». Raidió Teilifís Éireann. Consultado em 5 de janeiro de 2012. 
  25. Corner, Lewis. «Sugababes original lineup to unveil new music within 10 weeks». Digital Spy. Consultado em 5 de janeiro de 2012. 
  26. «Original Sugababes regroup as Mutya Keisha Siobhan». BBC. Consultado em 5 de janeiro de 2012. 
  27. Saunders, Louise. «Original Sugababes come up with catchy new relaunch name... Mutya Keisha Siobhan». Daily Mail. Consultado em 5 de janeiro de 2012. 
  28. Michaels, Sean. «Mutya Buena fights to reclaim Sugababes name». The Guardian. London. Consultado em 17 de julho de 2013. 
  29. «Sugababes». Thorntons-law.co.uk. Consultado em 17 de outubro de 2011. 
  30. Bull, Sarah. «'I just wanted it a bit perkier': Mutya Buena reveals why she had bum implants as Carley Stenson talks about her nose job». Daily Mail. London. Consultado em 17 de julho de 2013. 
  31. «Mutya Buena: 'I keep my implants in a jar!'». Closer Magazine (extract published by The Private Clinic). Consultado em 17 de julho de 2013. 
  32. reporter, Emma Brant Newsbeat. «Former Sugababes Mutya Buena is declared bankrupt» 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]