My World (EP de Justin Bieber)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
My World
EP de Justin Bieber
Lançamento 17 de novembro de 2009
Gravação 2008 - 2009
Gênero(s)
Duração 25:58
Idioma(s) Inglês
Gravadora(s) Island, RBMG
Produção Usher (exec.), Scooter Braun (exec.), Antonio "L.A." Reid (exec.), Christopher Stewart, Ezekiel Lewis, Balewa Muhammad, The-Dream, Midi Mafia, Dapo Torimiro, JB & Corron, Lashaunda "Babygirl" Carr
Certificação Ouro
Cronologia de Justin Bieber
My World 2.0
(2010)
Singles de My World
  1. "One Time"
    Lançamento: 18 de maio de 2009
  2. "One Less Lonely Girl"
    Lançamento: 6 de outubro de 2009
  3. "Love Me"
    Lançamento: 26 de outubro de 2009 (digital)
  4. "Favorite Girl"
    Lançamento: 3 de novembro de 2009 (digital)

My World é o primeiro lançamento do cantor canadense Justin Bieber. O EP é considerado a primeira parte das duas de seu álbum de estréia.[1] O álbum foi lançado em 17 de novembro de 2009 através de Island Records,[2] sendo seguido por My World 2.0, sua segunda parte, foi disponibilizado em 23 de março de 2010.[3] Justin trabalhou com uma variedade de produtores e compositores como seu mentor Usher, Tricky Stewart, The-Dream, Midi Mafia e outros. As canções são, em sua maioria, inspiradas por romances adolescentes e situações típicas da fase, e musicalmente são pop com influência do teen pop e o R&B.

O álbum recebeu críticas geralmente positivas, e debutou na posição #6 da Billboard 200,[4] vendendo 137.000 cópias em sua primeira semana nos Estados Unidos,[5] o que na época foi o melhor início de vendas de um novo artista em 2009, até ser ultrapassado por I Dreamed a Dream, de Susan Boyle.[1][6] O álbum também debutou na posição #1 na Canadian Albums Chart, do Canadá, onde recebeu o certificado de Ouro da Music Canada em uma semana.[7][8] Menos de um mês após o lançamento, a Platina também foi alcançada no país, pela venda de mais de 80.000 cópias.[9] Em janeiro de 2010, ganhou o mesmo certificado nos Estados Unidos, por vendas acima de um milhão de cópias.[10] Também foi certificado Prata no Reino Unido.[11]

Os dois primeiros singles do álbum, "One Time" e "One Less Lonely Girl" alcançaram o top 15 da Canadian Hot 100, assim como o top 20 da Billboard Hot 100. Os dois últimos singles, "Love Me" e "Favorite Girl", foram liberados exclusivamente no iTunes. Como o álbum foi lançado depois dos singles, Bieber tornou-se o único artista da história da Billboard a ter quatro singles de um álbum de estréia posicionando no top 40 da Billboard Hot 100 antes do lançamento do álbum.[12] Para promover My World, Bieber esteve em diversos programas de televisão e rádio, realizou uma pequena turnê no Canadá e abriu os shows da Fearless Tour, de Taylor Swift, no Reino Unido.[13] Uma nova turnê solo é esperada em 2010.[14]

Precedentes[editar | editar código-fonte]

Justin começou sua carreira através do Youtube, quando ele e sua mãe postaram vídeos de suas apresentações para membros da família e amigos que não puderam comparecer. Enquanto sua popularidade no Youtube crescia, ele foi eventualmente descoberto por seu futuro agente, Scooter Braun.[15] Braun levou Bieber para Atlanta, Geórgia, para conversar com Usher e logo ele assinou um contrato com a Island Records, onde começou sua carreira profissional.[16] Uma semana mais tarde, Justin teve a oportunidade de cantar para Usher,[17] que lhe recomendou para uma audição com Antonio L.A. Reid na Island Records, que o contratou para a gravadora em outubro de 2008.[15] Usher então o introduziu para a indústria musical em abril de 2009, em Los Angeles, depois de Justin ter gravado seu primeiro single, "One Time". Usher o descreveu como um "jovem fenômeno" e "definitivamente uma prioridade para mim e a Island Def Jam".[15]

Quando perguntado sobre o título do álbum, Justin explicou que "basicamente essa foi a única maneira com a qual eu pude realmente descrevê-lo. Ele tem tantos elementos do meu mundo".[18] Sobre sua música, ela disse que acha "que pessoas mais velhas podem gostar da minha música, por que eu realmente abro meu coração quando canto, e isso não é sentimental. Acho que posso crescer como artista, e meus fãs vão crescer junto comigo".[19] Ele também comentou sobre My World com a MTV, dizendo:

"Tem um monte de coisas que não são apenas sobre amor. Tem canções com as quais os adolescentes podem se identificar, como seus pais não estarem juntos e divórcio, e coisas que acontecem no cotidiano. Existem vários [artistas] da minha idade, [e] seus álbuns inteiros [são], 'Tudo está perfeito'. A vida real não é perfeita, então meu álbum meio que retrata isso. Você simplesmente tem que fazer o melhor do que tem".[20]

Estrutura musical, estilo e letras[editar | editar código-fonte]

Musicalmente, o álbum é pop com influência do R&B, e foi comparado ao trabalho de artistas como Michael Jackson, Stevie Wonder e Chris Brown.[21] A versão padrão do álbum pode ser dividida em duas seções diferentes: as canções em upbeat de pop/R&B, como "One Time", "Favorite Girl", "Bigger" e "Love Me", que possuem elementos do synthpop. Se torna mais lento em "First Dance", "One Less Lonely Girl" e "Down to Earth", que contém um simples R&B de voz baixa. Bieber falou em entrevisa para a Billboard sobre a última:

A Entertainment Weekly chamou as diferenças no álbum de "baladas de amor-de-jovens e doces confeitos de dance-pop".[23] "Love Me" foi descrita pela MTV como "uma faixa para clubes widescreen, que é cheia de sintetizadores animados e o canto que agora é a assinatura de Bieber". Crystal Bell, da Billboard, comparou o arranjo de "One Less Lonely Girl" com outras canções de meio-tempo, como "With You" de Chris Brown e "Irreplaceable" de Beyoncé.[24] Os críticos comentaram que a inspiração em Michael Jackson estava evidente no álbum. The New York Times afirmou que a faixa "First Dance", com a participação de Usher, repetir o som de "You Are Not Alone" de Jackson. Também foi dito que a canção "Bigger" foi acentuada com new jack swing,[25] um estilo que Michael havia utilizado bastante em seu álbum Dangerous. Em vez disso, a Rolling Stone chamou "Bigger" de "corte de P.Y.T.".[26]

As letras do álbum são geralmente baseadas em situações provocadas pelo crescimento e amor adolescente. "Down to Earth", escrita por Justin com a ajuda de Midi Mafia e The Jackie Boyz, fala sobre a experiência do cantor com o divórcio dos seus pais.[27] Sobre a canção, ele disse, "É uma balada sobre os sentimentos que tive quando meus pais se separaram e como ajudei minha família a passar por isso. Eu acho que um monte de crianças têm seus pais separados, e elas devem saber que não foi por algo que fizeram. Espero que as pessoas possam de identificar com a canção".[27] Quando perguntado sobre o conceito de "One Less Lonely Girl", ele disse para a MTV que acha que "é realmente importante que essas garotas tenham alguma coisa, então elas podem ser uma garota solitária a menos".[28]

Divulgação[editar | editar código-fonte]

Urban Behavior Tour[editar | editar código-fonte]

Urban Behavior Tour
Turnê de Justin Bieber
Locais  Canadá
Álbum(ns) associado(s) My World
Data de início 1 de novembro de 2009
Data de fim 6 de novembro de 2009
Partes 1
Número de
apresentações
5
Cronologia de turnês de Justin Bieber
My World Tour
(2010-11)

Bieber começou a viajar em uma pequena turnê patrocinada pela Urban Behavior, que deveria começar no dia 1 de novembro de 2009. No entanto, devido a uma doença, Bieber foi incapaz de realizar a abertura em Vancouver.[29]

Datas[editar | editar código-fonte]

Datas Cidades País Local Observação
América do Norte
1 de novembro de 2009 Vancouver  Canadá Metrotown "Remarcado Para janeiro de 2010"
3 de novembro de 2009 Edmonton West Edmonton Mall -
4 de novembro de 2009 Montreal Centre Eaton -
5 de novembro de 2009 London White Oaks Mall -
6 de novembro de 2009 Toronto Vaughan Mills -

Fearless Tour[editar | editar código-fonte]

Bieber abriu o show de Taylor Swift quando ela retornou ao Reino Unido em duas datas da Fearless Tour, em 23 e 24 de novembro de 2009, e sofreu um pequeno acidente em um dos shows em Londres, quando fraturou o pé esquerdo durante a canção One Time.[30]

My World Tour[editar | editar código-fonte]

A My World Tour foi anunciada no dia 13 de março de 2010, tendo como álbuns base My World e My World 2.0, e começou em junho de 2010.[31]

Faixas[editar | editar código-fonte]

N.º Título Compositor(es) Produtor(es) Duração
1. "One Time"   Tricky Stewart, The-Dream, James Bunton, Corron Cole, Thabiso Nkhereanye C. Stewart, Kuk Harrell, J. Bunton, C. Cole 3:35
2. "Favorite Girl"   Antea Birchett, Anesha Birchet, Dernst Emile II, Delisha Thomas D. Emile II 4:16
3. "Down to Earth"   Justin Bieber, Midi Mafia, Mason Levy, Carlos Battey, Steven Battey Midi Mafia 4:05
4. "Bigger"   Justin Bieber, Midi Mafia, Dapo Torimiro, Lonny Breaux Midi Mafia, Dapo Torimiro 3:17
5. "One Less Lonely Girl"   Ezekiel Lewis, Balewa Muhammad, Sean Hamilton, Hyuk Shin, Usher Raymond IV E. Lewis, B. Muhammad, S. Hamilton, H. Shin 3:49
6. "First Dance" (com Usher) Justin Bieber, Usher Raymond IV, Jesse "Corparal" Wilson, Ryan Lovette, Dwight Reynolds, Alexander "Prettyboifresh" Parhm, Jr. Prettyboifresh 3:42
7. "Love Me"   Peter Svensson, Nina Persson DJ Frank E 3:12
Faixas bônus
N.º Título Compositor(es) Produtor(es) Duração
8. "Common Denominator"   Justin Bieber, Lashaunda "Babygirl" Carr L. Carr 4:02
9. "One Less Lonely Girl" (versão em francês) Ezekiel Lewis, Balewa Muhammad, Sean Hamilton, Hyuk Shin, Usher Raymond IV; Adaptação: Andrée Watters E. Lewis, B. Muhammad, S. Hamilton, H. Shin 3:48

Recepção da crítica[editar | editar código-fonte]

Críticas profissionais
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
Allmusic 3.5 de 5 estrelas.[32]
Billboard 82/100[33]
Boston Globe Mista[34]
Entertainment Weekly B-[23]
The New York Times Positiva[25]
Rolling Stone 3 de 5 estrelas.[26]
Toronto Star 3.5 de 4 estrelas.[35]
Washington Post Positiva[36]

My World recebeu críticas geralmente positivas.[37] O Metacritic calculou uma pontuação de 65, em um máximo de 100, baseado em seis críticas.[37] No Allmusic, Andy Kellman comparou as canções do álbum com as de "um jovem Chris Brown ou uma versão júnior do Ne-Yo", concluindo que as canções "não têm um alto nível de qualidade, mas o cantor chega perto com seu charme agudo-puro e sua habilidade natural".[32] Monica Herrera escreveu na Billboard que My World "cravou a fórmula",[33] enquanto Marc Hirsh afirmou no Boston Globe que durante o álbum o cantor é "indistinguível de qualquer uma dos mil aspirantes pré-fabricados do pop".[34]

Ashante Infantry deu ao álbum 3.5 de um máximo de 4 estrelas, dizendo que o álbum é "repleto de melodias interessantes que estão destinadas a ser tocadas incessantemente pela base de fãs adolescentes de Bieber e que, felizmente, seus pais devem achar toleráveis".[35] No Washington Post, Allison Stewart o descreveu como "doce, sintético e excessivamente adorável", recomendando as faixas "Down to Earth" e "Love Me" .[36]

Paradas musicais[editar | editar código-fonte]

Precessão e sucessão[editar | editar código-fonte]

Precedido por
The Circle por Bon Jovi
Álbum número um na Canadian Albums Chart
5 de dezembro de 2009 - 12 de dezembro de 2009
Sucedido por
I Dreamed a Dream por Susan Boyle

Histórico de lançamento[editar | editar código-fonte]

País Data Gravadora
Estados Unidos 17 de novembro de 2009 Island Records
Canadá Universal Music
Austrália[51] 20 de novembro de 2009
Reino Unido[52] 18 de janeiro de 2010 Mercury Records

Notas

  1. Traduzido de it's a ballad about the feelings I had when my parents split up and how I helped my family get through it. I think a lot of kids have had their parents split up, and they should know that it wasn't because of something they did. I hope people can relate to it[22].

Referências

  1. a b «Justin Bieber reigns supreme!» (em inglês). Def Jam  Parâmetro desconhecido |acesssodata= ignorado (|acessodata=) sugerido (ajuda)
  2. «Justin Bieber: Just want to clear up the rumors...» (em inglês). Twitter. Consultado em 3 de fevereiro de 2010  |nome1= sem |sobrenome1= em Authors list (ajuda)
  3. Anderson, Kyle (5 de março de 2010). «Justin Bieber To Sell My World 2.0 On QVC, Joins Cable Sales Vets Elton John And Dr. Dre» (em inglês). MTV. Consultado em 19 de março de 2010 
  4. «Billboard 200, Week of December 5, 2009» (em inglês). Billboard. 26 de novembro de 2009. Consultado em 19 de março de 2010 
  5. «John Mayer tops album chart; Norah Jonas and Justin Bieber, not too shabby» (em inglês). Entertainment Weekly. 25 de novembro de 2009. Consultado em 19 de março de 2010 
  6. «Justin Bieber Twitter Status, November 26, 2009» (em inglês). Twitter. Consultado em 3 de fevereiro de 2010 
  7. a b «Canadian Albums Chart, Week of December 5, 2009» (em inglês). Billboard. 26 de novembro de 2009. Consultado em 19 de março de 2010 
  8. «Justin Bieber tops album chart: PHOTO, November 25th, 2009» (em inglês). Celebrifi.com. 27 de fevereiro de 2010 
  9. Anderson, Kyle (23 de dezembro de 2009). «Justin Bieber Returns Home To Serenade Fans For The Holidays» (em inglês). MTV. Consultado em 24 de dezembro de 2009 
  10. a b «Justin Bieber RIAA album certifications» (em inglês). RIAA. Consultado em 11 de janeiro de 2010 
  11. a b «Justin Bieber BPI album certifications» (em inglês). BPI. Consultado em 14 de fevereiro de 2010 
  12. «Official News: Good Morning America and My World Pt 2» (em inglês). Island DefJam. 13 de novembro de 2009. Consultado em 19 de março de 2010 
  13. «Justin Bieber Joins Taylor Swift UK TOUR». Oceanup. Consultado em 19 de março de 2010 
  14. «A Pop Star At 15» (em inglês). Entertainment Weekly. 30 de outubro de 2009. Consultado em 19 de março de 2010 
  15. a b c Herrera, Monica (20 de junho de 2009). «Justin Bieber's 'Time' Is Now» (em inglês). Billboard. Consultado em 24 de março de 2010 
  16. Mitchell, Gail (28 de abril de 2009). «Usher Introduces Teen Singer Justin Bieber». Billboard. Consultado em 23 de julho de 2009 
  17. «Neon Limelight Interviews: Usher Protegé Justin Bieber: Accidental Star». Neon-Limelight.com. 8 de novembro de 2009. Consultado em 8 de novembro de 2009 
  18. Hinojosa, Stacy (17 de novembro de 2009). «On The Phone With Justin Bieber». JSYK (em inglês). AOL. Consultado em 24 de março de 2010 
  19. «Justin Bieber - Bio» (em inglês). Islanddefjam.com. Consultado em 24 de março de 2010 
  20. Vena, Jocelyn (17 de novembro de 2009). «Justin Bieber Says My World Is 'Not Just About Love'» (em inglês). MTV. Consultado em 24 de março de 2010 
  21. Infantry, Ashante (16 de novembro de 2009). «CD review: 'My World' by Justin Bieber» (em inglês). Thestar.com. Consultado em 24 de março de 2010 
  22. Herrera, Monica (14-11-2009), "6 Questions with Justin Bieber", Billboard (New York City, New York: Nielsen Business Media Inc.): 31
  23. a b Wood, Mikael (11 de novembro de 2009). «My World (2009)» (em inglês). Entertainment Weekly. Consultado em 24 de março de 2010 
  24. Bell, Crystal (16 de outubro de 2009). «Justin Bieber, "One Less Lonely Girl"» (em inglês). Billboard. Consultado em 24 de março de 2010 
  25. a b Caramanica, Jon (20 de novembro de 2009). «Worlds Rural, Urban, Midlife, Teenage» (em inglês). The New York Times. Consultado em 25 de março de 2010 
  26. a b Sheffield, Rob (23 de novembro de 2009). «Justin Bieber - My World» (em inglês). Rolling Stone. Consultado em 25 de março de 2010 
  27. a b Cromanche, Ellen (13 de novembro de 2009). «Justin Bieber hopes to be good role model, talks divorce, and Blink 182 inspiration!» (em inglês). Examiner. Consultado em 25 de março de 2010 
  28. Hanek, Joel (10 de julho de 2009). «Justin Bieber Readies Second Single 'Lonely Girl'» (em inglês). MTV. Consultado em 25 de março de 2010 
  29. «Justin Bieber Appearance & Tees At Urban Behavior Stores!» (em inglês). UrbanBehavior.com. Consultado em 27 de dezembro de 2009 
  30. «Taylor Swift Takes Kenny Chesney's place in New England» (em inglês). GAC. 7 de dezembro de 2009. Consultado em 27 de dezembro de 2009 
  31. «Justin Bieber gears up for 1st ever headlining tour!» (em inglês). JustinBieberMusic.com. 16 de março de 2010. Consultado em 13 de agosto de 2010 
  32. a b Kellman, Andy. «My World» (em inglês). Allmusic. Consultado em 25 de março de 2010 
  33. a b Herrera, Monica (4 de dezembro de 2009). «Justin Bieber, "My World"» (em inglês). Billboard. Consultado em 25 de março de 2010 
  34. a b Hirsh, Marc (23 de novembro de 2009). «Justin Bieber, 'My World'» (em inglês). Boston Globe. Consultado em 25 de março de 2010 
  35. a b Infantry, Ashante (16 de novembro de 2009). «CD review: 'My World' by Justin Bieber» (em inglês). Toronto Star. Consultado em 25 de março de 2010 
  36. a b Stewart, Allison (8 de fevereiro de 2009). «Quick Spins» (em inglês). Washington Post. Consultado em 25 de março de 2010 
  37. a b «My World» (em inglês). Metacritic. Consultado em 25 de março de 2010 
  38. «ARIA Top 100 Albums – Week Commencing 25th January 2010» (PDF). Australian Recording Industry Association (em inglês). Pandora Archive. 25 de janeiro de 2010. Consultado em 16 de fevereiro de 2010 
  39. «JUSTIN BIEBER - MY WORLD (ALBUM)at Austrian Charts» (em inglês). AustrianCharts. Consultado em 24 de dezembro de 2009 
  40. a b «JUSTIN BIEBER - MY WORLD (ALBUM) at Belgian Charts» (em inglês). Ultratop. Consultado em 24 de dezembro de 2009 
  41. «JUSTIN BIEBER- MY WORLD (ALBUM) at Finnish Charts» (em inglês). Finnishcharts.com. Consultado em 24 de dezembro de 2009 
  42. «European Albums Chart» (em inglês). AllCharts. Consultado em 30 de janeiro de 2010 
  43. a b «My Justin Bieber - My World» (em inglês). aCharts.us. Consultado em 24 de dezembro de 2009 
  44. «Lady GaGa tops Irish albums chart» (em inglês). Digital Spy. 22 de janeiro de 2010. Consultado em 22 de janeiro de 2010 
  45. «My World tops Mexican albums chart» (PDF) (em inglês). AMPROFON. 12 de março de 2010. Consultado em 12 de março de 2010 
  46. «JUSTIN BIEBER - MY WORLD (ALBUM) at Hitparade charts» (em inglês). Hitparade.ch. Consultado em 24 de dezembro de 2009 
  47. «Baby» (em inglês). ChartStats. Consultado em 1 de abril de 2010 
  48. Caulfield, Keith (31 de março de 2010). «Justin Bieber Tops Billboard 200 With 'My World 2.0'» (em inglês). Billboard. Consultado em 31 de março de 2010 
  49. Erro de citação: Código <ref> inválido; não foi fornecido texto para as refs de nome CRIA
  50. «Justin Bieber conquista fãs ao trabalhar como veterano». Reuters. Terra. 4 de junho de 2010. Consultado em 5 de junho de 2010 
  51. «Justin Bieber - My World (Bonus Track Version)». Apple Inc. (em inglês). iTunes Store. Consultado em 27 de dezembro de 2009 
  52. «Justin Bieber announces UK single and album release dates» (em inglês). Music-News.com. 5 de dezembro de 2009. Consultado em 27 de dezembro de 2009