Messier 79

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de NGC 1904)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Messier 79
Messier 79, projeto 2MASS
Descoberto por Pierre Méchain
Data 26 de outubro de 1780
Dados observacionais (J2000)
Constelação Lepus
Tipo Aglomerado globular V[1]
Asc. reta 05h 24m 10,59s[2]
Declinação -24° 31′ 27,3″[2]
Distância 41 kal[3] (13 kpc)
Magnit. apar. 8,7'
Características físicas
Idade estimada 11,7 bilhões de anos[4]
Outras denominações M79, NGC 1904, GCl 10[2]
Messier 79
Lepus constellation map.png

Messier 79 (NGC 1904) é um aglomerado globular localizado a mais de sessenta mil anos-luz de distância na direção da constelação da Lebre. Possui uma magnitude aparente de +7,7, uma declinação de -24º 31' 27" e uma ascensão reta de 5 horas, 24 minutos e 10,6 segundos.

O aglomerado globular NGC 1904 foi descoberto em 1780 por Pierre Méchain.

Supõe-se estar associado com a galáxia anã de Canis Maior.

Descoberta e visualização[editar | editar código-fonte]

Messier 79, GALEX

A nebulosa foi descoberta pelo astrômomo francês Pierre Méchain em 26 de outubro de 1780, sendo catalogado pelo seu colega de observatório, Charles Messier, em 17 de dezembro daquele ano. William Herschel foi o primeiro a resolver suas estrelas mais brilhantes em 1784.[5]

Características[editar | editar código-fonte]

O aglomerado globular está em uma posição incomum na esfera celeste para um objeto desse tipo, no hemisfério oposto ao núcleo da Via-Láctea. Está situado a cerca de 40 000 anos-luz em relação à Terra, mas cerca de 60 000 anos-luz em relação ao centro galáctico.[5]

Seu diâmetro aparente de 9,6 minutos de grau corresponde a um diâmetro real de 118 anos-luz. Está se afastando do Sistema Solar a uma velocidade de cerca de 200 km/s. Contém apenas 7 estrelas variáveis conhecidas.[5]

Suspeita-se que M79 não seja originalmente pertencente à Via-Láctea, mas sim de uma de suas galáxias satélite, a Galáxia Anã do Cão Maior, que está atualmente muito próxima do plano galáctico da Via-Láctea e está sendo dilacerada por ela. Além de M79, outros aglomeradosglobulares suspeitos de pertencerem à galáxia do Cão Maior são NGC 1851, NGC 2298 e NGC 2808.[5]

Galeria[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Shapley, Harlow; Sawyer, Helen B. (1927), «A Classification of Globular Clusters», Harvard College Observatory Bulletin (849): 11–14, Bibcode:1927BHarO.849...11S 
  2. a b c «SIMBAD Astronomical Database». Results for NGC 1904. Consultado em 17 de novembro de 2006. 
  3. Lugger, Phyllis M.; et al. (2007), «Chandra X-Ray Sources in the Collapsed-Core Globular Cluster M30 (NGC 7099)», The Astrophysical Journal, 657 (1): 286–301, Bibcode:2007ApJ...657..286L, arXiv:astro-ph/0606382Acessível livremente, doi:10.1086/507572 
  4. Koleva, M.; et al. (2008), «Spectroscopic ages and metallicities of stellar populations: validation of full spectrum fitting», Monthly Notices of the Royal Astronomical Society, 385 (4): 1998–2010, Bibcode:2008MNRAS.385.1998K, doi:10.1111/j.1365-2966.2008.12908.x 
  5. a b c d Hartmut Frommert e Christine Kronberg (21 de agosto de 2007). «Messier Object 79» (em inglês). SEDS. Consultado em 28 de maio de 2012. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Science.jpg    NGC 1902  •  NGC 1903  •  NGC 1904  •  NGC 1905  •  NGC 1906