Messier 28

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Messier 28
Messier 28, Telescópio Espacial Hubble
Descoberto por Charles Messier
Data 1764
Dados observacionais (J2000)
Constelação Sagittarius
Tipo Aglomerado globular (IV)[1]
Asc. reta 18h 24m 32,89s[2]
Declinação -24° 52′ 11,4″[2]
Distância 17 900 anos-luz[3] (5 500 parsecs)
Magnit. apar. 7,66[2]
Dimensões 11,2'[4]
Características físicas
Massa 5,51 x 105 M☉[3]
Raio 30 anos-luz
Idade estimada 12 bilhões de anos[5]
Outras denominações NGC 6626
Messier 28
Sagittarius constellation map.png

Messier 28 (NGC 6626), é um aglomerado globular na constelação de Sagitário. Foi descoberto por Charles Messier em 1764.

Situa-se a uma distância de aproximadamente 18 000 anos-luz em relação à Terra.

Descoberta e visualização[editar | editar código-fonte]

Messier 28, projeto 2MASS

O aglomerado globular é uma das descobertas originais do astrônomo francês Charles Messier, que o catalogou em 27 de julho de 1764.[6]

Não é possível resolver suas estrelas mais brilhantes com telescópios amadores de pequena abertura, embora telescópios maiores sejam capazes. William Herschel, descobridor de Urano, foi o primeiro a resolver suas estrelas mais brilhantes em 1783.[6]

Características[editar | editar código-fonte]

Estando entre 18 000 e 19 000 anos-luz de distância da Terra e com um diâmetro de 60 anos-luz, é menor e mais comprimida do que sua companheira aparente, Messier 22.[6]

Contém 20 estrelas variáveis, sendo 18 RR Lyrae, uma W Virginis, com período a cada 17 dias, e outra variável RV Tauri. Foi o segundo aglomerado globular a ter um pulsar milissegundo a ser descoberto (o primeiro havia sido Messier 4), em 1987.[6]

Referências

  1. Shapley, Harlow; Sawyer, Helen B. (1927), «A Classification of Globular Clusters», Harvard College Observatory Bulletin (849): 11–14, Bibcode:1927BHarO.849...11S. 
  2. a b c «SIMBAD Astronomical Database». Results for NGC 6626. Consultado em 16 de novembro de 2006. 
  3. a b Boyles, J.; et al. (2011), «Young Radio Pulsars in Galactic Globular Clusters», The Astrophysical Journal, 742 (1): 51, Bibcode:2011ApJ...742...51B, doi:10.1088/0004-637X/742/1/51. 
  4. Inglis, Mike (2004), Astronomy of the Milky Way: Observer's guide to the northern sky, ISBN 1852337095, Patrick Moore's Practical Astronomy Series, 1, Springer, p. 21. 
  5. Koleva, M.; et al. (2008), «Spectroscopic ages and metallicities of stellar populations: validation of full spectrum fitting», Monthly Notices of the Royal Astronomical Society, 385 (4): 1998–2010, Bibcode:2008MNRAS.385.1998K, doi:10.1111/j.1365-2966.2008.12908.x 
  6. a b c d Hartmut Frommert e Christine Kronberg (21 de agosto de 2007). «Messier Object 28» (em inglês). SEDS. Consultado em 28 de maio de 2012. 
Science.jpg    NGC 6624  •  NGC 6625  •  NGC 6626  •  NGC 6627  •  NGC 6628