Papanduva

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Papanduva
  Município do Brasil  
Símbolos
Bandeira de Papanduva
Bandeira
Brasão de armas de Papanduva
Brasão de armas
Hino
Gentílico papanduvense
Localização
Localização de Papanduva em Santa Catarina
Localização de Papanduva em Santa Catarina
Mapa de Papanduva
Coordenadas 26° 22' 12" S 50° 08' 38" O
País Brasil
Unidade federativa Santa Catarina
Municípios limítrofes Itaiópolis, Mafra, Major Vieira, Monte Castelo, Rio do Campo, Santa Terezinha, Três Barras
Distância até a capital 357 km
História
Fundação 11 de abril de 1954 (67 anos)
Administração
Prefeito(a) Luiz Henrique Saliba[1] (PP, 2021 – 2024)
Características geográficas
Área total [2] 759,832 km²
População total (Censo IBGE/2010[3]) 18 013 hab.
Densidade 23,7 hab./km²
Clima Mesotérmico úmido, com verão quente e temperatura média de 16,6°C
Altitude 788 m
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
Indicadores
IDH (PNUD/2000 [4]) 0,737 alto
PIB (IBGE/2008[5]) R$ 256 112,519 mil
PIB per capita (IBGE/2008[5]) R$ 141 250 620 547,71

Papanduva é um município brasileiro do Estado de Santa Catarina. Localiza-se a uma latitude 26º22'13" sul e a uma longitude 50º08'40" oeste, estando a uma altitude de 788 metros. Sua população estimada em 2011 era de 18.013 habitantes. Possui uma área de 777,31 km².

História[editar | editar código-fonte]

A história de Papanduva começou em meados do século XVIII, quando viajando pelo famoso Caminho das Tropas, levando muares do Rio Grande do Sul até a Feira de Sorocaba, em São Paulo e transportando pelo território do município, preferiam-no como um de seus pontos de pouso e sesta, isto é, aí paravam para acampar, descansar e dormir. Uma das coisas que motivaram esta preferência, que eles chamavam papanduva, originando-se daí o nome do município.

Por volta de 1828, os primeiros moradores, procedentes do Paraná estabeleceram-se no município, dedicando-se à economia da pecuária, da agricultura de subsistência e principalmente do extrativismo vegetal da erva-mate. Sabe-se que entre os pioneiros estavam: Manoel Amora, famílias Haas, Mendes, Lisboa, Almeida, Furtado

Mas a colonização, propriamente dita, começou em torno de 1880, com os imigrantes ucranianos e poloneses, durante o Segundo Reinado.

Papanduva também sofreu as consequências da Questão de Palmas e da Guerra do Contestado.

Em 1917, era distrito de Canoinhas e a Lei Estadual nº 133, de 30 de dezembro de 1953, elevava o distrito à categoria de município. A nova comuna foi instalada em 11 de abril de 1954.

Demografia[editar | editar código-fonte]

Religiões[editar | editar código-fonte]

% População por religião
Catolicismo 88,05%
Evangelicalismo 9,50%
Cristianismo ortodoxo 0,84%
Sem religião 0,78%
Outras 0,83%

Fonte: IBGE, 2010.[6]

Referências

  1. Prefeito e vereadores de Papanduva tomam posse; veja lista de eleitos em g1.globo.com
  2. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  3. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  6. «Amostra de Religião para Papanduva». IBGE. Consultado em 23 de setembro de 2020 

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios de Santa Catarina é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.