Rio Negrinho

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados de o rio de Santa Catarina, veja Rio Negrinho (rio de Santa Catarina).
Município de Rio Negrinho
Bandeira de Rio Negrinho
Brasão de Rio Negrinho
Bandeira Brasão
Hino
Fundação 24 de abril de 1880 (136 anos)
Gentílico rio negrinhense[1]
Prefeito(a) Alcides Grohskopf (PMDB)
(2013–2016)
Localização
Localização de Rio Negrinho
Localização de Rio Negrinho em Santa Catarina
Rio Negrinho está localizado em: Brasil
Rio Negrinho
Localização de Rio Negrinho no Brasil
26° 15' 14" S 49° 31' 04" O26° 15' 14" S 49° 31' 04" O
Unidade federativa  Santa Catarina
Mesorregião Norte Catarinense IBGE/2008 [2]
Microrregião São Bento do Sul IBGE/2008 [2]
Municípios limítrofes Corupá, Doutor Pedrinho, Mafra, Rio dos Cedros, Rio Negro (PR), Itaiópolis e São Bento do Sul
Distância até a capital 260 km
Características geográficas
Área 908,391 km² [3]
População 41 060 hab. Censo IBGE/2013[4]
Densidade 45,2 hab./km²
Altitude 790 m
Clima temperado
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,738 alto PNUD/2010 [5]
PIB R$ 586 863,960 mil IBGE/2010[6]
PIB per capita R$ 14 292,85 IBGE/2010[6]
Página oficial

Rio Negrinho (do latim Nigrumparvuspotamia; do inglês Little Black River) é um município brasileiro do Estado de Santa Catarina. Localiza-se a uma latitude 26º15'16" sul e a uma longitude 49º31'06" oeste, estando a uma altitude de 790 metros. Sua população é de 41.380 habitantes em 2014 segundo o IBGE.

Abastecimento de água
  • Número de ligações: 11.624
  • Número de usuários: 39.290

Economia[editar | editar código-fonte]

  • Móveis: 167
  • Madeireiras: 76
  • Construção civil: 44
  • Metalúrgicas, máquinas e equipamentos: 37
  • Alimentos: 33
  • Artefatos de madeira: 21
  • Confecções: 15
  • Papel e embalagens de papelão: 11
  • Plásticos: 05
  • Tintas, vernizes e solventes: 02
  • Outros: 31

Agricultura, pecuária e extração mineral[editar | editar código-fonte]

  • Reflorestamento: pinus e eucalipto
  • Criação animal: bovinos, suínos, caprinos e aves
  • Agricultura: milho, soja, feijão e fumo
  • Extração mineral: saibro e areia

Movimentação econômica[editar | editar código-fonte]

  • Produto Interno Bruto (PIB): 471.931 (2005)
  • Renda per capita: 10.849 (2005)
  • Arrecadação ICMS – Retorno: 10.354
  • Arrecadação Tributos Municipais: 3.992
  • Arrecadação Tributos Federais – Retorno: 5.692

Indicadores[editar | editar código-fonte]

  • Expectativa de vida - 71,4 anos
  • Crescimento da população - 4,5% ao ano
  • Coleta de esgoto - 6%
  • Abastecimento de água - 99%
  • Abastecimento de energia elétrica - 96%

História[editar | editar código-fonte]

Segundo o Historiador José Kormann por volta de 1872 vieram os primeiros civilizados a Rio Negrinho, já em 1873 os Franco,Gravi, de Oliveira e Carvalho tomaram posse de terras no município, eles que vieram de São José dos Pinhais. Em 1880 Instalaram-se em Rio Negrinho as famílias de José Brey com hospedaria e Luiz Scholtz com casa comercial e José Hantschel com sapataria. Em 1913 Foi inaugurada a Estação Ferroviária e em 1918 transferido para o que seria depois o centro de Rio Negrinho a móveis Cimo que naquele tempos ainda girava como Jung & Cia, que já funcionava desde 1914 em uma localidade próxima chamada Salto. A primeira escola foi inaugurada com a frequência de 25 alunos em 1920 sendo Roberto Hoffmann o professor de alemão e a professora Adelaide Ferreira da Costa a responsável pelas aulas de português. O cemitério teve sua primeira sepultura em 1924 com o sepultamento de Max Raschke porteiro da Cimo, em 1928 e inaugurada a igreja protestante e em 1948 a atual igreja matriz. O colégio São José e o seminário foram fundados em 1958 pelo padre Luiz Gonzaga Steiner.

História da data de fundação[editar | editar código-fonte]

Rio Negrinho tem sua comemoração de fundação no dia do nascimento de Jorge Zipperer, pois como a cidade não teve um fundador propriamente dito, é comemorado o aniversário de Rio Negrinho nesta, por se tratar de uma pessoa extremamente importante para a cidade.

Significado do nome[editar | editar código-fonte]

Rio Negrinho tem esse nome em homenagem ao rio que passa bem ao centro do município.

Fatos importantes[editar | editar código-fonte]

  • 24 de abril de 1880 data atribuída á fundação , através da Lei Municipal nº 7, de 15 de junho de 1971 em homenagem a Jorge Zipperer.
  • 1917 Criada a primeira escola pública no povoado de Rio negrinho.
  • 1914 É fundada a Jung & Cia, futura MóveisCimo
  • 1920 É instalada a primeira agência postal de Rio Negrinho.
  • 1924 Ocorre o primeiro sepultamento de Rio negrinho do senhor Max Raschke.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Distâncias[editar | editar código-fonte]

Acessos[editar | editar código-fonte]

Limites[editar | editar código-fonte]

Infraestrutura[editar | editar código-fonte]

Transporte

Possui sistema integrado de transporte municipal, com 1 terminal (Centro), operado pela empresa Transporte e Turismo Santo Antônio Ltda. - Transtusa.

Clima[editar | editar código-fonte]

  • Invernos gelados, Mesotérmico úmido, sem estação seca, ao norte verões quentes e ao sul verões frescos.

Temperatura[editar | editar código-fonte]

  • 18,9°C.

Hidrografia[editar | editar código-fonte]

Hino[editar | editar código-fonte]

Sob a brisa suave da serra,

Entre campos de verde esplendor

Sob a luz que ilumina esta terra

Este mundo encantado em flor.

Lindos campos de altivos pinheiros,

Quando o sol ornamenta o poente.

Este ar, este céu brasileiro,

Deus criou e nos deu de presente.

Salve, Salve, Rio Negrinho!

És um ninho de paz e amores.

Salve, Salve, Rio Negrinho!

Salve, Salve, cidade de flores.

Majestoso cepilho desliza,

Sobre o pinho criado por ti.

Da cerâmica a arte reprisa,

Rio Negrinho distante daqui.

Escolheste esta terra imponente,

Pioneiro valente e sagaz,

Já plantaste a fértil semente,

E colheste o fruto da paz.

Salve, Salve, Rio Negrinho!

És um ninho de paz e amores.

Salve, Salve, Rio Negrinho!

Salve, Salve, cidade de flores.

O Hino de Rio Negrinho foi instituído pela Lei nº 25, de 03 de novembro de 1971. Letra e música de José Testone e Wilson Glelepi.

TV[editar | editar código-fonte]


Referências

  1. Histórico de Rio Negrinho no site do IBGE
  2. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008. 
  3. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 dez. 2010. 
  4. «Censo Populacional 2013». Censo Populacional 2013. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2012. Consultado em 11 de dezembro de 2012. 
  5. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 25 de agosto de 2013. 
  6. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2010». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 dez. 2010. 

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de Santa Catarina é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.