Popeye (filme)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde abril de 2013). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Popeye
O Marinheiro Popeye: O Filme (PRT)
Popeye (BRA)
 Estados Unidos
1980 •  cor •  114 min 
Direção Robert Altman
Produção Robert Evans
Roteiro Jules Feiffer
Baseado em Popeye
de E. C. Segar
Elenco Robin Williams
Shelley Duvall
Ray Walston
Paul L. Smith
Paul Dooley
Linda Hunt
Género comédia, aventura, musical
Música Harry Nilsson
Direção de fotografia Giuseppe Rotunno
Figurino Scott Bushnell
Edição John W. Holmes
David Alan Simmons
Companhia(s) produtora(s) Paramount Pictures
Walt Disney Pictures
Distribuição Paramount Pictures
(Estados Unidos)
Buena Vista Distribution
(Mundialmente)
Lançamento Estados Unidos 12 de dezembro de 1980
Portugal 17 de dezembro de 1981
Brasil 25 de dezembro de 1981[1]
Idioma inglês
Página no IMDb (em inglês)

Popeye é um filme norte-americano de 1980 do gênero comédia musical , dirigido por Robert Altman. É uma adaptação da tira de jornal Thimble Theatre do cartunista E. C. Segar, onde surgiram os famosos personagens Popeye, Olívia Palito e Brutus. O roteiro de Jules Feiffer foi baseado diretamente em Thimble Theatre Starring Popeye the Sailor, uma grande republicação das tiras de Segar de 1936-37, lançada em 1971 pela Nostalgia Press de Woody Gelman. As canções são de Harry Nilsson, exceto "I'm Popeye the Sailor Man" composta por Sammy Lerner para a série de curta-metragens de animação do personagem produzida por Fleischer Studios e Famous Studios para a Paramount Pictures entre 1933 e 1957. O produtor foi Robert Evans.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Numa noite de tempestade, o rabugento de bom-coração marinheiro Popeye chega em um pequeno barco ao porto da comunidade litorânea de Sweethaven. Ele aluga um quarto na pensão da família Palito e rapidamente se apaixona pela filha dos proprietários, Olívia. Olívia está perturbada pois fora prometida em casamento para o Capitão Brutus (que é chamado pelo nome original das tiras, Bluto), um encrenqueiro rufião que oprime a comunidade cobrando impostos abusivos para o seu chefe, o misterioso Comodoro.

Popeye conta que está a procura de seu pai, o Vovô Popeye, que sua mãe falecida lhe contara em sonho que ainda estaria vivo e morando naquele lugar. Ninguém lhe dá atenção, até que Popeye mostra sua força ao enfrentar um bando de valentões na taverna. Logo depois ele encontra Gugu, um bebê deixado em um cesto. Olívia, que estava para fugir de Brutus, resolve ficar e cuidar do bebê juntamente com Popeye. Gugu mostra que consegue fazer previsões (ele assobia quando houve uma previsão correta) e desperta a ganância de outros: primeiro de Dudu, o voraz devorador de hambúrguer, que leva o bebê para o turfe; depois Brutus, que rapta Gugu e, graças ao dom do mesmo, descobre o paradeiro do tesouro do Comodoro. Brutus então trai o Comodoro e sai em alto-mar à procura do tesouro, levando Gugu e Olívia com ele. Popeye, junto de vários moradores de Sweethaven vão atrás de Brutus, para salvar os dois.

Produção[editar | editar código-fonte]

O filme teve o seu roteiro baseado em algumas das primeiras histórias dos quadrinhos de Elzie Segar e algumas piadas visuais foram inspiradas nos antigos desenhos do Popeye produzidos por Max Fleischer. Apresentava ainda um "clima musical" bem parecido com os antigos episódios da década de 30, tais como: O Homem do Trapézio Voador ("The Man on the Flying Trapeze"), Cuidado com o Brutus Barbudus ("Beware of Barnacle Bill") e Machão do Machado ("Axe Me Another"), episódios com várias canções ou números musicais. O filme arrecadou $ 49.823.037 nas bilheterias Estados Unidos, mais do dobro do orçamento do filme. Recebeu críticas mistas em geral, incluindo opiniões favoráveis como as de Vincent Canby e Roger Ebert, e alguns comentários desfavoráveis de críticos como Leonard Maltin.

Nos Estados Unidos, algumas críticas negativas foram pelo fato de Popeye não gostar de espinafre na história, e só aprender a comer a verdura no final do filme. Mas, diferente desses críticos, os fãs das tirinhas de E. C. Segar diziam que a personagem "Popeye" original dos quadrinhos inicialmente também não comia espinafre (realmente, nas primeiras aparições Popeye ainda não a usava para ficar forte). E também havia o fato de que em muitos episódios de cinema Popeye contava a seus sobrinhos que quando ele era criança não gostava de espinafre, e que só depois aprendeu a importância de se te-lo nas refeições.

Um dos principais motivos pelo filme ter sido um pouco estranhado pela crítica é que as primeiras tiras em quadrinhos do Popeye publicadas em 1929, já não eram tão conhecidas quando o filme foi lançado, em 1980; e o público não estava muito familiarizado com as várias personagens da cidade de "Sweethaven" que aparecem durante o filme, pois eles participavam com mais frequência nos quadrinhos, do que nas animações. A história do roteiro também era mais inspirada nas primeiras histórias em quadrinhos de Elzie Segar, do que nos desenhos de cinema. Como nas tiras "Thimble Theatre" dos anos 30, o filme mostrava Popeye chegando à cidade de "Sweethaven" e conhecendo a família da Olívia Palito. Depois se apaixona pela Olívia, encontra Gugu abandonado em uma cesta (baseado em uma história publicada no dia 24 de julho de 1933, na qual Gugu faz sua estreia nos quadrinhos) e reencontra o seu pai desaparecido, Poopdeck Pappy (ou "Vovô Popeye"). Por esses motivos, algumas das pessoas que conheceram os quadrinhos originais do Popeye costumam defender a fidelidade do filme à obra de Elzie Segar. A fidelidade é apontada também em alguns outros pontos, como a interpretação de Robin Williams, que fica bem próxima ao Popeye dos curta-metragens dos Fleischer Studios. Um exemplo disso é que Williams mantém o mesmo costume que o Popeye de Max Fleischer tinha, de sempre murmurar frases quase incompreensíveis em voz baixa, quando está pensando consigo mesmo.

A idade de Popeye no filme era de 32 anos, já que em uma cena ele diz que seu pai o abandonou quando ele tinha 2 anos, e que já não o via a 30 anos. Em um episódio da década de 1950 Popeye é mostrado como tendo 40 anos, mas curiosamente no site oficial do personagem (popeye.com), é dito que ele tem 34 anos, enquanto Olívia tem 29 e Brutus 36.

Elenco[editar | editar código-fonte]

O ator Robin Williams protagonizou o filme, no papel do Marinheiro Popeye.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. http://www.adorocinema.com/filmes/agenda/?week=1981-12-25 Agenda de estreias - 24 dezembro 1981 (AdoroCinema)