Recopa dos Campeões Intercontinentais de 1969

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Recopa dos Campeões Intercontinentais 1969
Supercopa dos Campeões Intercontinentais
Dados
Participantes 7
Período 13 de novembro de 196930 de dezembro de 1969
Gol(o)s 27
Partidas 11
Média 2,45 gol(o)s por partida
Campeão Uruguai Peñarol
Vice-campeão Argentina Racing
Melhor marcador 6 gols
Uruguai Pedro Rocha (Peñarol)
◄◄ 1968 Soccerball.svg

A Recopa dos Campeões Intercontinentais de 1969 foi a segunda e última edição do torneio. Participaram todos os clubes que haviam conquistado a Copa Intercontinental, até então.

Mesmo antes de sair a decisão sobre a disputa ou não da segunda partida do torneio de 1968, já era jogada a Recopa de 1969 na América do Sul. Os campeões intercontinentais de 1968 e 1969 (respectivamente Estudiantes de La Plata e AC Milan) se somaram aos que haviam participado no torneio anterior.

Estava programada uma partida entre Santos e Estudiantes de La Plata para 8 de janeiro de 1970, mas não houve o jogo já que os dois times não tinham mais chances de classificação.

Desta vez nenhum clube europeu participou do certame por causa das eliminatórias européias para a Copa do Mundo de Futebol. Sendo assim, o Peñarol foi declaro campeão da Recopa na zona Sul-Americana e não houve uma final intercontinental.

Participantes[editar | editar código-fonte]

Zona Sul-Americana
Argentina Estudiantes (La Plata) Campeão da Taça Intercontinental de 1968
Uruguai Peñarol (Montevidéu) Campeão da Taça Intercontinental de 1961 e 1966
Argentina Racing (Avellaneda) Campeão da Taça Intercontinental de 1967
Brasil Santos (Santos) Campeão da Taça Intercontinental de 1962 e 1963
Zona Européia
Itália Internazionale* (Milão) Campeão da Taça Intercontinental de 1964 e 1965
Itália Milan* (Milão) Campeão da Taça Intercontinental de 1969
Espanha Real Madrid* (Madrid) Campeão da Taça Intercontinental de 1960

* Desistiram da competição.

Tabela[editar | editar código-fonte]

Primeira fase[editar | editar código-fonte]

Zona Sul-Americana[editar | editar código-fonte]

Turno
13 de novembro de 1969 Racing Argentina 0 – 0 Uruguai Peñarol Juan Domingo Perón, Avellaneda (Argentina)

Público: 10.000
Árbitro: Chile Jorge Cruzat

20 de novembro de 1969 Estudiantes Argentina 0 – 1 Argentina Racing Jorge Luis Hirschi, La Plata (Argentina)

Cárdenas Gol marcado aos 50 minutos de jogo 50' (P) Árbitro: Argentina Luis Pestarino

26 de novembro de 1969 Peñarol Uruguai 3 – 1 Argentina Estudiantes Centenario, Montevidéu (Uruguai)

Pedro Rocha Gol marcado aos 34 minutos de jogo 34' Gol marcado aos 43 minutos de jogo 43'
Losada Gol marcado aos 77 minutos de jogo 77'
Verón Gol marcado aos 89 minutos de jogo 89' Público: 21.000
Árbitro: Peru César Orozco

29 de novembro de 1969 Racing Argentina 2 – 1 Brasil Santos Juan Domingo Perón, Avellaneda (Argentina)

Da Silva Gol marcado aos 1 minutos de jogo 1' Gol marcado aos 56 minutos de jogo 56' Edu Gol marcado aos 54 minutos de jogo 54' Árbitro: Uruguai Pablo Vaga

2 de dezembro de 1969 Peñarol Uruguai 2 – 1 Brasil Santos Centenario, Montevidéu (Uruguai)

Spencer Gol marcado aos 35 minutos de jogo 35'
Onega Gol marcado aos 73 minutos de jogo 73'
Pelé Gol marcado aos 18 minutos de jogo 18' Público: 63.230
Árbitro: Chile Rafael Hormazábal

4 de dezembro de 1969 Estudiantes Argentina 3 – 1 Brasil Santos Jorge Luis Hirschi, La Plata (Argentina)

Verón Gol marcado aos 11 minutos de jogo 11' Gol marcado aos 89 minutos de jogo 89' (P)
Conigliaro Gol marcado aos 27 minutos de jogo 27'
Manoel Maria Gol marcado aos 25 minutos de jogo 25' Árbitro: Argentina Roberto Barreiro
Returno
9 de dezembro de 1969 Santos Brasil 0 – 2 Argentina Racing Vila Belmiro, Santos (SP)

Adorno Gol marcado aos 56 minutos de jogo 56'
Cárdenas Gol marcado aos 85 minutos de jogo 85'
Árbitro: Brasil Arthur Coelho Filho

11 de dezembro de 1969 Santos Brasil 2 – 0 Uruguai Peñarol Palestra Itália, São Paulo (SP)

Pelé Gol marcado aos 65 minutos de jogo 65'
Manoel Maria Gol marcado aos 89 minutos de jogo 89'
Público: 4.000
Árbitro: Uruguai Ángel Pazos

20 de dezembro de 1969 Racing Argentina 0 – 0 Argentina Estudiantes Juan Domingo Perón, Avellaneda (Argentina)

Árbitro: Argentina Luis Pestarino

23 de dezembro de 1969 Peñarol Uruguai 4 – 1 Racing Argentina Centenario, Montevidéu (Uruguai)

Spencer Gol marcado aos 14 minutos de jogo 14' Gol marcado aos 44 minutos de jogo 44'
Pedro Rocha Gol marcado aos 55 minutos de jogo 55' (P) Gol marcado aos 72 minutos de jogo 72'
Perfumo Gol marcado aos 89 minutos de jogo 89' Público: 22.000
Árbitro: Chile Jaime Amor

30 de dezembro de 1969 Estudiantes Argentina 1 – 2 Uruguai Peñarol Jorge Luis Hirschi, La Plata (Argentina)

Verde Gol marcado aos 39 minutos de jogo 39' Pedro Rocha Gol marcado aos 68 minutos de jogo 68' Gol marcado aos 74 minutos de jogo 74' Árbitro: Peru Alberto Tejada Noriega

8 de janeiro de 1970 Santos Brasil Argentina Estudiantes

Classificação
Time Pts J V E D GP GC SG
Uruguai Peñarol 9 6 4 1 1 11 6 5
Argentina Racing 8 6 3 2 1 6 5 1
Argentina Estudiantes 3 5 1 1 3 5 7 - 2
Brasil Santos 2 5 1 0 4 5 9 - 4
Recopa dos Campeões Intercontinentais 1969
Flag of Uruguay.svg
Peñarol
Campeão
(1º título)
Soccer stub.svg Este artigo sobre futebol é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.