Reichskommissariat Ukraine

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Reichskommissariat Ukraine

Durante a Segunda Guerra Mundial, Reichskommissariat Ukraine (abreviado como RKU), foi o regime de ocupação civil de grande parte da Ucrânia ocupada pelos alemães nazistas (que incluía áreas adjacentes da Bielorrússia moderna e da Polônia pré-guerra). Entre setembro de 1941 e março de 1944, o Reichskommissariat foi administrada pelo Reichskommissar Erich Koch. As tarefas da administração incluíam a pacificação e exploração da região, em benefício alemão, de seus recursos e pessoas. Adolf Hitler emitiu um decreto onde Führer definia a administração dos territórios orientais recém-ocupados em 17 de julho de 1941.[1]

Antes da invasão alemã, a Ucrânia era uma república constitutiva da União Soviética, habitada por ucranianos, além de minorias de russos, poloneses, judeus, bielorrussos, alemães, ciganos e de tártaros da Crimeia. Foi um tema central de planejamento nazista para a expansão do pós-guerra do Estado e da civilização alemã.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Nazi Conspiracy and Aggression». Decree of the Fuehrer concerning the administration of the newly-occupied Eastern territories. The Avalon Project at Yale Law School. 1996–2007. Consultado em 4 de outubro de 2007 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.